summaryrefslogtreecommitdiffstats
path: root/tde-i18n-pt/docs
diff options
context:
space:
mode:
authorDarrell Anderson <humanreadable@yahoo.com>2013-04-27 18:42:41 -0500
committerDarrell Anderson <humanreadable@yahoo.com>2013-04-27 18:42:41 -0500
commit7db92886683a9d69a7d82f2f02652b195f5280b5 (patch)
tree25f4898df2d039bbaa0ed513404875bc3c356186 /tde-i18n-pt/docs
parent79776058eb58ecd46771902f6cb9c9862ec8305c (diff)
downloadtde-i18n-7db92886683a9d69a7d82f2f02652b195f5280b5.tar.gz
tde-i18n-7db92886683a9d69a7d82f2f02652b195f5280b5.zip
Fix duplicate khelpcenter handbook files.
This resolves bug report 1344.
Diffstat (limited to 'tde-i18n-pt/docs')
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/Makefile.am4
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/about.docbook67
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/configkde.docbook273
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/contrib.docbook253
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/desktop.docbook151
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/filemng.docbook276
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/getkde.docbook111
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/index.docbook167
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/install.docbook1043
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/intro.docbook100
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/kdeapps.docbook202
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/misc.docbook327
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/moreinfo.docbook253
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/nonkdeapps.docbook38
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/notrelated.docbook309
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/panel.docbook64
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/tips.docbook207
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/winmng.docbook127
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/Makefile.am4
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/index.docbook469
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/tdeprintingglossary.docbook1266
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/quickstart/Makefile.am4
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/quickstart/index.docbook1572
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/Makefile.am4
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/about-desktop.docbook575
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/first-impressions.docbook468
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/getting-started.docbook569
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/history.docbook192
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/index.docbook116
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/installation.docbook731
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/intro.docbook34
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/koffice-apps.docbook92
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/more-help.docbook68
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/notices-trademarks.docbook110
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/shortcuts.docbook355
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/staff.docbook151
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeadmin-apps.docbook81
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdebase-apps.docbook167
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeedu-apps.docbook86
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdegames-apps.docbook203
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdegraphics-apps.docbook95
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdemultimedia-apps.docbook88
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdenetwork-apps.docbook86
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdepim-apps.docbook50
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdetoys-apps.docbook110
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeutils-apps.docbook144
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/ug-faq.docbook129
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/visualdict/Makefile.am4
-rw-r--r--tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/visualdict/index.docbook354
49 files changed, 0 insertions, 12349 deletions
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/Makefile.am b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/Makefile.am
deleted file mode 100644
index dd654492c7..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/Makefile.am
+++ /dev/null
@@ -1,4 +0,0 @@
-KDE_LANG = pt
-SUBDIRS = $(AUTODIRS)
-KDE_DOCS = khelpcenter/faq
-KDE_MANS = AUTO
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/about.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/about.docbook
deleted file mode 100644
index 24960436c6..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/about.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,67 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-<chapter id="about">
-<title
->Acerca desta <acronym
->FAQ</acronym
-></title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O que posso fazer para ajudar nesta <acronym
->FAQ</acronym
->?</para>
-</question>
-
-<answer>
-
-<para
->Primeiro, envie-nos quaisquer erros que encontre. E também, quaisquer sugestões que tenha serão bem-vindas. Melhor ainda, envie-nos tudo o que ache pouco claro e, se possível, como acha que ficaria mais claro. O nosso endereço de email é <email
->kde-doc-english@kde.org</email
->. </para>
-
-<para
->Em segundo lugar, envia-nos as tuas soluções daquelas perguntas-mais-frequentes que ainda não estão nesta <acronym
->FAQ</acronym
->. Iremos colocá-las o mais breve possível.</para>
-
-<para
->Em último, por favor faz um uso mais completo possível desta <acronym
->FAQ</acronym
->. Lê-a (e outra documentação relevante) com atenção antes de colocar perguntas nas várias listas de correio e grupos de discussão do &kde;.</para>
-
-<note
-><para
->Podes também considerar tornares-te um gestor da <acronym
->FAQ</acronym
->. Lê com atenção a <xref linkend="FAQ-maintainer-HOWTO"/> para mais detalhes. </para
-></note>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="FAQ-maintainer-HOWTO">
-<para
->Como me torno um gestor da <acronym
->FAQ</acronym
->?</para>
-</question>
-
-<answer>
-<para
->Na verdade, é muito simples tornar-se um gestor da <acronym
->FAQ</acronym
->. E estamos sempre a precisar de sangue fresco. :-) Basta mandar-nos um email para <email
->kde-doc-english@kde.org</email
->. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-</qandaset>
-</chapter>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/configkde.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/configkde.docbook
deleted file mode 100644
index 56bae7ea89..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/configkde.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,273 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN" "dtd/kdex.dtd">
- -->
-<chapter id="configure">
-<title
->Configurar o &kde;</title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como escolho a língua usada no &kde;?</para>
-</question>
-
-<answer>
-<para
->Existem duas maneiras de escolheres a língua utilizada no &kde; nas mensagens que produz:</para>
-
-<variablelist>
-<varlistentry
-><term
->Utilizar o <application
->Centro de Controlo do &kde;</application
-></term>
-<listitem
-><para
->Arranque o <application
->Centro de Controle do &kde;</application
-> e seleccione <guimenu
->Personalização</guimenu
-> seguido de <guimenuitem
->País e Língua</guimenuitem
->. Você poderá escolher a língua e local aqui. Se o &kde; não puder fazer a tradução para a primeira língua escolhida, fá-lo-á na língua por omissão. Esta será normalmente o inglês (americano).</para>
-<note
-><para
->Usar o <application
->Centro de Controle do &kde;</application
-> é a maneira melhor de se escolher a língua no &kde;.</para
-></note
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry
-><term
->Usar a variável de ambiente <envar
->LANG</envar
-></term>
-<listitem
-><para
->O segundo método usa a configuração padrão local no teu sistema. Para mudares a língua, simplesmente usa a variável de ambiente <envar
->LANG</envar
-> de acordo com o que pretendes. Por exemplo, se a tua 'shell' é a <application
->bash</application
->, executa <command
->export LANG=de</command
-> para fazeres do alemão a língua utilizada.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Existe algum mecanismo de mudança de teclado para teclados internacionais para o &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim, pode configurá-lo utilizando a página de configuração do <application
->Centro de Controlo do &kde;</application
-> <guimenu
->Regional e Acessibilidade</guimenu
-> <guimenuitem
->Disposição do Teclado</guimenuitem
->. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como substituo o ecrã de entrada de texto padrão pelo ecrã de entrada do &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<note
-><para
->A sua distribuição ou variante do &UNIX; poderá ter as suas próprias ferramentas de configuração para alterar isto (&eg;, o <application
->YaST</application
-> da &SuSE; &Linux;). Esta será a forma mais segura de activar o ecrã de autenticação do &kde;. Todavia, se por alguma razão você não pretender usar estas ferramentas, as instruções seguintes poderão ser úteis.</para
-></note>
-<para
->Primeiro precisa de mudar para o <quote
->xdm runlevel</quote
-> (runlevel 5 nos sistemas &RedHat;, 3 nos &SuSE;) editando o seu ficheiro <filename
->/etc/inittab</filename
->. No ficheiro, o utilizador deverá ter uma linha contendo <userinput
->id:3:initdefault:</userinput
->. Mude isso para <userinput
->id:5:initdefault:</userinput
->. Agora, no final do ficheiro, comente a seguinte linha: <userinput
->x:5:respawn:/usr/bin/X11/xdm -nodaemon</userinput
-> e substitua-a com <userinput
->x:5:respawn:<replaceable
->/opt/kde/</replaceable
->bin/tdm -nodaemon</userinput
->. <note
-><para
->A localização do &tdm; pode ser diferente no teu sistema.</para
-></note
-></para>
-<para
->Para as mudanças terem efeito imediato, escreve <command
->init 5</command
-> (para sistemas &RedHat;) na linha de comando. <caution
-><para
->É arriscado iniciares um ecrã de entrada sem primeiro verificares se funciona. Se falhar, terás muito trabalho para voltar atrás...</para
-></caution
-></para>
-</answer>
-<answer>
-<para
->No FreeBSD, deve editar o ficheiro <filename
->/etc/ttys</filename
-> e mudar uma das linhas semelhantes a <programlisting
->ttyv8 "/usr/X11R6/bin/xdm -nodaemon" xterm off secure</programlisting
-> para <userinput
->ttyv8 "/usr/local/bin/tdm -nodaemon" xterm off secure</userinput
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-
-<para
->Gostaria de pressionar o botão esquerdo do rato em qualquer lugar da área de trabalho e ter o menu <guimenu
->K</guimenu
-> disponível.</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Abra o <application
->Centro de Controlo do &kde;</application
-> e escolha <menuchoice
-><guisubmenu
->Aparência e Comportamento</guisubmenu
-><guisubmenu
->Ambiente de Trabalho</guisubmenu
-> <guisubmenu
->Geral</guisubmenu
-></menuchoice
->. Poderá agora escolher o comportamento dos 'clicks' do rato no ecrã. Para você ter o menu <guimenu
->K</guimenu
-> aberto com um só toque do botão esquerdo do rato, mude a opção <guilabel
->Botão esquerdo</guilabel
-> para <guilabel
->Menu de Aplicações</guilabel
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Onde encontro informação sobre os temas do &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Vai a <ulink url="http://kde.themes.org/"
->http://kde.themes.org/</ulink
-> ou a <ulink url="http://www.kde-look.org"
->http://www.kde-look.org</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como mudo os Tipos &MIME;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Se estiver a usar o &konqueror;, faça isto em alternativa: primeiro, abra a janela do &konqueror; e escolha <menuchoice
-><guimenu
->Editar</guimenu
-><guimenuitem
->Editar Tipo de Ficheiro</guimenuitem
-></menuchoice
->. Escolha o tipo que deseja modificar (<abbrev
->p.ex.</abbrev
-> <literal
->text/english</literal
-> ou <literal
->image/gif</literal
->), carregue no botão direito do rato, seleccione <guilabel
->Geral</guilabel
->, e escolha a ordem de preferência das aplicações que desejar.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O &kde; (&tdm;) não lê o meu <filename
->.bash_profile</filename
->!</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O <application
->xdm</application
-> e o &tdm; não correm uma 'login shell', por isso os <filename
->.profile</filename
->, <filename
->.bash_profile</filename
->, <abbrev
->etc.</abbrev
-> não são procurados. Quando o utilizador se liga, o <application
->xdm</application
-> corre o <command
->Xstartup</command
-> como root e depois o <command
->Xsession</command
-> como utilizador. Por isso a prática normal é adicionar instruções em <filename
->Xsession</filename
-> para procurar o perfil do utilizador. Edite os seus ficheiros <filename
->Xsession</filename
-> e <filename
->.xsession</filename
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como uso tipos de letra &TrueType; no &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-
-<para
->Precisa de instalar o suporte para tipos de letra &TrueType; na configuração do seu &X-Window;. Veja o <ulink url="http://x.themes.org/"
->x.themes.org</ulink
-> para os tipos de letra e o <ulink url="http://www.dcs.ed.ac.uk/home/jec/programs/xfsft/"
->xfsft: &TrueType; Font Support For X11</ulink
-> ou <ulink url="http://X-TT.dsl.gr.jp/"
->X-&TrueType; Server Project Home Page</ulink
-> para os servidores de tipos de letra.</para>
-
-<para
->Se tiveres um monte de tipos de letra &TrueType; do &Microsoft; &Windows;, edita o ficheiro <filename
->XF86Config</filename
-> para usar os tipos de letra da directoria em questão. Depois basta dizer ao &kde; para usar esses novos tipos de letra com o utilitário de administração de tipos de letra.</para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->É possível usar, mostrar e trabalhar com o Símbolo do Euro no &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim e não. Para mais pormenores, veja aqui: <ulink url="http://www.koffice.org/kword/euro.phtml"
->http://www.koffice.org/kword/euro.phtml</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-</qandaset>
-</chapter>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/contrib.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/contrib.docbook
deleted file mode 100644
index 10e44488a5..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/contrib.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,253 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-
-<chapter id="contribute">
-<title
->Contribuir</title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como posso contribuir para o &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O &kde; é um projecto de software que vive de contribuições voluntárias. Todos são encorajados a contribuir para o &kde;. Não são só os programadores que são bem-vindos. Existem muitas maneiras de poderes ajudar a melhorar o &kde;:</para>
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
->Testa o 'software'.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Envia relatórios sobre erros. Para mais informação sobre isto, vê <link linkend="bug-report"
->Como envio um relatório de um erro?</link
->.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Escreva documentação ou ficheiros de ajuda. Você poderá obter alguma informação visitando a <ulink url="http://i18n.kde.org/doc/"
->Página Principal da Equipa Editorial do &kde;</ulink
->.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Traduz programas, documentação e ficheiros de ajuda. Para mais informação sobre isto, deves ir ao <ulink url="http://i18n.kde.org"
->'Site' Web para Tradutores e Documentalistas do &kde;</ulink
->.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Desenhe ícones bonitos e componha efeitos sonoros. Você poderá visitar a <ulink url="http://www.kde.org/artist/index.html"
->página dos artistas do &kde;</ulink
-> para obter mais informações.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Escreve artigos e livros sobre o &kde;. Se queres ajudar a difundir o &kde;, manda simplesmente um email para <email
->kde-pr@kde.org</email
->. Isto colocar-te-á em contacto com os voluntários de relações públicas do &kde;.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Programa novas aplicações para o &kde;. Vê em <xref linkend="programming"/> para mais informações.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Claro que patrocinadores são também bem-vindos. :-)</para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-<para
->Existem vários locais onde você poderá ter mais informações se se quiser envolver no desenvolvimento. O primeiro passo é subscrever-se em algumas das <ulink url="http://www.kde.org/mailinglists.html"
->listas de correio</ulink
->. Irá encontrar facilmente alguma coisa que pode ser melhorada ou aperfeiçoada.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="bug-report">
-<para
->Como envio um relatório de erros?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Existe um sistema de controle de erros em <ulink url="http://bugs.kde.org"
->http://bugs.kde.org</ulink
->. O sistema tem um mecanismo de submissão de novos erros e uma lista de todos os erros conhecidos.</para>
-<para
->O modo mais fácil de submeteres um erro é seleccionares <menuchoice
-><guimenu
->Ajuda</guimenu
-><guimenuitem
->Comunicar Erro...</guimenuitem
-></menuchoice
-> na barra de menus da aplicação com o erro. Isto irá abrir uma pequena janela com uma ligação ao sistema de controle de erros. Segue as instruções do mecanismo de submissão de erros.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="programming">
-<para
->Quero programar para o &kde;. O que devo fazer primeiro?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Toda a gente é convidada a desenvolver software para o &kde;. O que deves fazer primeiro depende muito da tua experiência, <abbrev
->p.ex.</abbrev
-> se já aprendeste C++ ou tens experiência com o conjunto de ferramentas &Qt; e por aí fora.</para>
-<para
->Para começares a programar para o &kde;, irás precisar de algumas ferramentas básicas: o <application
->automake</application
->, o <application
->autoconf</application
-> e o <application
->egcs</application
->. Deves ver o <ulink url="http://developer.kde.org/"
->http://developer.kde.org/</ulink
-> para mais sugestões.</para>
-<para
->Outro recurso excelente para aprender a programar com o &kde; são os tutoriais online do &Qt;. Estes são instalados com o &Qt;. Para vê-los, aceda a <filename
->$<envar
->QTDIR</envar
->/doc/html/index.html</filename
-> no &konqueror; e guarde nos Favoritos. Os tutoriais podem ser encontrados em "Uso do Qt". O código-fonte para cada aula pode ser encontrado na directoria <filename class="directory" moreinfo="none"
->$<envar
->QTDIR</envar
->/tutorial</filename
->.</para>
-<para
->Há, no entanto, uma coisa que para quem esteja interessado em programar para o &kde; deve fazer: <emphasis
->subscrever a lista de correio de programadores</emphasis
->. Para subscreveres, deves mandar um email para <ulink url="mailto:kde-devel-request@kde.org"
->kde-devel-request@kde.org</ulink
-> com o assunto <userinput
->subscribe <replaceable
->o_teu_endereço_correio</replaceable
-></userinput
->. <important
-><para
->Lê <link linkend="subscribe"
->Como subscrever/deixar de subscrever estas listas</link
-> com atenção. Tudo que diz lá aplica-se também nas listas de desenvolvimento.</para
-></important
-></para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como tenho acesso ao <acronym
->CVS</acronym
->?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O projecto &kde; usa o <acronym
->CVS</acronym
-> para desenvolver as partes centrais do software. Normalmente, quando alteras uma das partes (<abbrev
->p.ex.</abbrev
-> corriges um erro), e queres submeter essa alteração, a melhor maneira de o fazer é criar um 'patch' contra uma imagem do estado actual e enviá-lo para o programador/gestor do programa respectivo.</para>
-<para
->Se fazes isto de uma maneira mais ou menos regular, podes pedir ao <ulink url="mailto:coolo@kde.org"
->Stephan Kulow</ulink
-> acesso directo ao servidor do <acronym
->CVS</acronym
->. Mas tem em atenção que mais utilizadores irá retardar o tempo de resposta do <acronym
->CVS</acronym
-> para todos os programadores, por isso pretendemos manter o número de pessoas com acesso directo ao <acronym
->CVS</acronym
-> razoavelmente pequeno. Mas estás à vontade para perguntar!</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Estou só curioso. Posso ter acesso só-de-leitura ao <acronym
->CVS</acronym
->?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim, é possível ter acesso só-de-leitura ao repositório do <acronym
->CVS</acronym
-> com o utilitário <application
->cvsup</application
-> ou com o <application
->cvs</application
->. Poderá encontrar mais informação sobre como configurar o <application
->cvsup</application
-> para o repositório &kde; em <ulink url="http://developer.kde.org/source/cvsup.html"
->Como usar o <application
->cvsup</application
-> para obter o &kde;</ulink
->.</para>
-<para
->Para além disso, o acesso anónimo ao serviço <acronym
->CVS</acronym
-> também está disponível. Para você saber como configurar e usar o <acronym
->CVS</acronym
-> em modo anónimo, veja <ulink url="http://developer.kde.org/source/anoncvs.html"
->aqui</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Existem alguns 'mirror sites' do <application
->cvs</application
-> para o &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim. O servidor principal do &kde; está normalmente muito ocupado e não responde. Por favor veja em <ulink url="http://developer.kde.org/source/cvsupmirrors.html"
->http://developer.kde.org/source/cvsupmirrors.html</ulink
-> e <ulink url="http://developer.kde.org/source/anoncvs.html"
->http://developer.kde.org/source/anoncvs.html</ulink
-> para a lista completa dos 'mirrors' disponíveis.</para
->
-<para
->Assim que tiveres seleccionado um novo servidor <application
->cvsup</application
->, muda simplesmente <screen
->
-*default host=cvs.kde.org
-</screen
-> para <screen
->
-*default host=cvsup.your.new.host
-</screen
-> no teu 'script' do <application
->cvsup</application
->.</para>
-<para
->As instruções como mudar de servidor de CVS anónimo também estão disponíveis em <ulink url="http://developer.kde.org/source/anoncvs.html"
->http://developer.kde.org/source/anoncvs.html</ulink
->. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como faço para traduzir programas &kde; para a minha língua?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Dá uma vista de olhos no <ulink url="http://i18n.kde.org"
->'Site' Web dos Tradutores e Documentalistas do &kde;</ulink
-> para veres se o teu programa já está traduzido ou não (muitos estão). Senão encontrarás aí informação em como fazê-lo tu próprio.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-</qandaset>
-</chapter>
-
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/desktop.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/desktop.docbook
deleted file mode 100644
index 5a1f87a792..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/desktop.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,151 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-<chapter id="desktop">
-<title
->O ecrã</title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como adiciono uma aplicação ao ecrã?</para>
-</question>
-<answer>
-
-<para
->Basta escolher a aplicação desejada do menu <guimenu
->K</guimenu
-> e arrastá-la para o Ecrã. </para
->
-<para
->Para as aplicações que não estão no menu <guimenu
->K</guimenu
->, utilize o botão direito do rato no ecrã e escolha o <menuchoice
-><guimenuitem
->Criar Novo</guimenuitem
-> <guisubmenu
->Ficheiro</guisubmenu
-> <guimenuitem
->Atalho para Aplicação</guimenuitem
-></menuchoice
-> e preencha a configuração da aplicação para qual deseja criar um atalho. </para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como monto/desmonto um dispositivo no ecrã?</para>
-</question>
-<answer>
-
-<para
->Primeiro, verifica que o teu utilizador tem permissões para executar <command
->mount</command
->/<command
->umount</command
-> no dispositivo. </para>
-<para
->Em seguida, pode adicionar o dispositivo carregando com o botão direito no ecrã e seleccionando <guimenuitem
->Criar Novo</guimenuitem
->. </para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Onde são guardados os ícones?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Os ícones só são encontrados se estiverem em <filename class="directory"
->$<envar
->TDEDIR</envar
->/share/icons</filename
->, em <filename class="directory"
->$<envar
->HOME</envar
->/.trinity/share/icons</filename
-> ou em <filename class="directory"
->$<envar
->HOME</envar
->/.kde2/share/icons</filename
->. Para usares ícones guardados noutras localizações, deves copiá-los para um dos locais acima mencionados; ou criar uma ligação simbólica ('symlink').</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como uso o botão-roda do rato no &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O suporte para a roda do rato vem com o &Qt; 2.0 e superior, por isso o &kde; irá automaticamente suportar o uso do botão-roda do rato.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Porque é que não consigo que o som do sistema trabalhe, por exemplo para abrir janelas?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Os sons do sistema neste momento não funcionam em sistemas não-FreeBSD e não-&Linux;. Isto está a ser resolvido. Se usares FreeBSD ou &Linux;, tens um erro, por isso comunica-o.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como lanço aplicações num ecrã em particular?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O &kde; vem com um programa chamado &kstart;. Para iniciar um <application
->xterm</application
-> no segundo ecrã e o activar em seguida utilize: <userinput
-><command
->kstart</command
-> <option
->--desktop 2 --activate --windows "xterm" </option
->xterm</userinput
->.</para>
-<para
->Repare que a opção <option
->--window</option
-> é importante. Esta recebe um argumento que é uma expressão regular correspondente ao título da janela onde aplicar a configuração.</para>
-<para
->Por favor lê <command
->kstart</command
-> <option
->--help-all</option
-> para descobrires mais acerca da magia feita pelo &kstart; (e esta não é pouca). </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Onde guardo os ficheiros se quero que apareçam directamente no ecrã?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
-><filename class="directory"
->$<envar
->HOME</envar
->/Desktop</filename
->. Podes precisar de refrescar o ecrã depois de gravares os teus ficheiros.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-</qandaset>
-</chapter>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/filemng.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/filemng.docbook
deleted file mode 100644
index 4b5688470f..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/filemng.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,276 +0,0 @@
-<!-- <?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd"
-> -->
-
-<chapter id="filemanager">
-<title
->O Gestor de Ficheiros e o Navegador Web</title>
-
-<para
->O gestor de ficheiros preferido do &kde; é o &konqueror;. A página principal do &konqueror; está em <ulink url="http://www.konqueror.org"
->http://www.konqueror.org</ulink
-> onde uma <acronym
->FAQ</acronym
-> específica do &konqueror; pode ser encontrada.</para>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como faço para usar o &konqueror; como navegador Web com um 'proxy'?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O &konqueror; pode ser usado com 'proxies' &HTTP; e &FTP;. Para você configurar o servidor 'proxy' no &konqueror;, basta seleccionar a <menuchoice
-><guimenu
->Configuração</guimenu
-><guisubmenu
->Configurar o &konqueror;...</guisubmenu
-></menuchoice
-> no menu do &konqueror; e ir para a página <guilabel
->Proxy</guilabel
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como posso mudar a aparência de uma pasta no &konqueror;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Carregue com o botão direito na pasta, seleccione as <guimenuitem
->Propriedades</guimenuitem
-> e carregue no ícone grande da janela que aparece, para poder escolher outro ícone.</para>
-<para
->Para mudar o ícone mostrado para os itens do <guimenu
->Menu K</guimenu
->, use o <application
->Editor do Menu</application
->, localizado em <menuchoice
-><guisubmenu
->Preferências</guisubmenu
-><guimenuitem
->Editor do Menu</guimenuitem
-></menuchoice
->. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como posso fazer transferências &FTP; não-anónimas com o &konqueror;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Normalmente, quando utilizas um &URL; como <userinput
->ftp://<replaceable
->ftp.algumservidor.com</replaceable
-></userinput
->, o &konqueror; tentar efectuar uma ligação anónima ao servidor &FTP;. Se quiseres ligar-te como um utilizador em particular, usa então um &URL; do tipo <userinput
->ftp://<replaceable
->utilizador@ftp.algumservidor.com</replaceable
-></userinput
->. O &konqueror; irá perguntar-te pela senha e fazer a ligação ao servidor.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry
-> <question
-> <para
->O que são <option
->%i</option
-> e <option
->%m</option
-> na linha de Execução?</para
-> </question
-> <answer>
-<para
->Eles são usados por todas as aplicações do &kde; (pois estão implementados em <classname
->TDEApplication</classname
-> e todos os bons programas &kde; criam um objecto <classname
->TDEApplication</classname
-> mesmo antes de olharem para os argumentos da linha de comando).</para
-> <para
->Uma linha de comando para uma aplicação &kde; normal assemelha-se a isto: <command
->foo <option
->... %i %m -caption \"%c\"</option
-></command
->. Bastante confuso, mas foi desenvolvido deste modo para que possa integrar aplicações antigas, não-&kde; o melhor possível. O &konqueror; quando executam a linha acima extendem o comando para <command
->foo <option
->-icon something.xpm -miniicon something_mini.xpm -caption \"The Foo\"</option
-></command
->. Tanto o ícone como o mini-ícone e o "The Foo" são propriedades definidas no ficheiro <filename
->.desktop</filename
->. Se os ícones não estão definidos, terão então atribuídos o nome do executável <replaceable
->foo</replaceable
->.</para>
-
-<para
->Deste modo um utilizador pode mudar estas coisas no &kmenuedit; para as suas aplicações. O <option
->-caption</option
-> é importante, porque nenhum utilizador irá aceitar que o elemento do menu <guimenuitem
->Editor</guimenuitem
-> comece alguma coisa chamada <guilabel
->kedit-0.9pl4-build47</guilabel
->. Ao contrário, ele espera uma janela chamada <guilabel
->Editor</guilabel
->. Além disso, esses nomes são locais, <abbrev
->i.e.</abbrev
-> um utilizador americano lança o <guimenuitem
->CD-Player</guimenuitem
-> e aparece uma janela chamada <guilabel
->CD-Player</guilabel
-> enquanto que um utilizador alemão lança <guimenuitem
->CD Spieler</guimenuitem
-> e aparece uma janela chamada <guilabel
->CD-Spieler</guilabel
->.</para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como especifico a pasta de arranque para o &konqueror;?</para>
-</question>
-<answer>
-
-<para
->Carregue no botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> no ícone do &konqueror; e escolha as <guimenuitem
->Propriedades</guimenuitem
->. Sob a barra <guilabel
->Aplicação</guilabel
->, irá com certeza encontrar algo como <command
->kfmclient openProfile filemanagement</command
->; basta adicionar <filename class="directory"
->file:/onde/desejar</filename
->, com a pasta onde deseja que o &konqueror; comece.</para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="nsbookmark">
-<para
->Como importo os favoritos do &Netscape;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Não há necessidade de importar nada. Os favoritos do &Netscape; são automaticamente disponibilizados sob o menu <guimenu
->Favoritos</guimenu
-> no &konqueror;, sem nenhuma configuração necessária da tua parte. O <application
->Editor de Favoritos</application
-> consegue converter favoritos do &Netscape; para o formato utilizado pelo &konqueror;, se assim o desejares.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que engano 'sites' Web de modo que acreditem que o &konqueror; é o &Netscape; ou outro navegador qualquer?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->No &konqueror;, seleccione a <menuchoice
-><guimenu
->Configuração</guimenu
-><guimenuitem
->Configurar o Konqueror...</guimenuitem
-></menuchoice
-> onde, na janela de configuração poderá seleccionar a <guilabel
->Identificação do Navegador</guilabel
->. As identificações predefinidas e específicas dos 'sites' poderão ser definidas aqui.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como configuro o &konqueror; para correr 'applets' de &Java;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Escolha a <menuchoice
-><guimenu
->Configuração</guimenu
-><guisubmenu
->Configurar o &konqueror;...</guisubmenu
-><guimenuitem
->Navegador &konqueror;</guimenuitem
-></menuchoice
-> a partir da barra de menus do &konqueror;. Lembre-se que tem de estar a ver uma página Web para que o menu <guimenu
->Configuração</guimenu
-> não esteja desactivado. Se não funcionar, verifique por favor o <ulink url="http://www.konqueror.org/konq-java.html"
->Konqueror + Java HOWTO</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O que é esta nova política <guilabel
->Inteligente</guilabel
-> para as janelas Web de JavaScript?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Esta nova política tenta bloquear as janelas de anúncios usando o JavaScript. Se o utilizador não carregar num botão ou submeter um formulário para desencadear a janela, então esta não será permitida. Alguns 'sites' tentarão abrir uma segunda nova janela de dentro da primeira pelo que, neste caso, a segunda janela não aparecerá. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Porque é que o meu 'site' de banca não funciona no &konqueror;? Abre uma janela nova com o ecrã de autenticação nos outros navegadores, mas não no &konqueror;.</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Verifica se tens o JavaScript ligado, e se tens a política de janelas Web por JavaScript configurada como <guilabel
->Perguntar</guilabel
-> ou <guilabel
->Permitir</guilabel
->. A política <guilabel
->Inteligente</guilabel
-> nem sempre é suficiente para alguns bancos. Muitos dos bancos também necessitam do suporte de &Java;. Podes obter mais ajuda sobre isto em <ulink url="http://www.konqueror.org/"
->http://www.konqueror.org/</ulink
->. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Porque é que o &konqueror; não mostra imagens &GIF;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->É porque não escolheste o suporte &GIF; no &Qt;. Para mais detalhes vê em <xref linkend="gif"/>.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como mudo o nome aos ficheiros?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Basta carregar com o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> no ficheiro e seleccionar <guimenuitem
->Mudar o Nome</guimenuitem
->, ou carregue um vez num ficheiro já seleccionado. O atalho do teclado por omissão para mudar o nome de um ficheiro é o <keycap
->F2</keycap
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-</qandaset>
-</chapter>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/getkde.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/getkde.docbook
deleted file mode 100644
index 3ecb532179..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/getkde.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,111 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-<chapter id="getting-kde">
-<title
->Obter o &kde;</title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question id="where-to-get-kde">
-<para
->Onde arranjo o &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<!-- This needs a rewrite including informations about the latest version (link to the info page?)-->
-<para
->O sítio principal de distribuição para o &kde; é o <ulink url="ftp://ftp.kde.org"
->ftp.kde.org</ulink
->. No entanto, está muitas vezes com bastante carga, por isso o utilizador poderá preferir usar o <ulink url="http://download.kde.org/"
->download.kde.org</ulink
->, o qual o direcciona automaticamente para o 'mirror' mais próximo de si. Você também poderá dar uma vista de olhos na lista dos <ulink url="http://www.kde.org/ftpmirrors.html"
->'mirrors' do &kde;</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Existem distribuições de &Linux; que tragam o &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim, as distribuições mais importantes já trazem o &kde;. Como construir distribuições leva algum tempo, podem não trazer a última versão, mas para começar ou para evitar transferir da Internet, são um bom ponto de partida. </para>
-<para
->Você poderá encontrar uma lista actualizada das distribuições que trazem o &kde; <ulink url="http://www.kde.org/download/distributions.php"
->aqui</ulink
->. </para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Qual é a versão actual?</para>
-</question>
-<answer>
-
-<para
->Neste momento, a última versão estável é a 3.2</para>
-
-<para
->A <ulink url="http://www.kde.org/info/3.2.php"
->Página de Informação do &kde; 3.2</ulink
-> contém muita informação específica a esta versão.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Onde encontro as últimas versões do &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Você poderá obter as versões mais recentes do &kde; em <ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots"
->ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots</ulink
->. Poderá também configurar o seu cliente de <acronym
->CVS</acronym
-> de modo a manter as últimas versões em qualquer altura. Veja em <ulink url="http://developer.kde.org/source/anoncvs.html"
-><acronym
->CVS</acronym
-> anónimo e o &kde;</ulink
-> para mais informações. </para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="where-to-get-qt">
-<para
->Onde arranjo o &Qt;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O &Qt; é um produto de uma empresa norueguesa, a Trolltech. Podes sempre obter a última versão do &Qt; no seu <ulink url="ftp://ftp.troll.no"
->servidor &FTP;</ulink
->.</para>
-<para
->E na maior parte das distribuições de &Linux; actuais, o &Qt; já vem incluído. Vê <xref linkend="prerequisites"/> para saberes a versão do &Qt; que precisas.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="qt">
-<para
->A propósito, o que é o &Qt;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O &Qt; é a classe de bibliotecas baseadas em C++ para construir interfaces de utilizador. Também inclui muitas classes de utilitários como classes de strings e classes para lidar com entradas/saídas. Fornece a maioria dos elementos que verá numa aplicação do &kde;: menus, botões, barras deslizantes, &etc;. O &Qt; é uma biblioteca para várias plataformas que permite ao utilizador escrever código que compila em sistemas &UNIX; bem como em &Windows;. Você poderá aprender mais sobre o &Qt; em <ulink url="http://www.trolltech.com"
->http://www.trolltech.com</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-</qandaset>
-</chapter>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/index.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/index.docbook
deleted file mode 100644
index eeb383f1ac..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/index.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,167 +0,0 @@
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE book PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd" [
- <!ENTITY kappname "&kde; Frequently Asked Questions">
- <!ENTITY % addindex "IGNORE">
- <!ENTITY % Portuguese "INCLUDE"
-> <!-- change language only here -->
- <!ENTITY faq-about SYSTEM "about.docbook">
- <!ENTITY faq-intro SYSTEM "intro.docbook">
- <!ENTITY faq-getkde SYSTEM "getkde.docbook">
- <!ENTITY faq-install SYSTEM "install.docbook">
- <!ENTITY faq-panel SYSTEM "panel.docbook">
- <!ENTITY faq-desktop SYSTEM "desktop.docbook">
- <!ENTITY faq-winmng SYSTEM "winmng.docbook">
- <!ENTITY faq-filemng SYSTEM "filemng.docbook">
- <!ENTITY faq-configkde SYSTEM "configkde.docbook">
- <!ENTITY faq-kdeapps SYSTEM "kdeapps.docbook">
- <!ENTITY faq-nonkdeapps SYSTEM "nonkdeapps.docbook">
- <!ENTITY faq-tips SYSTEM "tips.docbook">
- <!ENTITY faq-misc SYSTEM "misc.docbook">
- <!ENTITY faq-notrelated SYSTEM "notrelated.docbook">
- <!ENTITY faq-moreinfo SYSTEM "moreinfo.docbook">
- <!ENTITY faq-contrib SYSTEM "contrib.docbook">
- <!ENTITY faq-credits SYSTEM "credits.docbook">
-
-
-]>
-<!--Time-stamp: "2001-09-03 00:10:00 endres"-->
-<book lang="&language;">
-
-<bookinfo>
-<title
->Perguntas Mais Frequentes do &kde;</title>
-
-<authorgroup>
-<author>
-<surname
->A Equipa do &kde;</surname>
-</author>
-<othercredit role="translator"
-><firstname
->Pedro</firstname
-><surname
->Medas</surname
-><affiliation
-><address
-><email
->pmedas@aeiou.pt</email
-></address
-></affiliation
-><contrib
->Tradução</contrib
-></othercredit
->
-
-</authorgroup>
-
-<copyright>
-<year
->1997</year>
-<year
->1998</year>
-<year
->1999</year>
-<year
->2000</year>
-<year
->2001</year>
-<year
->2003</year>
-<holder
->A Equipa do &kde;</holder>
-</copyright>
-
-<legalnotice
->&FDLNotice;</legalnotice>
-
-<date
->2003-09-16</date>
-<releaseinfo
->3.2</releaseinfo>
-
-<abstract>
-<para
->Esta é uma compilação das perguntas mais frequentemente feitas sobre o Ambiente de Trabalho K. Por favor, informe-nos de quaisquer erros, inconsistências ou omissões que encontre nesta <acronym
->FAQ</acronym
-> em <email
->kde-doc-english@kde.org</email
->. Não envie as suas perguntas para esta lista. Envie-las sim para as listas de correio e grupos de discussão do &kde;. Elas são utilizadas para esta FAQ.</para
-> </abstract>
-
-<keywordset>
-<keyword
->KDE</keyword>
-<keyword
->FAQ</keyword>
-<keyword
->pergunta</keyword>
-<keyword
->resposta</keyword>
-</keywordset>
-</bookinfo>
-
-&faq-about;
-&faq-intro;
-&faq-getkde;
-&faq-install;
-&faq-panel;
-&faq-desktop;
-&faq-winmng;
-&faq-filemng;
-&faq-configkde;
-&faq-kdeapps;
-&faq-nonkdeapps;
-&faq-tips;
-&faq-misc;
-&faq-moreinfo;
-&faq-contrib;
-
-<chapter id="credits">
-<title
->Créditos e Licença</title>
-
-<para
->Os gestores actuais da &FAQ; são:</para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
->Rainer Endres <email
->endres@kde.org</email
-></para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-
-<para
->Muitas das respostas nesta &FAQ; são retiradas das várias listas de correio e grupos de discussão do &kde;. Aqui fica um <emphasis
->grande</emphasis
-> agradecimento a todos que contribuíram com respostas que eventualmente apareçam nesta &FAQ;.</para>
-
-<para
->Agradecimento especiais para o anterior responsável pela &FAQ;, o qual escreveu a maior parte do seu conteúdo e fez um excelente trabalho: Sr. Lee Wee Tiong </para>
-
-
-<para
->Tradução de Pedro Medas <email
->pmedas@aeiou.pt</email
-></para
->
-&underFDL; </chapter>
-
-&documentation.index;
-</book>
-<!--
-Local Variables:
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-omittag:t
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:2
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:nil
-sgml-exposed-tags:nil
-End:
--->
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/install.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/install.docbook
deleted file mode 100644
index b5a1b7420a..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/install.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,1043 +0,0 @@
-<!-- <?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd"
-> -->
-
-
-<chapter id="install">
-<title
->Instruções de instalação</title>
-
-<para
->Estas são as instruções genéricas para o Ambiente de Trabalho K. Complemente a sua leitura com os <filename
->README</filename
->s e os <filename
->INSTALL</filename
->s que vêm com o pacote. Leia-os cuidadosamente e tente ajudar-se a si próprio se algo correr mal. Se necessitar de mais assistência, pense em juntar-se às listas do correio (veja as instruções do nosso 'site' Web para se juntar às <ulink url="http://www.kde.org/mailinglists/"
->listas de correio</ulink
->) ou grupos de notícias do &kde;.</para>
-
-
-<qandaset>
-
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Para possíveis convertidos</para>
-</question>
-<answer>
-
-<para
->Então ouviu os rumores. Ou viu as imagens de exemplo, e está ansioso por possuir o &kde;, mas nao sabe nada acerca desta história de <quote
->SO alternativo</quote
->. Não se preocupe! Só precisa de fazer algumas (bem, talvez nem tantas) leituras e é tudo!</para>
-
-<para
->O &kde; não corre no &Microsoft; &Windows; 95/98/NT ou OS/2 (ainda). Para correr o &kde;, precisa de ter um sistema &UNIX;. Baseie-se na <xref linkend="platform"/> para mais detalhes.</para>
-
-<para
->Decida a plataforma e configure-a para o seu sistema. Esta <acronym
->FAQ</acronym
-> não o pode ajudar com iso, dado que o &kde;<ulink url="http://www.kde.org"
-> corre em muitas plataformas &UNIX;</ulink
->. </para>
-
-<!-- Taken out because we can not help with all platforms and KDEisnotLINUX -->
-
-<para
->Finalmente, está pronto para iniciar a instalação do &kde;. Comece a ler a partir da próxima secção. Para obter o &kde;, veja <xref linkend="where-to-get-kde"/>. Por último, se encontrar alguns problemas ao instalar o &kde;, não hesite em usar as <link linkend="mailing-lists"
->listas do correio</link
-> e <link linkend="newsgroups"
->grupos de discussão</link
-> do &kde;. Mas tenha isto em mente: não existem perguntas descabidas, existem é respostas descabidas, principalmente se já foram respondidas na <acronym
->FAQ</acronym
->.</para>
-<para
->Boa sorte e divirta-se!</para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Formatos de pacotes disponíveis</para>
-</question>
-<answer>
-
-
-<para
->Pode encontrar vários tipos de pacotes binários e de código para as diferentes distribuições e sistemas operativos em &kde-ftp;. Os pacotes binários não são feitos pela equipa do &kde;, mas pelos próprios distribuidores ou por indivíduos dedicados. Veja na <ulink url="http://dot.kde.org/986933826/"
->Política de Pacotes do &kde; Explicada</ulink
-> para mais informações sobre a Política de Pacotes do &kde;. A única versão <quote
->oficial</quote
-> são os pacotes tar.bz2 de código. Veja os <filename
->README</filename
->s e <filename
->INSTALL</filename
->s nas várias directorias de binários. Para uma lista dos pacotes disponíveis para uma dada versão, veja a página de informação relevante. Para a última versão esta é a <ulink url="http://www.kde.org/info/3.2.php"
->Página de Informação do &kde; 3.2</ulink
->.</para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="prerequisites">
-<para
->Pré-requisitos</para>
-</question>
-<answer>
-
-<!-- rewrite to make it more general, pointing to the according webpages? -->
-
-<para
->Para o &kde; 3.2, necessita da biblioteca &Qt; versão 3.2 ou superior. Confirme que obteve o &Qt; correcto. Também necessita dos ficheiros de inclusão, se quiser compilar você mesmo o &kde;. Estão todos disponíveis sem encargos em <ulink url="http://www.trolltech.com/products/download"
->http://www.trolltech.com/download</ulink
->. Para além disso, existem bibliotecas opcionais que podem melhorar o &kde; se estiverem instalados no seu sistema. Um dos exemplos é o OpenSSL que permitirá ao &konqueror; navegar seguramente nas páginas Web; a versão necessária deve ser
->= 0.9.6. Esta deve ser fornecida pelo próprio distribuidor; se não for, peça uma actualização.</para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Descrição dos pacotes de base.</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->A distribuição de base consiste neste momento em onze pacotes. Alguns são obrigatórios, enquanto que outros não. Cada pacote está disponível em cada um dos formatos supracitados.</para>
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
->tdelibs</term>
-<listitem>
-<para
->Necessário</para>
-<para
->Este pacote contém as bibliotecas partilhadas que são necessárias por todas as aplicações do &kde;.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdebase</term>
-<listitem>
-<para
->Necessário</para>
-<para
->Este pacote contém as aplicações de base que formam o núcleo do Ambiente de Trabalho K, como o gestor de janelas, o emulador de terminal, o centro de controlo, o gestor de ficheiros e o painel.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->&arts;</term>
-<listitem>
-<para
->Necessário</para>
-<para
->O servidor de som &arts;. Um servidor de som poderoso e transparente na rede.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdeaddons</term>
-<listitem>
-<para
->Opcional</para>
-<para
->Vários 'plugins' para o &kate;, o &kicker;, o &knewsticker;, o &konqueror; e o &noatun; </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdeartwork</term>
-<listitem>
-<para
->Opcional</para>
-<para
->Mais papéis de parede, temas, estilos, sons ...</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdebindings</term>
-<listitem>
-<para
->Opcional</para>
-<para
->Várias interfaces para outras linguagens, incluindo o &Java;, o Perl, o Python, ...</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdegames</term>
-<listitem>
-<para
->Opcional</para>
-<para
->Vários jogos como o &kmahjongg;, o &ksnake;, o &kasteroids; e o &kpatience;.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdegraphics</term>
-<listitem>
-<para
->Opcional</para>
-<para
->Vários programas gráficos como os visualizadores de &PostScript; e &DVI; e um programa de desenho.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdeutils</term>
-<listitem>
-<para
->Opcional</para>
-<para
->Várias ferramentas de trabalho como um calculadora, um editor e outras coisas úteis.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdemultimedia</term>
-<listitem>
-<para
->Opcional</para>
-<para
->Aplicações multimédia como um leitor de &CD;s e uma mesa de mistura.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdenetwork</term>
-<listitem>
-<para
->Opcional</para>
-<para
->Aplicações de rede. De momento contém o cliente de email &kmail;, o leitor de notícias &knode;, entre muitos outros programas de rede.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdeadmin</term>
-<listitem>
-<para
->Opcional</para>
-<para
->Programas de administração do sistema.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdeedu</term>
-<listitem>
-<para
->Aplicações educativas e de entretenimento para os utilizadores do &kde; mais novos. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdetoys</term>
-<listitem>
-<para
->Opcional</para>
-<para
->Brinquedos!</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->tdevelop</term>
-<listitem>
-<para
->Opcional</para>
-<para
->Um Ambiente de Desenvolvimento Integrado para o &kde; e para o Qt</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-
-<para
->O &arts; e o 'tdelibs' devem ser instalados antes de tudo; por último deve-se instalar o 'tdeaddons'. Os restantes pacotes podem ser instalados por qualquer ordem.</para>
-
-<para
->A maioria das ferramentas de gestão de pacotes deixá-lo-ão colocar estes pacotes numa pasta e instalá-los de uma vez, descobrindo eles próprios as suas dependências.</para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Instruções de instalação para os diferentes formatos de pacotes</para>
-</question>
-<answer>
-<para
-><important>
-<para
->Não se esqueça de ler os ficheiros <filename
->README</filename
-> e <filename
->INSTALL</filename
-> se estiverem disponíveis.</para>
-</important
-></para>
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
->Instalação dos pacotes da Debian</term>
-<listitem>
-<para
->Os pacotes da Debian instalam-se de acordo com o <acronym
->FHS</acronym
-> (File Hierarchy Standard).</para>
-<procedure>
-<step performance="required"
-><para
->torne-se super-utilizador</para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
->Corra <command
->dpkg <option
->-i <replaceable
->nomepacote.deb</replaceable
-></option
-></command
-> para todos os pacotes que deseja instalar.</para
-></step>
-</procedure>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->Instalação dos pacotes <acronym
->RPM</acronym
-></term>
-<listitem>
-<procedure>
-<title
->Para instalar os <acronym
->RPM</acronym
->s com binários</title>
-<step performance="required"
-><para
->torne-se super-utilizador</para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
->execute <command
->rpm <option
->-ivh <replaceable
->nomepacote.rpm</replaceable
-></option
-></command
-></para
-></step>
-</procedure>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->Instalação dos ficheiros <filename
->.tar.bz2</filename
-> com código</term>
-<listitem>
-<para
->Dado que existem sempre alterações e actualizações na forma como o &kde; é compilado, veja em <ulink url="http://developer.kde.org/build/index.html"
->Transferir e Instalar o Código</ulink
-> para as instruções de instalação dos pacotes com código-fonte mais actualizadas. </para>
-<para
->A seguinte aproximação deve, contudo, funcionar na maioria dos casos. </para>
-<para
->O pacote <filename
->.tar.bz2</filename
-> de código instala-se em <filename class="directory"
->/usr/local/kde</filename
-> por omissão. Pode alterar esta configuração usando a opção <option
->--prefix</option
-> do programa <filename
->configure</filename
->.</para>
-<procedure>
-<step performance="required"
-><para
->descompacte os pacotes com o comando <command
->tar <option
->jxvf <replaceable
->nomepacote.tar.bz2</replaceable
-></option
-></command
-></para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
->mude a pasta actual para a do pacote: <command
->cd <replaceable
->nomepacote</replaceable
-></command
-></para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
->configure o pacote: <command
->./configure</command
-> <note
-><para
->Alguns pacotes (principalmente o tdebase) têm opções especiais de configuração que podem ser apropriadas para a sua instalação. Escreva <command
->./configure <option
->--help</option
-></command
-> para ver as opções disponíveis.</para
-></note
-></para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
->construa o pacote: <command
->make</command
-></para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
->instale o pacote: <command
->su <option
->-c "make install"</option
-></command
-> (se não for já o root). Se já estiver como root, basta escrever <command
->make <option
->install</option
-></command
->.</para
-></step>
-</procedure>
-</listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Procedimentos pós-instalação</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Primeiro que tudo, certifique-se que já adicionou a pasta de instalação dos binários do &kde; (&eg; <filename class="directory"
->/usr/local/kde/bin</filename
->) ao seu <envar
->PATH</envar
-> e a pasta de instalação das bibliotecas do &kde; ao seu <envar
->LD_LIBRARY_PATH</envar
-> (só é necessário nos sistemas que não suportam o 'rpath'; no &ELF; do &Linux;, deve funcionar sem isto). Esta variável de ambiente pode ser chamada de forma diferente nalguns sistemas, <abbrev
->p. ex.</abbrev
-> é chamada de <envar
->SHLIB_PATH</envar
-> no &IRIX;. Depois defina a variável <envar
->TDEDIR</envar
-> a apontar para a base da sua árvore do &kde; <abbrev
->p.ex.</abbrev
-> <filename class="directory"
->/usr/local/kde</filename
->. <caution
-> <para
->Tenha em conta que é pouco inteligente definir a variável <envar
->LD_LIBRARY_PATH</envar
-> sem ter cuidado. Na maioria dos casos é desnecessária e pode causar problemas em vez de ajudar. Existe uma página Web escrita por <ulink url="mailto:barr@cis.ohio-state.edu"
->Dave Barr</ulink
-> a explicar os problemas da variável <envar
->LD_LIBRARY_PATH</envar
-> e pode ser encontrada em <ulink url="http://www.cis.ohio-state.edu/~barr/ldpath.html"
->http://www.cis.ohio-state.edu/~barr/ldpath.html</ulink
->.</para>
-</caution>
-</para>
-<para
->Ainda que possa usar a maioria das aplicações do &kde; bastando para isso chamá-las, só pode beneficiar completamente das funcionalidades avançadas do &kde; se usar o gestor de janelas do &kde; e os seus programas auxiliares.</para>
-<para
->De modo a ser fácil para o utilizador, existe um programa simples chamado <filename
->starttde</filename
-> que é instalado na directoria <filename class="directory"
->$<envar
->TDEDIR</envar
->/bin</filename
-> e que, por isso, está no seu PATH.</para>
-<para
->Edite o ficheiro <filename
->.xinitrc</filename
-> na sua pasta pessoal (faça uma cópia de segurança primeiro!), remova tudo o que pareça chamadas ao gestor de janelas e introduza <command
->starttde</command
-> em alternativa. Reinicie o &X-Server;. Se usar o &tdm;/<application
->xdm</application
->, terá de editar o ficheiro <filename
->.xsession</filename
-> em vez do <filename
->.xinitrc</filename
->. Se não existir nenhum dos ficheiros <filename
->.xinitrc</filename
-> ou <filename
->.xsession</filename
-> na sua pasta pessoal, basta criar um deles, contendo apenas uma linha que diz <command
->starttde</command
->. <note
-> <para
->Alguns sistemas (nomeadamente o &RedHat; &Linux;) utilizam o <filename
->.Xclients</filename
-> em alternativa.</para>
-</note
-></para>
-<para
->Isto deve-lhe apresentar um novo ambiente de trabalho do &kde;. Pode começar a explorar o mundo maravilhoso do &kde;. No caso de querer ler alguma documentação em primeiro lugar, existe um <ulink url="http://www.kde.org/documentation/quickstart/index.html"
->Guia de Iniciação Rápida</ulink
-> altamente recomendado disponível. Para além disso, cada aplicação tem uma ajuda 'online' que está disponível através do menu de <guimenu
->ajuda</guimenu
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Devo remover a versão antiga xyz antes de instalar uma nova?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Em princípio, isso não é necessário. Os pacotes <acronym
->RPM</acronym
-> e da Debian devem resolver todas as dependências.</para>
-<para
->Se você compilar por si próprio o código-fonte, deverá ter mais atenção. As instruções para executar duas versões diferentes do &kde; no mesmo sistema são dadas em <ulink url="http://developer.kde.org/build/kde2-and-kde3.html"
->http://developer.kde.org/build/kde2-and-kde3.html</ulink
->. Todavia, lembre-se que a execução de duas versões diferentes do &kde; a partir do código poderá conduzir a problemas se você não tiver cuidado. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="starttde">
-<para
->Como é que inicio o &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O método mais confortável de iniciar o &kde; é usar o ficheiro <filename
->starttde</filename
->. Basta pôr a linha <command
->starttde</command
-> no fim do seu ficheiro <filename
->.xsession</filename
-> (ou um dos ficheiros <filename
->.xinitrc</filename
-> ou <filename
->.Xclients</filename
->, se não estiver a usar o &tdm; ou o <application
->xdm</application
->). Remova também as linhas que iniciam o seu gestor de janelas anterior. Se não existir um ficheiro <filename
->.xsession</filename
->, <filename
->.xinitrc</filename
-> ou <filename
->.Xclients</filename
-> na sua pasta pessoal, basta criar um novo que contenha apenas uma linha: <command
->starttde</command
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-<!-- Still needed?
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Whenever I start &kde;, it complains about "shadow passwords".
-Why?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->When your system uses shadow passwords, the screensaver can only
-run properly if the suid bit is set. This bit gives the screensavers
-root privileges, which are needed to access the shadow passwords.
-<caution
-><para
->The screensavers might be configured to secure the
-machine until the password is entered.</para
-></caution
-></para>
-<procedure>
-<title
->Setting the suid bit on the screensavers</title>
-<step performance="required"
-><para
->become root</para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
-><command
->chown root
-$<envar
->TDEDIR</envar
->/bin/*.kss</command
-></para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
-><command
->chmod u+s
-$<envar
->TDEDIR</envar
->/bin/*.kss</command
-></para
-></step>
-</procedure>
-<para
->Alternatively, if you compile &kde; from source, you can use
-<command
->./configure <option
->with-shadow</option
-></command
-> to
-configure tdebase. Then the suid bit is set automatically during
-<command
->make install</command
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
--->
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->É possível instalar o &kde; numa pasta de utilizador?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim, pode instalar o &kde; em qualquer pasta que desejar. O que tem a fazer depende do tipo de pacotes que quer instalar:</para>
-<procedure
-><title
->Pacotes de código</title>
-<step performance="required"
-><para
->Configure e instale o pacote usando <command
->configure <option
->--prefix=<replaceable
->/users/myhome/kde</replaceable
-></option
->; make; make install</command
-> para instalar dentro de <filename class="directory"
->/users/myhome/kde</filename
->.</para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
->Adicione o seguinte aos seus ficheiros do init. Repare que isto não é necessário definir o valor de <envar
->LD_LIBRARY_PATH</envar
->, por isso é melhor deixá-lo.</para>
-
-<para
->Para o csh ou o tcsh:</para>
-<programlisting
->setenv TDEDIR /users/myhome/kde
-
-if ( $?LD_LIBRARY_PATH ) then
- setenv LD_LIBRARY_PATH $TDEDIR/lib:$LD_LIBRARY_PATH
-else
- setenv LD_LIBRARY_PATH $TDEDIR/lib
-endif
-
-if ( ! $?LIBRARY_PATH ) then
- setenv LIBRARY_PATH $LD_LIBRARY_PATH
-endif
-</programlisting>
-<para
->Na <application
->bash</application
->:</para>
-<programlisting
->TDEDIR=/users/myhome/kde
-PATH=$TDEDIR/bin:$PATH
-LD_LIBRARY_PATH=$TDEDIR/lib:$LD_LIBRARY_PATH
-LIBRARY_PATH=$LD_LIBRARY_PATH
-export TDEDIR PATH LD_LIBRARY_PATH LIBRARY_PATH
-</programlisting
-></step>
-</procedure>
-<procedure
-><title
->pacotes <acronym
->RPM</acronym
-></title>
-<step performance="required"
-><para
->O <command
->rpm</command
-> permite-lhe usar a opção <option
->--prefix</option
-> para seleccionar a pasta em que deseja instalar. Por exemplo, a execução de <command
->rpm <option
->-i --prefix=<replaceable
->/users/myhome/kde pacote.rpm</replaceable
-></option
-></command
-> irá instalar o pacote em <filename class="directory"
->/users/myhome/kde</filename
->.</para
-></step>
-</procedure>
-<para
-><note>
-<para
->Embora o &kde; vá correr a partir de uma directoria de utilizador, existem alguns problemas com os programas que necessitem de 'suid root', <abbrev
->p.ex.</abbrev
-> os programas do pacote 'tdeadmin'. Mas como à partida não são para ser executados pelos utilizadores, não há motivo de preocupação.</para>
-<para
->Contudo, nos sistemas com senhas escondidas, os protectores de ecrã têm de estar 'suid root' para permitir o acesso às senhas para desbloquear o ecrã, por isso esta opção não irá funcionar.</para>
-</note
-></para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O <command
->starttde</command
-> falha com <errorname
->can not connect to X server</errorname
->. O que se passa?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Provavelmente tentou iniciar o servidor X com o <command
->starttde</command
->. O servidor X é iniciado com o <command
->startx</command
->. O <command
->starttde</command
-> é o programa que deve ser executado a partir do seu <filename
->.xinitrc</filename
->, <filename
->.xsession</filename
-> ou <filename
->.Xclients</filename
-> para activar o gestor de janelas e os programas de servidor necessários para o &kde;. Veja também <xref linkend="starttde"/>.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->&kde; no &AIX;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->A <acronym
->IBM</acronym
-> suporta agora oficialmente o &kde; no &AIX;. Você poderá encontrar mais detalhes em <ulink url="http://www.ibm.com/servers/aix/products/aixos/linux/index.html"
->http://www.ibm.com/servers/aix/products/aixos/linux/index.html</ulink
->. Existe também alguma informação mais antiga em <ulink url="http://space.twc.de/~stefan/kde/aix.html"
->http://space.twc.de/~stefan/kde/aix.html</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->&kde; num portátil?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Se conseguir executar o &X-Window; no seu portátil, não deve ter nenhum problema a executar o &kde;. Para além disso, poderá achar as seguintes referências úteis:</para>
-<itemizedlist>
-<listitem>
-<para
-><ulink url="http://www.linux-laptop.net/"
->http://www.linux-laptop.net/</ulink
-></para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
-><ulink url="http://www.sanpei.org/Laptop-X/note-list.html"
->http://www.sanpei.org/Laptop-X/note-list.html</ulink
-></para>
-</listitem>
-</itemizedlist>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Eu tenho um 'chipset' Neomagic no meu portátil. Existe algo de especial que eu deva fazer para correr o &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Em alguns dos portáteis que usam o 'chipset' 2160 (MagicGraph 128XD), são necessárias as seguintes opções no ficheiro <filename
->XF86Config</filename
-> para evitar um bloqueio do motor gráfico:</para>
-<screen
->Option "XaaNoScanlineImageWriteRect"
- Option "XaaNoScanlineCPUToScreenColorExpandFill"</screen>
-
-<para
->Se tiver alguns problemas de bloqueio do ecrã ao usar o &kde;, tente por favor esta opção.</para
->
-</answer
->
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Não gosto da pasta por omissão do &kde; depois da instalação. Como é que a mudo sem danificar nada?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Assumindo que a directoria por omissão é a <filename class="directory"
->/opt/kde</filename
-> e quer movê-la para a <filename class="directory"
->/usr/local/kde</filename
->, aqui está o que deve ser feito:</para>
-<procedure>
-<step performance="required"
-><para
->mudar para super-utilizador se não estiver já como tal</para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
-><command
->mv /opt/kde /usr/local/kde</command
-></para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
-><command
->ln -s /usr/local/kde /opt/kde</command
-></para
-></step>
-</procedure>
-<para
->Isto irá pôr todos os ficheiros do &kde; na directoria <filename class="directory"
->/usr/local/kde</filename
->, embora continue tudo a estar acessível em <filename class="directory"
->/opt/kde</filename
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Quais os ficheiros que posso apagar da minha pasta de instalação do &kde;? Os ficheiros <filename
->*.h</filename
->, <filename
->*.c</filename
-> e <filename
->*.o</filename
-> podem ser removidos em segurança?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Não deve existir a necessidade de manter os ficheiros <filename
->.c</filename
-> e <filename
->.o</filename
->, mas o utilizador poderá querer manter os ficheiros <filename
->.h</filename
->, dado que são incluídos se quiser compilar os seus próprios programas do &kde;. Mas se quiser aplicar correcções aos programas de origem à medida que estes se vão tornando disponíveis (em vez de obter tudo de novo), então estes devem ficar.</para
->
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Irei perder a minha configuração actual quando actualizar o &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-
-<para
->Não. O &kde; irá, na maioria dos casos, ser capaz de transportar a sua configuração intacta. Poderá ter de reintroduzir senhas em algumas aplicações (como o &kmail; ou o &knode;) mas a maior parte das outras configurações serão seguras.</para>
-
-<para
->Ocorreram relatórios misturados de resultados entre algumas versões anteriores do &kde;. Para ter a certeza, poderá querer salvaguardar a sua configuração inteira do &kde;. </para>
-
-<para
->A configuração é mantida na sub-pasta <filename class="directory"
->.kde</filename
-> ou <filename class="directory"
->.kde2</filename
-> da sua área local. Copie a sua pasta antiga <filename class="directory"
->.kde</filename
->/<filename class="directory"
->.kde2</filename
-> para uma localização de segurança, instale o &kde; 3.0 e copie de volta todas as configurações de email e notícias necessárias. Dito isto, a maioria das pessoas conseguirão fazer uma actualização directa sem remover a pasta <filename class="directory"
->.kde</filename
-> antiga, sem impacto de espécie alguma.</para>
-<para
->Você poderá substituir a utilização do <filename class="directory"
->$<envar
->HOME</envar
->/.trinity</filename
-> ao definir a variável $<envar
->TDEHOME</envar
->.</para
->
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry id="greyscreen">
-<question>
-<para
->Actualizei o &kde; e parece estar tudo bem, mas quando o inicio, obtenho um ecrã cinzento vazio e não acontece nada. Existem erros na consola sobre o DCOPserver. O que é que se passa?</para>
-</question>
-
-<answer>
-<para
->O &kde; usa vários ficheiros temporários durante a sua operação. Estes costumam estar nas seguintes localizações:</para>
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
-><filename
->~/.DCOPserver-*</filename
-> (costumam existir dois destes; um é uma ligação simbólica do outro)</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><filename
->~/.trinity/socket-<replaceable
->nome_maquina</replaceable
-></filename
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->O <filename
->~/.trinity/tmp-<replaceable
->hostname</replaceable
-></filename
->, que é normalmente uma ligação simbólica do seguinte ficheiro:</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><filename
->/tmp/tmp-kde-<replaceable
->UTILIZADOR</replaceable
-></filename
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->O <filename
->~/.trinity/socket-<replaceable
->nome_maquina</replaceable
-></filename
->, o qual é normalmente uma ligação simbólica para:</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><filename
->/tmp/tdesocket-<replaceable
->UTILIZADOR</replaceable
-></filename
-></para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-
-<para
->Se as ligações simbólicas deixarem de funcionar, normalmente acontece porque um 'script' do <command
->cron</command
-> ou de finalização está a limpar a pasta <filename class="directory"
->/tmp</filename
->, o que origina algumas coisas estranhas. Estes ficheiros, bem como as suas ligações simbólicas, são criados no início do &kde;, por isso poderá removê-las sem problemas <emphasis
->quando o &kde; não estiver a correr</emphasis
->.</para>
-
-<para
->Se só estiver a obter um ecrã cinzento quando inicia o &kde;, ou se obtém uma mensagem de erro a indicar-lhe para <errorname
->Verificar a sua instalação</errorname
->, então desligue o X e apague todos os ficheiros indicados em baixo, reiniciando de seguida o X.</para>
-
-<para
->Normalmente (&ie; quando não está a actualizar as versões do &kde;) é bastante seguro deixar estes ficheiros intactos, e pode poupar alguns segundos no arranque do &kde; se o fizer.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->A compilação do tdebase dá-me um erro <errorname
->bin/sh: msgfmt: command not found</errorname
->!</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Necessita do pacote da <acronym
->GNU</acronym
-> <application
->msgfmt</application
->, o qual faz parte do pacote de i18n da <acronym
->GNU</acronym
-> <application
->gettext</application
->. Deve poder transferi-lo a partir de qualquer 'mirror' ou réplica da <acronym
->GNU</acronym
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que desinstalo as aplicações do &kde; compiladas a partir do código?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Pode desinstalar os seus programas escrevendo <command
->make uninstall</command
-> na pasta onde fez <command
->make install</command
->. Se já tiver mandado fora essa pasta, então só existe uma forma, e esta não é boa: vá à directoria <filename class="directory"
->$<envar
->TDEDIR</envar
->/bin</filename
-> e comece a apagar os ficheiros um a um.</para>
-<para
->Sê você espera encontrar-se nesta situação, você poderia pensar em considerar um programa como o <application
->stow</application
-> da &GNU;, que se encontra em <ulink url="http://www.gnu.org/software/stow/stow.html"
->http://www.gnu.org/software/stow/stow.html</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="gif">
-<para
->O que se passa com o suporte de &GIF;s?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Isto tem algo a ver com a patente do &LZW; da Unisys. O suporte de &GIF; vem desligado por omissão desde o &Qt; 1.44 em diante. Quando quiser usar &GIF;s e tiver a licença relevante, recompile o &Qt; com o suporte de &GIF;: <command
->./configure <option
->-gif</option
-></command
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que instalo os temas do &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O suporte de temas no &kde; foi descontinuado com esta versão. Contudo, existem ainda muitas oportunidades de personalizar e adicionar detalhes visuais ao &kde; Veja, por exemplo, a <guilabel
->Aparência e Temas</guilabel
-> no &kcontrol;. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-</qandaset>
-</chapter>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/intro.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/intro.docbook
deleted file mode 100644
index 16b5447b71..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/intro.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,100 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-<chapter id="introduction">
-<title
->Introdução</title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O que é o &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O &kde; é o Ambiente de Trabalho K. É um projecto iniciado pelo <ulink url="mailto:ettrich@kde.org"
->Matthias Ettrich</ulink
-> em 1996. O objectivo do projecto do &kde; é ligar o poder dos sistemas operativos &UNIX; com o conforto de uma interface de utilizador moderna.</para>
-<para
->Em resumo, o &kde; irá trazer o &UNIX; para o ambiente de trabalho!</para>
-<para
->Se quiseres mais informações sobre o &kde;, dá uma vista de olhos em <ulink url="http://www.kde.org/whatiskde/index.html"
->O que é o &kde;?</ulink
-></para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="platform">
-<para
->Em que plataformas posso esperar que o &kde; trabalhe?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O &kde; é um Ambiente de Trabalho para todas as variantes do &UNIX;. Enquanto que é verdade que a maioria dos programadores do &kde; utilizam o &Linux;, o &kde; corre sem problemas numa grande variedade de sistemas. Podes, contudo, necessitar de realizar umas alterações no código-fonte para por o &kde; a compilar em alguma das variantes menos populares do &UNIX;, ou se não estiveres a usar as ferramentas de programação da &GNU;, em particular o compilador &gcc;.</para>
-<para
->Para uma lista quase completa dos sistemas onde o &kde; consegue correr neste momento, vê <ulink url="http://promo.kde.org/kde_systems.php"
->nesta lista de sistemas para o KDE</ulink
-> </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O &kde; é um gestor de janelas?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Não, o &kde; não é um gestor de janelas. Embora o &kde; inclua um gestor de janelas muito sofisticado (o &twin;), o &kde; é muito mais do que isso. É um Ambiente de Trabalho Integrado completo.</para>
-<para
->O &kde; oferece um ambiente de trabalho completo, incluindo um navegador Web, um gestor de ficheiros, um gestor de janelas, um sistema de ajuda, um sistema de configuração, inúmeras ferramentas e utilitários, bem como uma quantidade sempre crescente de aplicações, que incluem clientes de email e notícias, programas de desenho, um visualizador de &PostScript; e &DVI;, entre muitas outras.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O &kde; é um clone do <acronym
->CDE</acronym
->, &Windows; 95 ou &Mac; <acronym
->OS</acronym
->?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Não, o &kde; não é um clone. Especificamente, o &kde; não é um clone do <acronym
->CDE</acronym
-> ou do &Windows;. Embora os programadores do &kde; tenham extraído e continuem a extrair as melhores funcionalidades de todos os ambiente de trabalho, o &kde; é um verdadeiro ambiente único que tem seguido e irá continuar a seguir o seu caminho.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O &kde; é 'software' livre?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim, o &kde; é 'software' livre de acordo com a Licença Pública da &GNU;, a GPL. Todas as bibliotecas do &kde; estão disponíveis segundo a <acronym
->LGPL</acronym
-> de modo a tornar o desenvolvimento de 'software' comercial para &kde; possível, se bem que todas as aplicações do &kde; estão segundo a <acronym
->GPL</acronym
->.</para>
-<para
->O &kde; utiliza a <link linkend="qt"
->ferramenta multi-plataformas em C++, o &Qt;</link
->, que também está disponível (desde a versão 2.2) segundo a <acronym
->GPL</acronym
->.</para>
-<para
->É perfeitamente legal fazer aplicações do &kde; e do &Qt; disponíveis em &CD-ROM;, sem encargos. Não são aplicadas taxas de qualquer tipo.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-</qandaset>
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/kdeapps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/kdeapps.docbook
deleted file mode 100644
index 8b283ca5bb..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/kdeapps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,202 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-<chapter id="applications">
-<title
->Aplicações do &kde;</title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->&kppp;</para>
-</question>
-<answer>
-
-<para
->Muitos utilizadores do &kde; comunicam problemas ao usar o &kppp;. Mas antes de te queixares do &kppp;, confirma se já verificaste o seguinte:</para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
->Consegues-te ligar ao teu <acronym
->ISP</acronym
-> sem usar o &kppp;? Se não consegues, então o &kppp; não é o culpado, no fim de contas.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Percorreste a documentação do &kppp; pelo menos três vezes e seguiste as suas instruções e sugestões de resolução de problemas?</para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-<para
->A documentação do &kppp; pode ser acedida através do <application
->Centro de Ajuda do &kde;</application
->. Por fim, a página do &kppp; é a <ulink url="http://ktown.kde.org/~kppp/"
->http://ktown.kde.org/~kppp/</ulink
->.</para>
-<para
->Agora, se continuas a encontrar problemas, aqui podemos ajudar-te a resolvê-los:</para>
-<variablelist>
-<varlistentry
-><term
->Como é que eu mudo a configuração do &MTU; do &kppp;?</term>
-<listitem
-><para
->Abre a janela do &kppp; e selecciona <guibutton
->Definições</guibutton
->. Escolhe uma conta existente e carrega em <guibutton
->Editar</guibutton
-> ou em <guibutton
->Nova</guibutton
-> para criar uma nova conta telefónica. Selecciona a secção <guilabel
->Liga</guilabel
-> e carrega nos <guibutton
->Argumentos</guibutton
->. Escreve o que te apetece alterar no campo Argumento (por exemplo, <userinput
->mtu 296</userinput
->), carregando depois em <guibutton
->Adicionar</guibutton
->. Quando estiveres terminado, carrega em <guibutton
->Fechar</guibutton
->.</para>
-<para
->Para verificar se as opções <quote
->fizeram efeito</quote
->, faz uma de duas coisas:</para>
-<itemizedlist>
-<listitem>
-<para
->Numa janela de terminal, corre <userinput
-><command
->/sbin/ifconfig</command
-> ppp0</userinput
-> e vê para o &MTU; indicado no resultado. Deverá corresponder ao teu pedido.</para>
-</listitem>
-<listitem
-><para
->Adiciona <option
->debug</option
-> e <option
->kdebug</option
-> (cada um numa linha separada) no teu ficheiro <filename
->/etc/ppp/options</filename
-> e reinicia a tua sessão de &PPP;. Irás obter mensagens de depuração no <filename
->/var/log/messages</filename
->, incluindo as configurações do &MRU; e do &MTU;.</para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-<para
->Se quiseres, a configuração do &MRU; e do &MTU; podem ser adicionadas ao ficheiro <filename
->options</filename
->, uma opção completa por linha, sem aspas ou traços.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->O &kppp; liga-se a uma velocidade menor que o habitual.</term>
-<listitem
-><para
->O seguinte pode resolver o problema:</para>
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
->Tenta executar <command
->setserial spd_hi</command
->.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->O valor do &MTU; por omissão é 1500, o que pode ser muito grande para uma ligação telefónica. Tenta mudá-lo para um valor menor como <userinput
->296</userinput
-> ou <userinput
->576</userinput
->.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Procura na tua directoria <filename class="directory"
->$<envar
->HOME</envar
->/.trinity/share/config</filename
-> o ficheiro <filename
->kppprc</filename
->. Verifica se a velocidade do modem correcta está lá definida.</para
-></listitem>
-</itemizedlist
-></listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->&konsole;</para>
-</question>
-<answer>
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
->Como é que faço 'page up' ou 'page-down'?</term>
-<listitem
-><para
->Faz <keycombo action="simul"
-> <keycap
->Shift</keycap
-><keycap
->Page Up</keycap
-></keycombo
-> e <keycombo action="simul"
-><keycap
->Shift</keycap
-><keycap
->Pg Dn</keycap
-></keycombo
->. </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->Como é que efectuo uma simples <quote
->cópia</quote
-> do &konsole; para qualquer lado?</term>
-<listitem
-><para
->Quando faço um comando <command
->ls</command
->, primeiro selecciono com o rato o texto desejado, carrego em <keycombo action="simul"
->&Ctrl;<keycap
->C</keycap
-></keycombo
->, activo a aplicação de destino, aponto o rato para a parte relevante e faço <keycombo action="simul"
->&Ctrl;<keycap
->V</keycap
-></keycombo
->. Em alternativa, selecciono o texto arrastando com o botão esquerdo do rato carregado e colando o mesmo texto com o botão do meio do rato (ou com ambos os botões do rato, se tens um rato de 2 botões com emulação de 3 botões). </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->&kmail;</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O &kmail; tem a sua página própria em <ulink url="http://kmail.kde.org"
->http://kmail.kde.org</ulink
-> onde está disponível uma <acronym
->FAQ</acronym
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-</qandaset>
-</chapter>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/misc.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/misc.docbook
deleted file mode 100644
index c4aa8df10d..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/misc.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,327 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-<chapter id="misc">
-<title
->Questões diversas</title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Porque é que o &kde; utiliza o &Qt;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O &Qt; é uma ferramenta muito sofisticada que oferece tudo o que é necessário para criar uma interface de utilizador moderna. O &Qt; está escrito em C++, o que permite o desenvolvimento orientado por objectos para garantir a eficiência e a reutilização de código num projecto com o tamanho e âmbito do &kde;. Na nossa opinião, não existe melhor plataforma disponível para os sistemas &UNIX; e teria sido um erro grave se o &kde; fosse compilado com algo que não fosse o melhor.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Por é que o &kde; não utiliza gtk, xforms, xlib ou qualquer outra coisa?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Existe um conjunto de arquitecturas disponíveis. Para oferecer uma interface de utilizador consistente e para manter os recursos usados como a memória no mínimo, o &kde; só pode usar um deles. O &Qt; foi seleccionado pelas razões acima mencionadas.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Mas o &Qt; não é livre, por não?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->É! Desde 4 de Setembro de 2000, a versão 2.2 das bibliotecas do &Qt; estão licenciadas sob a <acronym
->GPL</acronym
->, preenchendo deste modo todos os aspectos do <quote
->'software' livre</quote
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O &kde; tem emuladores de terminal com fundo transparente?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim e não. O &konsole; tem a possibilidade de simular a transparência redesenhando o fundo da janela dentro da janela do &konsole;. Isto dá a ilusão de transparência, mas se colocar o &konsole; por cima de outra janela, perde-se a transparência. O <ulink url="http://www.eterm.org"
->Eterm</ulink
-> deve funcionar bem no &kde;, se desejar uma transparência mais completa.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que crio os ícones para as aplicações não-&kde; para as pôr no menu <guimenu
->K</guimenu
->? Onde é que ficam esses ícones?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Crie-los com o seu manipulador de imagens favorito, como por exemplo o <application
->GIMP</application
-> ou o <application
->Editor de Ícones do &kde;</application
-> e colocá-los nas directorias <filename class="directory"
->$<envar
->TDEDIR</envar
->/share/icons(/mini)</filename
-> ou <filename class="directory"
->$<envar
->HOME</envar
->/.trinity/share/icons(/mini)</filename
->. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->E os programas do &kde; que não têm ícones? Como é que os coloco no menu?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Use o &kmenuedit;. Para aceder a ele, utilize o botão direito do rato no botão <guibutton
->K</guibutton
-> e seleccione o <guimenu
->Editor do Menu</guimenu
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O &kde; tem um cliente &FTP; gráfico?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim, e não é mais do que o seu gestor de ficheiros favorito, o &konqueror;. Pode arrastar e largar os ficheiros remotos nas pastas locais.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que eu saio do &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Basta carregar no botão <guibutton
->K</guibutton
-> e seleccionar <guimenu
->Sair</guimenu
->. Para além disso, se carregar com o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> carregue numa área vazia do ecrã, de modo a que apareça um menu contendo Sair como uma das opções. <note
-><para
->Dependendo da sua configuração do &X-Window;, <keycombo action="simul"
->&Ctrl;&Alt;&Backspace;</keycombo
-> poderá ser o truque para matar o servidor do X, mas o seu uso impede a gestão de sessões e como tal não é recomendado.</para
-></note
-></para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Existe algum programa que verifique mensagens de email novas no meu <acronym
->ISP</acronym
-> se e só se eu estiver ligado a ele?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O &korn; realizará essa tarefa. Se não estiver ligado, ele irá simplesmente ficar estático.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->É mesmo necessário que eu actualize para a última versão?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Recomendamos que use sempre a última versão estável. Se não o fizer, poderá ser complicado obter respostas às suas perguntas. Se tiver algum problema com uma versão antiga, a respostas será provavelmente <quote
->Por favor faça a actualização e tente de novo</quote
->. Repare que as versões novas também corrigem algumas vezes problemas de segurança.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que eu copio e colo no &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->O método mais simples é utilizar o rato:</para>
-<procedure>
-<step performance="required"
-><para
->Seleccione o texto que quer copiar com o botão esquerdo do rato e arraste o texto.</para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
->Vá para a área de destino; dependendo da sua configuração, poderá ter de carregar nela com o botão esquerdo do rato para esta ficar em primeiro plano.</para
-></step>
-<step performance="required"
-><para
->Carregue com o botão do meio do rato para colar. Se tiver um botão de dois botões e está a emular um terceiro botão, carregue nos dois botões em simultâneo.</para
-></step>
-</procedure>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que converto os menus do &RedHat; por omissão para um sub-menu do menu <guimenu
->K</guimenu
->?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Carregue no botão <guibutton
->K</guibutton
-> e seleccione o <menuchoice
-><guimenu
->Sistema</guimenu
-><guimenuitem
->KAppFinder</guimenuitem
-></menuchoice
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="CVS">
-<para
->O que é o <acronym
->CVS</acronym
->?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Significa Concurrent Versions System. É um sistema de controlo de versões que é baseado no <acronym
->RCS</acronym
-> (Revision Control System), mas oferece mais funcionalidades. É usado para manter o código-fonte em desenvolvimento. Irá manter as várias versões das coisas (é útil se estragou algo e necessita de recuperar uma versão antiga funcional), e permite às pessoas acederem remotamente através da Net para obterem o último código-fonte e até efectuar o envio de novas versões se tiverem permissões. Também é 'open-source' (você paga o suporte se o quiser) e, dado que é gratuito, é o sistema escolhido pelas pessoas que criam outros projectos livres, como o &kde;.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O &kde; suporta mais do que um ecrã (Xinerama)?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim. Você precisa de ter um servidor X multi-ecrãs (por exemplo, o MetroX ou o XFree86 4.0 e posteriores) e um &kde;
->= 2.2.1 </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Por é que o Arrastar e Largar não funciona com o Xinerama?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Deve utilizar uma versão do XFree86 superior ou igual à 4.2.0 para que isto funcione correctamente.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que vejo que versão do &kde; é que estou a utilizar?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Execute o seu <application
->Centro de Controlo do &kde;</application
->. Vem como um ecrã de Informações que inclui a versão do &kde;. A versão do &kde; também está incluída na janela <guimenuitem
->Acerca</guimenuitem
-> da aplicação. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Posso escrever aplicações comerciais para o &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Pode utilizar as bibliotecas do &kde; para criar aplicações com <quote
->código comercial e fechado</quote
-> assim como com <quote
->código comercial e aberto</quote
->. Se fizer aplicações 'open-source', pode usar a versão gratuita do &Qt;. Se fizer aplicações de código fechado, não poderá usar a versão gratuita do &Qt;. Em vez disso tem de obter a versão profissional do &Qt; a partir da Troll Tech. </para
-> <para
->Se necessita de mais informações, contacte directamente a <ulink url="http://www.trolltech.com"
->Troll Tech</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que eu crio temas e ícones?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Dirija-se a <ulink url="http://artist.kde.org"
->http://artist.kde.org</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O <application
->KLyX</application
-> morreu?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim. Contudo, as versões futuras do <application
->LyX</application
-> serão independentes da interface gráfica. Verifique o progresso das várias interfaces <ulink url="http://devel.lyx.org/guii.php3"
->aqui</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que posso estar a par das actualizações no desenvolvimento?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Poderá subscrever-se às várias listas de correio do &kde; disponíveis, especialmente a kde-cvs, que indica todas as alterações feitas ao repositório de <acronym
->CVS</acronym
-> do &kde;. Veja em <ulink url="http://lists.kde.org"
->http://lists.kde.org</ulink
-> se quiser ler sem se subscrever.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-</qandaset>
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/moreinfo.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/moreinfo.docbook
deleted file mode 100644
index 718ecd872d..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/moreinfo.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,253 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-<chapter id="more-info">
-<title
->Obter mais informações</title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Onde fica a página do &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->A página principal do &kde; está localizada em <ulink url="http://www.kde.org"
->http://www.kde.org</ulink
->. Se preferir um 'site' alternativo local, existem muitos por onde escolher. Para uma lista com todas as alternativas divididas por localização vá a <ulink url="http://www.kde.org/mirrors/web.php"
->http://www.kde.org/mirrors/web.php</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="mailing-lists">
-<para
->Existem alguma lista de e-mail do &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Existem várias listas de correio. Cada uma foca-se num aspecto diferente do &kde;. Algumas delas são para os programadores, como tal não são discutidas em detalhe. Algumas das listas mais importantes nas quais os utilizadores poderão estar interessados são:</para>
-<variablelist>
-<varlistentry
-><term
->kde</term>
-<listitem
-><para
->Esta é a principal lista de e-mail &kde;, para discussões genéricas.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry
-><term
->kde-announce</term>
-<listitem
-><para
->Este lista é utilizada para anunciar nova versões do &kde; bem como novas ferramentas e aplicações.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry
-><term
->kde-look</term>
-<listitem
-><para
->Esta é a lista que lida com as questões acerca da aparência e comportamento, assim como as considerações sobre as interfaces de utilizador gerais.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-<para
->Para uma listagem completa das listas de e-mail disponíveis, consulte o <ulink url="http://www.kde.org/mailinglists/"
->http://www.kde.org/maillinglists/</ulink
->.</para>
-<para
->Repare que não é uma boa ideia fazer perguntas que já estão respondidas nesta &FAQ;.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="subscribe">
-<para
->Como é que eu subscrevo/desubscrevo estas listas?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Para subscrever, envie um e-mail para list-request, isto é:</para>
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
-><ulink
-url="mailto:kde-request@kde.org"
->kde-request@kde.org</ulink
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><ulink url="mailto:kde-announce-request@kde.org"
->kde-announce-request@kde.org</ulink
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><ulink
-url="mailto:kde-user-request@kde.org"
->kde-user-request@kde.org</ulink
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><ulink url="mailto:kde-look-request@kde.org"
->kde-look-request@kde.org</ulink
-></para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-<para
->O e-mail deve conter <userinput
->subscribe <replaceable
->o_seu_endereço_de_email</replaceable
-></userinput
-> no assunto.</para>
-<para
->Para desubscrever, envie um e-mail para list-request, isto é:</para>
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
-><ulink url="mailto:kde-request@kde.org"
->kde-request@kde.org</ulink
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><ulink url="mailto:kde-announce-request@kde.org"
->kde-announce-request@kde.org</ulink
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><ulink url="mailto:kde-user-request@kde.org"
->kde-user-request@kde.org</ulink
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><ulink url="mailto:kde-look-request@kde.org"
->kde-look-request@kde.org</ulink
-></para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-<para
->O e-mail deve conter <userinput
->unsubscribe <replaceable
->o_seu_endereço_de_email</replaceable
-></userinput
-> no assunto. <important
-><para
->Nunca faça pedidos de subscrição/anulação de subscrição directamente para as listas! Utilize o list-request em vez disso.</para
-></important
-></para>
-<para
->Também existe uma lista completa de todas as listas de correio relacionadas com o &kde;, assim como uma interface Web para subscrever e anular a subscrição, a qual está localizada em <ulink url="http://master.kde.org/mailman/listinfo"
->http://master.kde.org/mailman/listinfo</ulink
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Existem algum arquivo das listas de e-mail?</para>
-</question>
-<answer>
-
-<para
->Sim, existe um arquivo das listas pesquisável gerido pela <ulink url="http://www.progressive-comp.com"
->Progressive Computer Concepts</ulink
->. O &URL; é o <ulink url="http://lists.kde.org"
->http://lists.kde.org</ulink
->. Aqui poderá ver uma listagem em pasta das listas de correio. Repare que só pode fazer uma pesquisa por assunto/autor neste nível. Provavelmente não irá encontrar o que pretende com este tipo de pesquisa.</para>
-
-<para
->Para efectuar uma pesquisa pelo conteúdo, tem de usar uma das listas de correio. Basta carregar na pasta onde quer procurar (p.ex. a <quote
->kde</quote
-> ou a <quote
->kde-user</quote
->); nesse caso o menu para a opção de pesquisa irá ficar como <quote
->Body</quote
->, para as pesquisas pelo conteúdo. Para ser descritivo, deverá querer procurar na <quote
->kde</quote
->, na <quote
->kde-user</quote
-> e na <quote
->kde-devel</quote
->. </para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question id="newsgroups">
-<para
->Há algum grupo de notícia acerca do &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim, existe! Está em <literal
->comp.windows.x.kde</literal
->. Adicionalmente, também existe um grupo de notícias alemão em <literal
->de.alt.comp.kde</literal
->. Lembre-se que não é uma boa ideia fazer perguntas que já foram respondidas nesta &FAQ;.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Há mais algumas &FAQ;s relacionadas com o &kde;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim. Aqui está uma lista delas:</para>
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
-><ulink
-url="http://www.kde.org/info/faq.php"
->&FAQ; do &kde;</ulink
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><ulink
-url="http://konqueror.org/faq/"
->&FAQ; do &konqueror;</ulink
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><ulink
-url="http://www.arts-project.org/doc/manual/index.html"
->Documentação do servidor de som aRts</ulink
-></para
-></listitem>
-
-<!-- Removed because the kmail FAQ is part of the KMail manual and not a -->
-<!-- separate document
-<listitem
-><para
-><ulink
-url="http://kmail.kde.org/manual/faq.html"
->&kmail;
-&FAQ;</ulink
-></para
-></listitem>
--->
-
-</itemizedlist>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-</qandaset>
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/nonkdeapps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/nonkdeapps.docbook
deleted file mode 100644
index f482523d88..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/nonkdeapps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,38 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-<chapter id="non-kde-apps">
-<title
->O &kde; com as aplicações não-&kde;</title>
-
-<!-- FIXME: This seems to be obsolete. The only similar option is "Apply *colors* to -->
-<!-- non-kde apps" -->
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->As minhas aplicações não-&kde; como o &Emacs; e o <application
->kterm</application
-> estão a correr de modo estranho, com cores estranhas!</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Inicia o <application
->Centro de Controlo do &kde;</application
-> e na janela <guimenu
->Aparência e Temas</guimenu
-><guisubmenu
->Cores</guisubmenu
-> desliga a opção <guilabel
->Aplicar as configurações do KDE às aplicações não-KDE</guilabel
-> e carrega em <guibutton
->Aplicar</guibutton
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-</qandaset>
-</chapter>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/notrelated.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/notrelated.docbook
deleted file mode 100644
index d478d97457..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/notrelated.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,309 +0,0 @@
-<!-- if you want to validate this file separately, uncomment this prolog:
-
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
-
--->
-
-<chapter id="not-kde">
-<title
->Não relacionadas com o &kde;, de facto, mas à mesma muito frequentes.</title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que mudo a resolução do ecrã?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Utilize o <keycombo action="simul"
->&Ctrl;&Alt;<keycap
->+</keycap
-></keycombo
-> e o <keycombo action="simul"
->&Ctrl;&Alt;<keycap
->-</keycap
-></keycombo
-> para circular pelas resoluções que definiu no ficheiro <filename
->XF86Config</filename
-> (o qual poderá estar em <filename class="directory"
->/etc/X11</filename
->; procure-o primeiro). Se preferir pôr as mãos na massa, poderá sempre editar o ficheiro directamente. Escolhendo a sua resolução favorita no início (ou tornando-a única), o &X-Window; irá iniciar sempre com essa resolução. <caution
-><para
->Faça sempre uma cópia de segurança do seu ficheiro <filename
->XF86Config</filename
-> <emphasis
->antes</emphasis
-> de o começar a alterar. Os erros neste ficheiro podem inutilizar o seu &X-Window;.</para
-></caution>
-<note
-><para
->Estas instruções só são válidas se estiver a executar a versão 3.3.x do servidor XFree86. Se estiver a executar o XFree86 4.x, deve consultar a <ulink url="http://xfree.org"
->Página Principal do XFree86(TM)</ulink
->.</para
-></note
-></para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que mudo a profundidade de cor?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Não existe nenhuma forma de fazer isto na hora. O utilizador tanto poderá iniciar o &X-Window; usando o <command
->startx <option
-> -bpp <replaceable
->número</replaceable
-></option
-></command
-> em que <replaceable
->número</replaceable
-> pode ser 8, 16, 24 ou 32, dependendo da profundidade desejada. Se estiver a usar o <application
->xdm</application
->/&tdm;, terá de editar o <filename
->/etc/X11/xdm/Xservers</filename
-> (pode variar) e introduzir <userinput
->:0 local /usr/X11R6/bin/X -bpp 16</userinput
-> para a profundidade de cor de 16 bits.</para>
-<para
->Também pode editar o ficheiro <filename
->XF86Config</filename
-> e adicionar uma linha do estilo <userinput
->DefaultColorDepth <replaceable
->número</replaceable
-></userinput
-> para a secção "Screen" (Ecrã). Da próxima vez que iniciar o X, este irá correr com a nova profundidade de cor configurada.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O que posso fazer se estiver a usar um rato de 2 botões?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Vá comprar um rato de 3 botões ou utilize a emulação do terceiro botão do rato. O terceiro botão é emulado carregando simultaneamente em ambos os botões do rato. Terá de desactivar a opção <option
->Emulate3Buttons</option
-> no seu ficheiro <filename
->XF86Config</filename
->. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O que é uma janela "fixa" ou "autocolante"?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Num ambiente gráfico virtual com vários ecrãs virtuais, uma janela "fixa" irá permanecer no ecrã quando muda entre ecrãs, como se estivesse colada ao vidro do ecrã. O <application
->Xclock</application
-> é um típico candidato a fixar, dado que só inicia uma instância e precisa de estar sempre presente. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que substituo o cursor do rato "X" por uma seta?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Os vários tipos de cursores disponíveis no X estão definidos em <filename class="headerfile"
->X11/cursorfont.h</filename
->. Pode alterá-lo usando o <command
->xsetroot -cursor_name <replaceable
->nome_do_cursor</replaceable
-></command
->. Por exemplo, tenho o seguinte no meu ficheiro <filename
->.Xclients</filename
->:</para>
-<screen
->xsetroot -cursor_name left_ptr
-</screen>
-<para
->Isto irá criar o cursor para a esquerda normal. Para ver as outras alternativas, escreva <command
->xfd -fn cursor</command
->. Claro, não se esqueça que o <command
->man xsetroot</command
-> é um amigo seu.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que extraio/instalo ficheiros diff?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Para gerar um 'diff' de contexto para aplicar, use o <command
->diff -u <replaceable
->ficheiro-antigo ficheiro-novo</replaceable
-> &gt; <replaceable
->ficheiropatch</replaceable
-></command
->. Para aplicar o 'diff' a um ficheiro (<abbrev
->i.e.</abbrev
-> "aplicar um patch ao ficheiro"), execute <command
->patch &lt; <replaceable
->patchfile</replaceable
-></command
->.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que posso pôr o &Linux; a montar a 'drive' de disquetes para disquetes de DOS e ext2?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Basta indicar como tipo de sistema de ficheiros 'auto' no <filename
->/etc/fstab</filename
->. A auto-detecção funciona sem problemas para o DOS e o ext2.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que inicio o &kde; com o <keycap
->Num Lock</keycap
-> ligado?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Já tentou o <command
->man setleds</command
->? Para além disso, poderá ter de editar o seu <filename
->$<envar
->HOME</envar
->/.Xmodmap</filename
-> e põe as seguintes linhas:</para>
-<screen
->! redefines numeric keypad to be used without NumLock
-keycode 79 = 7
-keycode 80 = 8
-keycode 81 = 9
-
-keycode 83 = 4
-keycode 84 = 5
-keycode 85 = 6
-
-keycode 87 = 1
-keycode 88 = 2
-keycode 89 = 3
-
-keycode 90 = 0
-keycode 91 = comma
-keycode 86 = plus
-
-! deactivates NumLock key
-keycode 77 =
-</screen>
-<para
->Outras alternativas possíveis:</para>
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
-><application
->xkeycaps</application
->: carregando com o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> deve permitir as edições. Poderá ter de fazer isto como root.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><command
->man XF86Config</command
-> e veja na secção Keyboard (Teclado).</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Instale o <application
->NumLockX</application
->, que está disponível em <ulink url="http://dforce.sh.cvut.cz/~seli/en/numlockx"
->http://dforce.sh.cvut.cz/~seli/en/numlockx</ulink
->.</para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que extraio imagens das janelas ou do ecrã?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Utilize o &ksnapshot;.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Existe alguma ferramenta para fazer páginas Web?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim, e existem neste momento bastantes, como o <application
->StarOffice</application
->, o <application
->&Netscape; Composer</application
-> e o <application
->XEmacs</application
->. Existem também muitas aplicações do &kde;. Para obter a lista mais actual, vá a <ulink url="http://kde-apps.org"
->APPS.&kde;.com: The Latest in &kde; Applications</ulink
-> e procure por <emphasis
->web development</emphasis
-> (desenvolvimento Web). Tente tantas vezes quantas as necessárias e escolha a mais adequada às suas necessidades.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O que é que querem dizer os acrónimos como o AFAIK?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
-><screen
->AAMOF: as a matter of fact (de facto)
-AFAIK: as far as I know (tanto quanto sei)
-AISE: as I see it (como estou a ver)
-BFN: bye for now (por agora, adeus)
-BION: believe it or not (acredite ou não)
-BRB: be right back (volto já)
-BTW: by the way (já agora)
-CMIIW: correct me if I am wrong (corrija-me se estiver errado)
-FUD: fear, uncertainty, and doubt (medo, incerteza e dúvida)
-FWIW: for what it's worth (pelo que vale)
-FYI: for your information (para o informar)
-HTH: hope this helps (espero que ajude)
-IIRC: if I recall correctly (se bem me lembro)
-IMHO: in my humble opinion (na minha modesta opinião)
-LOL: laughing out loud (a rir alto)
-MYOB: mind your own business (meta-se na sua vida)
-PITA: pain in the ass (grande complicação)
-ROTFL: rolling on the floor laughing (rebolar no chão a rir)
-RTFM: read the fine manual (leia o excelente manual)
-SOP: standard operating procedure (procedimento operacional padrão)
-TIA: thanks in advance (para já obrigado)
-YMMV: your mileage may vary (a sua distância pode variar)
-</screen
-></para>
-</answer>
-</qandaentry>
-</qandaset>
-</chapter>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/panel.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/panel.docbook
deleted file mode 100644
index b8397e3391..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/panel.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,64 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-<chapter id="panel">
-<title
->O painel</title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que adiciono aplicações ao painel do &kde; (o &kicker;)?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Existem várias formas de adicionar uma aplicação ao painel, das quais a mais fácil é carregar com o botão direito do rato no painel e, no menu de contexto que aparecer, seleccionar o <menuchoice
-><guimenu
->Menu do Painel</guimenu
-><guisubmenu
->Adicionar</guisubmenu
-><guisubmenu
->Botão de Aplicação</guisubmenu
-></menuchoice
->, seguido da aplicação para a qual deseja adicionar uma ligação.</para>
-<para
->Para mais formas de adicionar botões ao painel, veja no Manual do &kicker;.</para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<!-- Since I don't know the answer for this in KDE 2.2.1 I have to comment it out -->
-<!--
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Is it possible to change the <guibutton
->K</guibutton
-> button of
-the panel to another picture?</para>
-</question
->/
-<answer>
-<para
->Look for
-<filename
->$<envar
->HOME</envar
->/.trinity/share/apps/kicker/pics/go.png</filename
-> and
-<filename
->$<envar
->HOME</envar
->/.trinity/share/apps/kicker/pics/mini/go.png</filename>
-and replace them. Do not forget to flatten the replacements to one
-layer, or else you will not see anything. Create the folders if
-they do not already exist. Then restart &kicker;.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
--->
-</qandaset>
-</chapter>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/tips.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/tips.docbook
deleted file mode 100644
index dd12f6e90b..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/tips.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,207 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-<chapter id="tips">
-<title
->Dicas Úteis</title>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Ler a documentação no &kde;</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Abra a janela de <guilabel
->Executar um Comando</guilabel
-> (<keycombo action="simul"
->&Alt;<keycap
->F2</keycap
-></keycombo
-> por omissão) e escreva: <itemizedlist>
-<listitem>
-<para
-><command
->man:<replaceable
->comando</replaceable
-></command
-> para as páginas do 'man'. Este comando até descomprime automaticamente as páginas se elas estiverem comprimidas.</para>
-</listitem>
-
-<listitem>
-<para
-><command
->info:<replaceable
->comando</replaceable
-></command
-> para as páginas do 'info'.</para>
-</listitem>
-
-<listitem>
-<para
-><command
->help:<replaceable
->aplicação_do_KDE</replaceable
-></command
-> para as páginas de ajuda da aplicação do &kde;.</para>
-</listitem>
-
-</itemizedlist>
-</para>
-
-<para
->Você poderá introduzir qualquer um destes no campo de texto <guilabel
->Localização</guilabel
-> do &konqueror;.</para>
-<para
->Ou utilize o <application
->Centro de Ajuda do &kde;</application
->, se estiver a utilizar o &kde; 2. Inicie o <application
->Centro de Ajuda do &kde;</application
-> carregando no ícone (o livro azul com a chave amarela) na barra de ferramentas. Depois do <application
->Centro de Ajuda do &kde;</application
-> ter iniciado, a janela à esquerda contém um item com o nome <guilabel
->Páginas de manual Unix</guilabel
->. Carregue uma vez neste item e poderá navegar por todas as páginas man instaladas.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Mover ou mudar o tamanho de janelas rapidamente</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Para mover uma janela, utilize <keycombo action="simul"
->&Alt;<mousebutton
->botão esquerdo</mousebutton
-></keycombo
-> do rato. <keycombo action="simul"
->&Alt;<mousebutton
->botão direito</mousebutton
-></keycombo
-> do rato muda o tamanho da janela. Por último, <keycombo action="simul"
->&Alt;<mousebutton
->botão do meio</mousebutton
-></keycombo
-> do rato levanta ou baixa a janela. O <application
->Centro de Controlo do &kde;</application
-> permite-lhe alterar as teclas e botões de rato utilizados.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Destruir janelas no &kde;</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Há uma combinação de teclas por omissão (<keycombo action="simul"
->&Ctrl;&Alt;&Esc;</keycombo
->) que lhe dá um cursor com uma caveira. Carregue com esse cursor numa janela para a destruir. É possível ver/alterar esta atribuição de teclas no <application
->Centro de Controlo do &kde;</application
->. <caution
-><para
->Se usar esta opção mata o programa de forma forçada. Podem-se perder dados, bem como alguns processos relacionados com o programa poderão continuar activos. Use só como último recurso.</para
-></caution>
-<!-- fixme: use only if necessary; processes might remain --></para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->E se algo de mal estiver a acontecer que nem consiga fazer aparecer o cursor da caveira e das tíbias cruzadas? Como é que saio de um bloqueio total?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Esse tipo de bloqueios tende a ocorrer quando uma aplicação bloqueia enquanto está a efectuar uma <quote
->captura do rato/teclado</quote
->. Se isso acontecer pode tentar seleccionar uma consola de texto virtual com o <keycombo action="simul"
->&Ctrl;&Alt;<keycap
->F1</keycap
-></keycombo
-> e autenticar-se de novo. Com o seguinte comando irá obter uma lista de todos os processos em execução:</para>
-
-<screen
-><userinput
-> <command
->ps</command
-> <option
->-aux</option
-> | <command
->more</command
-></userinput
-></screen>
-
-<para
->Ao matar o processo que "capturou" o rato, o seu ambiente de trabalho irá voltar ao normal. Infelizmente não conseguirá ver qual o processo que foi, por isso terá de descobrir por tentativa e erro. Para matar um processo faça:</para>
-
-<screen
-><userinput
-> <command
->kill</command
-> <option
->-9</option
-> <replaceable
->pid</replaceable
-></userinput
-></screen>
-
-<para
->Aqui o <replaceable
->pid</replaceable
-> é o ID do processo, e que corresponde ao primeiro número de cada linha devolvida pelo <command
->ps</command
-> <option
->-aux</option
->.</para>
-
-<para
->Poderá voltar para o ambiente gráfico com o <keycombo action="simul"
->&Ctrl;&Alt;<keycap
->F7</keycap
-></keycombo
-> (ou <keycap
->F8</keycap
-> até <keycap
->F9</keycap
->, dependendo do seu sistema operativo) para ver se o sistema voltou a funcionar. Quando carregar em <keycombo action="simul"
->&Alt;<keycap
->Tab</keycap
-></keycombo
-> deverá obter uma resposta do gestor de janelas. Caso contrário, terá de voltar à consola de texto e tentar matar outro processo.</para>
-
-<para
->Os bons candidatos a matar serão: a aplicação com que está a trabalhar, o &kicker;, o &klipper; e o &kdesktop;.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<!-- fixme: how to do in KDE2.x
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Switching window managers on the fly in &kde; 1.x</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->If you want to switch your window manager on the fly, type the
-following into a terminal window: <command
->kwmcom
-go:<replaceable
->blackbox</replaceable
-></command
->. This switches to
-Blackbox, but you can substitute any window manager you like.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
--->
-
-</qandaset>
-</chapter>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/winmng.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/winmng.docbook
deleted file mode 100644
index f1cb2e3e5e..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/faq/winmng.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,127 +0,0 @@
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE chapter PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
- "dtd/kdex.dtd">
--->
-
-
-
-<chapter id="windowmanager">
-<title
->O gestor de janelas</title>
-
-<para
->O gestor de janelas por omissão disponibilizado pelo &kde; é o K Window Manager (&twin;). Veja o "Manual do K Window Manager" (deve estar acessível no <application
->Centro de Ajuda do &kde;</application
->) para mais informações sobre a sua utilização.</para>
-
-<qandaset>
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Existem atalhos de teclado para as operações do &twin;?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim. Vê no "Manual do K Window Manager" a lista de atalhos disponíveis.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Posso definir o meu próprio conjunto de atalhos de teclado?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Sim. Lance o <application
->Centro de Controlo do &kde;</application
-> e seleccione a <menuchoice
-><guimenu
->Regional e Acessibilidade</guimenu
-><guimenuitem
->Atalhos de Teclado</guimenuitem
-></menuchoice
-> para configurar as opções do gestor de janelas como a maximização de janelas, &etc;. </para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Quando "minimizo" uma janela, esta desaparece. Para onde vai?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Com muitas interfaces do &X-Window;, o botão de minimização do (um ponto pequeno) irá apagar a janela que o programa está a executar e cria em alternativa um ícone no ecrã. O &kde; não faz isto. Em vez disso, quando uma janela é minimizada esta é simplesmente escondida (embora o programa continue a correr).</para>
-<para
->Existem algumas maneiras de aceder às janelas <quote
->desaparecidas</quote
->:</para>
-<itemizedlist>
-<listitem>
-<para
->Se você está a correr o componente de barra de tarefas do &kicker;, poderá ter uma lista das tarefas apresentadas no seu ecrã. As tarefas minimizadas terão os seus nomes escritos a cinzento.</para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Se carregares com o botão do meio do rato na janela de raiz (&ie;, o fundo do ecrã), o &twin; dar-lhe-á uma lista de todas as tarefas disponíveis.</para>
-</listitem>
-</itemizedlist>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Como é que maximizo as janelas apenas na vertical ou na horizontal?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->No caso da tua janela não estar já maximizada, se carregares no botão de maximização com o botão esquerdo/do meio/direito, irás maximizar a janela completamente/na vertical/na horizontal, respectivamente.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->O que é <quote
->enrolar</quote
-> uma janela?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Quando <quote
->enrolamos</quote
-> uma janela <quote
->puxamos</quote
-> o seu conteúdo para cima até ficar apenas visível a barra de título. Você pode fazer isto fazendo um duplo-click na barra de título da janela.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<!-- Not sure this is still applicable
-<qandaentry>
-<question>
-<para
->Is it possible to have FVWM2-like shadow frameworks for the
-placement of windows?</para>
-</question>
-<answer>
-<para
->Yes. Run <application
->&kde; Control Center</application
-> and select <guimenu
->Look and Feel</guimenu>
-followed by <guisubmenu
->Window Behavior</guisubmenu
-> and finally
-<guimenuitem
->Advanced</guimenuitem
->. There is a dialog option that
-allows you to set the placement policy you want.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
--->
-</qandaset>
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/Makefile.am b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/Makefile.am
deleted file mode 100644
index 7787dfd9d7..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/Makefile.am
+++ /dev/null
@@ -1,4 +0,0 @@
-KDE_LANG = pt
-SUBDIRS = $(AUTODIRS)
-KDE_DOCS = khelpcenter/glossary
-KDE_MANS = AUTO
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/index.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/index.docbook
deleted file mode 100644
index bde44898e0..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/index.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,469 +0,0 @@
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE glossary PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN" "dtd/kdex.dtd" [
-<!ENTITY % addindex "IGNORE">
-<!ENTITY % Portuguese "INCLUDE">
-<!ENTITY glossary-tdeprinting SYSTEM "tdeprintingglossary.docbook">
-
-
-]>
-
-
-<glossary id="glossary"
->&glossary-tdeprinting; <glossdiv id="glossdiv-technologies">
- <title
->Tecnologias</title>
- <glossentry id="gloss-ioslave">
- <glossterm
-><acronym
->IO</acronym
-> Slave</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Os <acronym
->IO</acronym
-> Slaves permitem às aplicações do &kde; acederem aos recursos remotos tão facilmente como aos locais.(tornando-os <quote
->transparentes na rede</quote
->). Os recursos remotos (como por exemplo, os ficheiros) podem estar guardados em partilhas de <acronym
->SMB</acronym
-> ou algo semelhante.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-smb"
-><acronym
->SMB</acronym
-></glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-kio">
- <glossterm
-><acronym
->KIO</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->O sistema de entradas/saídas do &kde; que utiliza os <quote
-><acronym
->IO</acronym
-> Slaves</quote
->.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-ioslave"
-><acronym
->IO</acronym
-> Slave</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-kparts">
- <glossterm
->KParts</glossterm>
- <glossdef
-><para
->As KParts são uma tecnologia embebida que permite às aplicações do &kde; embeberem outras aplicações do &kde;. Por exemplo, a janela de texto usada pelo &konqueror; é uma KPart.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-konqueror"
->&konqueror;</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-ksycoca">
- <glossterm
-><acronym
->KSycoca</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->O <acronym
->KSycoca</acronym
-> (&kde; <emphasis
->Sy</emphasis
->stem <emphasis
->Co</emphasis
->nfiguration <emphasis
->Ca</emphasis
->che) é uma 'cache' da configuração que, por exemplo, garante um acesso mais rápido aos itens do menu.</para>
- <glossseealso
-otherterm="gloss-kbuildsycoca"
-><application
->KBuildSycoca</application
-></glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
- </glossdiv>
-
- <glossdiv id="glossdiv-xfree86">
- <title
->XFree86</title>
- <glossentry id="gloss-antialiasing">
- <glossterm
->'Antialiasing'</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Se for referido no contexto do &kde;, o 'anti-aliasing' significa na maior parte dos casos o suavizar dos tipos de letra visíveis no ecrã. O &Qt; versão 2.3.0 ou superiores, usado em conjunto com o XFree86 4.x torna isto possível também com o &kde;.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-qt"
->&Qt;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-xserver">
- <glossterm
->&X-Server;</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O &X-Server; representa uma camada básica sobre a qual as várias interfaces como o &kde; são desenvolvidas. Gere a interacção básica do rato e do teclado (tanto da máquina local como de máquinas remotas) e oferece as rotinas gráficas elementares para desenhar rectângulos ou outras primitivas.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-gui"
->&GUI;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
- </glossdiv>
-
- <glossdiv id="glossdiv-applications">
- <title
->Aplicações</title>
- <glossentry id="gloss-kbuildsycoca">
- <glossterm
-><application
->KBuildSycoca</application
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->O <application
->KBuildSycoca</application
-> é um programa da linha de comandos e recria o <acronym
->KSycoca</acronym
->. Isto é útil, por exemplo, se alguns ou todos os módulos do &kcontrol; estão em falta.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-ksycoca"
-><acronym
->KSycoca</acronym
-></glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-kcontrol"
->&kcontrol;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-kcontrol">
- <glossterm
->&kcontrol;</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Este é o projecto e o nome do ficheiro do centro de controlo do &kde;. O &kcontrol; permite-lhe personalizar praticamente todas as opções de configuração do &kde;.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-kicker">
- <glossterm
->&kicker;</glossterm>
- <glossdef
-><para
->&kicker; é a alcunha e o nome do projecto do painel do &kde;.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-panel"
->Painel</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-konqueror">
- <glossterm
->&konqueror;</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O &konqueror; é um gestor de ficheiros, navegador na web, visualizador de imagens e outros formatos e uma parte fundamental do projecto &kde;. Pode encontrar mais informações acerca do &konqueror; em <ulink url="http://www.konqueror.org"
->www.konqueror.org</ulink
->.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-ksirc">
- <glossterm
->&ksirc;</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O &ksirc; é o cliente de <acronym
->IRC</acronym
-> por omissão e que vem com o &kde;. Pode usar o &ksirc; para conversar com qualquer pessoa numa rede de <acronym
->IRC</acronym
->.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-irc"
-><acronym
->IRC</acronym
-></glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry
->
- </glossdiv>
-
- <glossdiv id="glossdiv-desktop-terminology">
- <title
->Terminologia do Ambiente de Trabalho</title>
- <glossentry id="gloss-draganddrop">
- <glossterm
->Arrastar e Largar</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Este conceito tenta substituir várias acções como a cópia de ficheiros de um lugar para outro através de um certo movimento de rato, por exemplo, carregando numa janela do &konqueror;, movendo o rato para outra janela enquanto o botão do rato se mantém carregado e largando o botão do rato (correspondendo a <quote
->largar</quote
-> o objecto) copia os ficheiros.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-konqueror"
->&konqueror;</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-gui">
- <glossterm
->&GUI;</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->G</emphasis
->raphical <emphasis
->U</emphasis
->ser <emphasis
->I</emphasis
->nterface. Cada ambiente gráfico (como o &kde;) é uma &GUI;. A maioria das &GUI;s suportam o rato e/ou janelas para gerir os programas.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-kde">
- <glossterm
->&kde;</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <quote
->K Desktop Environment</quote
->, uma &GUI; de liderança para os sistemas &UNIX;. Poderá encontrar informações mais detalhadas em <ulink url="http://www.kde.org"
->www.kde.org</ulink
->.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-gui"
->&GUI;</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-gnome">
- <glossterm
-><acronym
->GNOME</acronym
-></glossterm>
- <glossdef>
- <para
-><emphasis
->G</emphasis
->NU <emphasis
->N</emphasis
->etwork <emphasis
->O</emphasis
->bject <emphasis
->M</emphasis
->odel <emphasis
->E</emphasis
->nvironment, uma das &GUI;'s de liderança do &UNIX;.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-gui"
->&GUI;</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-panel">
- <glossterm
->Painel</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Refere-se ao painel (também conhecido por <quote
->&kicker;</quote
->) que normalmente se encontra no fundo do ecrã.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-kicker"
->&kicker;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-ripping">
- <glossterm
->extracção</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O processo de ler dados áudio de um CD-ROM e o armazenar em seguida no disco rígido.</para>
- </glossdef>
- </glossentry>
- </glossdiv>
-
- <glossdiv id="kde-development">
- <title
->Desenvolvimento do &kde;</title>
- <glossentry id="gloss-qt">
- <glossterm
->&Qt;</glossterm>
- <glossdef
-><para
->A &GUI; do &kde; é desenvolvida com base na biblioteca &Qt;, a qual fornece vários elementos gráficos (denominados por <quote
->Widgets</quote
->), os quais são usados para construir o ambiente de trabalho. Pode encontrar mais informações sobre o &Qt; em <ulink url="http://www.trolltech.com"
->www.trolltech.com</ulink
->.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-gui"
->&GUI;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-widget"
->Widget</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-i18n">
- <glossterm
->i18n</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <quote
->internationalization</quote
-> ou <quote
->internacionalização</quote
->. O &kde; suporta várias línguas diferentes, usando várias técnicas de i18n que facilitam a tradução da &GUI; assim como da documentação do &kde; para todas essas línguas. Pode ser encontrada mais informação sobre o processo de i18n em <ulink url="http://i18n.kde.org"
->i18n.kde.org</ulink
->.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-gui"
->&GUI;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-l10n">
- <glossterm
->l10n</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <quote
->localization</quote
-> (localização), o processo de adaptar um programa ao ambiente local. Isto inclui, por exemplo, a moeda usada para os valores monetários ou o formato da hora.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-i18n"
->i18n</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-widget">
- <glossterm
->Widget</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Elementos gráficos como barras de posicionamento, botões ou campos de entrada que são utilizados pelo &kde; para construir a interface gráfica. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-kde"
->&kde;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-gui"
->&GUI;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-cvs">
- <glossterm
-><acronym
->CVS</acronym
-></glossterm>
- <glossdef>
- <para
-><emphasis
->C</emphasis
->oncurrent <emphasis
->V</emphasis
->ersion <emphasis
->S</emphasis
->ystem. O <acronym
->CVS</acronym
-> é uma forma muito elegante de gerir as versões dos ficheiros, de modo a permitir que mais do que um programador trabalhe com facilidade no mesmo projecto. Poderá encontrar uma descrição de como obter a última versão (para os programadores) do código do &kde; através de <acronym
->CVS</acronym
-> anónimo em <ulink url="http://www.kde.org/anoncvs.html"
->http://www.kde.org/anoncvs.html</ulink
->. Mais informações sobre o <acronym
->CVS</acronym
-> estão disponíveis em <ulink url="http://www.cvshome.org"
->www.cvshome.org</ulink
->. </para>
- </glossdef>
- </glossentry>
- </glossdiv>
-
- <glossdiv id="glossdiv-misc">
- <title
->Diversos</title>
- <glossentry id="gloss-rfc">
- <glossterm
-><acronym
->RFC</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
-><emphasis
->R</emphasis
->equest <emphasis
->F</emphasis
->or <emphasis
->C</emphasis
->omment. Uma forma comum de publicar novas ideias para protocolos ou procedimentos de modo a serem avaliados pela comunidade da Internet. Ainda que os <acronym
->RFC</acronym
->s não sejam obrigatórios, muitas das aplicações tentam aderir a eles, logo que tenham sido aprovados pela comunidade. Podem ser encontradas mais informações sobre os <acronym
->RFC</acronym
->s na <ulink url="http://www.rfc-editor.org"
->Página Principal do RFC</ulink
->.</para>
- </glossdef>
- </glossentry
->
- </glossdiv>
-
- <glossdiv id="glossdiv-protocols">
- <title
->Vários protocolos</title>
- <glossentry id="gloss-smb">
- <glossterm
-><acronym
->SMB</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
-><emphasis
->S</emphasis
->erver <emphasis
->M</emphasis
->essage <emphasis
->B</emphasis
->lock. Um protocolo de rede usado nas redes do &Microsoft; &Windows; para aceder aos sistemas de ficheiros dos outros computadores.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-ioslave"
-><acronym
->IO</acronym
-> Slave</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-irc">
- <glossterm
-><acronym
->IRC</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
-><emphasis
->I</emphasis
->nternet <emphasis
->R</emphasis
->elay <emphasis
->C</emphasis
->hat. Um protocolo definido no <acronym
->RFC</acronym
-> 1459, que trata da especificação para permitir a conversação por texto em tempo-real.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-rfc"
-><acronym
->RFC</acronym
-></glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
- <glossentry id="gloss-host">
- <glossterm
->máquina</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Isto pode ser um nome do seu ficheiro <filename
->/etc/hosts</filename
-> (<systemitem class="systemname"
->omeucomputador</systemitem
->), um nome da Internet (<systemitem class="systemname"
->www.kde.org</systemitem
->) ou um endereço IP (<systemitem
->192.168.0.10</systemitem
->). </para>
- </glossdef>
- </glossentry>
- </glossdiv>
-</glossary>
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/tdeprintingglossary.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/tdeprintingglossary.docbook
deleted file mode 100644
index 31dee7bdd2..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/glossary/tdeprintingglossary.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,1266 +0,0 @@
-
-<!--
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE glossary PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
-"customization/dtd/kdex.dtd" [
-<!ENTITY % addindex "IGNORE">
-<!ENTITY % Portuguese "INCLUDE">
-<!ENTITY glossary-tdeprinting SYSTEM "tdeprintingglossary.docbook">
-
-]>
-<glossary id="glossary">
--->
- <glossdiv id="glossdiv-printing">
- <title
->Impressão</title>
-
-
- <glossentry id="gloss-acl">
- <glossterm
-><acronym
->ACLs</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->A</emphasis
->ccess <emphasis
->C</emphasis
->ontrol <emphasis
->L</emphasis
->ists; as ACLs são usadas para verificar o acesso de um dado utilizador (autenticado). Está disponível um suporte preliminar para ACLs na impressão com o &CUPS;; isto será melhorado nas versões futuras. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-authentication"
->Autenticação</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-appsocketprotocol">
- <glossterm
->Protocolo AppSocket</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O AppSocket é um protocolo para a transferência de dados de impressão, e também é conhecido por "Direct TCP/IP Printing". A &Hewlett-Packard; usou o AppSocket para adicionar algumas pequenas extensões à sua volta e foram bem sucedidos para lhe mudar o nome e comercializá-la com a designação "&HP; JetDirect"...</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-hpjetdirectprotocol"
->Protocolo &HP; JetDirect</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-directtcpipprinting"
->Direct TCP/IP Printing</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-apsfilter">
- <glossterm
->APSfilter</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O APSfilter é usado principalmente no contexto da impressão clássica no &UNIX; (LPD do estilo BSD). É um 'shell script' sofisticado, disfarçado de programa de filtragem "tudo-em-u,". Na realidade, o APSfilter inova os "scripts reais" para efectuar as tarefas necessárias. Envia as tarefas de impressão automaticamente através desses filtros baseando-se numa análise inicial do tipo do ficheiro de impressão. É desenvolvido e mantido por Andreas Klemm. É semelhante ao Magicfilter e utiliza na sua grande maioria o Ghostscript para a conversão dos ficheiros. Algumas distribuições de Linux (como a &SuSE;) usam o APSfilter, outras utilizam o Magicfilter (por exemplo, a &RedHat;), algumas têm ambas para se poder escolher (como o *BSD). O &CUPS; <emphasis
->não</emphasis
-> tem necessidade do APSfilter, dado que corre o seu próprio reconhecimento de ficheiros (baseando-se nos tipos &MIME;) e aplica a sua própria lógica de filtragem.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-ghostscript"
->Ghostscript</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-magicfilter"
->Magicfilter</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-mimetypes"
->Tipos &MIME;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-printcap"
->printcap</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-authentication">
- <glossterm
->Autenticação</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Provar a identidade de uma certa pessoa (talvez através do utilizador/senha ou através de um certificado) é denominada normalmente por autenticação. Uma vez autenticado, o utilizador pode ou não obter o acesso a um dado recurso, baseando-se possivelmente em ACLs.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-acl"
->ACLs</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-bidirectionalcommunication">
- <glossterm
->Comunicação bi-direccional</glossterm>
- <glossdef
-><para
->No contexto da impressão, um servidor ou uma máquina podem receber informações adicionais vindas da impressora (mensagens de estado, &etc;) ou provenientes de um pedido. O AppSocket ( = &HP; JetDirect), o &CUPS; e o IPP suportam a comunicação bidireccional, enquanto o LPR/LPD e a impressão do BSD não...</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-appsocketprotocol"
->Protocolo AppSocket</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-cups"
->&CUPS;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-directtcpipprinting"
->Direct TCP/IP Printing</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-hpjetdirectprotocol"
->&HP; JetDirect</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ipp"
->IPP</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-lprlpd"
->LPR/LPD</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-bsdstyleprinting">
- <glossterm
->Impressão tipo-BSD</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Termo genérico para as diversas variantes do método de impressão tradicional do &UNIX;. A sua primeira versão apareceu no início dos anos 70 no &UNIX; da BSD e foi formalmente descrito no <ulink url="http://www.rfc.net/rfc1179.html"
->RFC 1179</ulink
-> só por volta de 1990. Na altura em que a impressão "remota" do BSD foi desenhada pela primeira vez, as impressoras eram dispositivos ligados em série ou de outra forma qualquer a uma máquina (em que a Internet dificilmente consistia em mais do que 100 nós!); as impressoras usavam bandas intermináveis de papel picotado, alimentadas através de um mecanismo de tracção, com linhas simples de texto ASCII martelado mecanicamente no meio, a partir de caixotes por baixo da mesa, devolvendo o papel como uma "cobra" de papel dobrada em zigue-zague. As impressões remotas consistiam numa máquina vizinha na sala ao lado a enviar um ficheiro para impressão. Como a tecnologia mudou! As impressoras utilizam papel normal, têm inteligência incluída para criar as imagens das páginas que são enviadas para elas usando uma das PDLs (page description languages), muitas delas são por si próprias nós da rede, com CPU, RAM, disco e um Sistema Operativo próprio e estão ligadas a uma rede com provavelmente milhões de utilizadores... É uma prova vasta do conceito do &UNIX; para fazer as coisas, que fez a "Impressão em Linha" funcionar mesmo sob essas condições. Mas a altura chegou para que se mude para algo novo -- o IPP. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-ipp"
->IPP</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-cups"
->&CUPS;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-lprlpd"
->LPR/LPD printing</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-cups">
- <glossterm
->&CUPS;</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->C</emphasis
->ommon <emphasis
->U</emphasis
->NIX <emphasis
->P</emphasis
->rinting <emphasis
->S</emphasis
->ystem; o &CUPS; é o sistema de impressão mais moderno do &UNIX; e do Linux, oferecendo também serviços de impressão multi-plataforma para os clientes do &Microsoft; &Windows; e do Apple &MacOS;. Baseado no IPP, resolve os problemas da impressão antiquada à BSD, oferecendo a autenticação, cifra e ACLs, entre muitas outras funcionalidades. Ao mesmo tempo, é retro-compatível o suficiente para servir todos os cliente legados que ainda não estão preparados para o IPP através do LPR/LPD (como o BSD). O &CUPS; é capaz de controlar qualquer impressora &PostScript; utilizando o PPD (PostScript Printer Description) fornecido pelo fabricante, destinado originalmente para a impressão no &Microsoft; Windows NT. A impressão no &kde; é mais poderosa se se basear no &CUPS;.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-acl"
->ACLs</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-authentication"
->Autenticação</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-bsdstyleprinting"
->Impressão à BSD</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ipp"
->IPP</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-tdeprint"
->TDEPrint</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-lprlpd"
->LPR/LPD</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ppd"
->PPD</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-cupsfaq">
- <glossterm
-><acronym
->&CUPS;-FAQ</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->De momento só disponível em alemão (a tradução vem a caminho), a <ulink url="http://www.danka.de/printpro/faq.html"
->FAQ do &CUPS;</ulink
-> é um recurso valioso para responder a várias perguntas de qualquer pessoa novata com a impressão no &CUPS;. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-tdeprinthandbook"
->Manual do TDEPrint</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-cups-o-matic">
- <glossterm
->&CUPS;-O-Matic</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O &CUPS;-O-Matic foi o primeiro 'plugin' de "terceiros" para o 'software' de impressão &CUPS;. Está disponível no <ulink url="http://www.linuxprinting.org/cups-doc.html"
->'site' Web Linuxprinting.org</ulink
-> para oferecer um serviço 'online' de geração de PPDs. Em conjunto com o 'script' de Perl acompanhante <application
->cupsomatic</application
->, que necessita de ser instalado como uma infra-estrutura adicional do &CUPS;, ele redirecciona o resultado do filtro nativo <application
->pstops</application
-> para uma cadeia de filtros Ghostscript adequados. Depois de terminar, envia os dados resultantes para uma infra-estrutura do &CUPS; de modo a enviá-los para impressora. Deste modo, o &CUPS;-O-Matic permite o suporte para qualquer impressora conhecida que suportasse previamente o ambiente clássico do ghostscript, se não existir suporte nativo do &CUPS; para a impressora de momento... O &CUPS;-O-Matic foi substituído agora pelo seu equivalente melhorado, o PPD-O-Matic.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-cupsomatic"
->cupsomatic</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-PPD-O-Matic"
->PPD-O-Matic</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-foomatic"
->Foomatic</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-cupsomatic">
- <glossterm
->cupsomatic</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O 'script' de Perl <application
->cupsomatic</application
-> (em conjunto com uma instalação funcional do Perl no seu sistema) é necessário para que qualquer PPD gerado pelo &CUPS;-O-Matic (ou PPD-O-Matic) funcione com o &CUPS;. Foi criado por Grant Taylor, o Autor do Linux Printing HOWTO e o encarregado da <ulink url="http://www.linuxprinting.org/printer_list.cgi"
->base de dados de impressoras</ulink
-> no 'site' Web Linuxprinting.org.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-cups-o-matic"
->&CUPS;-O-Matic</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-foomatic"
->Foomatic</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-cupsomatic"
->cupsomatic</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-daemon">
- <glossterm
-><acronym
->Daemon</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->D</emphasis
->isk <emphasis
->a</emphasis
->nd <emphasis
->e</emphasis
->xecution <emphasis
->mon</emphasis
->itor; Os <acronym
->Daemons</acronym
-> ou servidores estão presentes em todos os sistemas &UNIX; para realizar as tarefas independentes da intervenção do utilizador. Os leitores mais familiarizados com o &Microsoft; &Windows; podem querer comparar os servidores e as tarefas pelas quais são responsáveis com os "serviços". Um exemplo de um servidor presente na maioria dos sistemas &UNIX; legado é o LPD (Line Printer Daemon); o &CUPS; é visto com frequência como o sucessor do LPD no mundo do &UNIX; e também funciona com um servidor ou <quote
->daemon</quote
->. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-spooling"
->SPOOLing</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-databaselinuxprinting">
- <glossterm
->Base de Dados, Linuxprinting.org</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Já há alguns anos, quando a impressão no Linux ainda era bastante complicada (só a impressão pela linha de comandos era conhecida para a maioria dos utilizadores do Linux, não existiam opções de impressão específicas do dispositivo para realizar as tarefas), o Grant Taylor, Autor do "Linux Printing HOWTO", coleccionou a maioria das informações disponíveis sobre as impressoras, controladores e filtros na sua base de dados. Com o conceito emergente do &CUPS;, extendendo a utilização dos PPDs mesmo para as impressoras não-Postscript, ele compreendeu o potencial da sua base de dados: se alguém colocar as diferentes sequências de dados (com o conteúdo que pode ser descrito ao longo das linhas "Que dispositivo imprime com que ghostscript ou com qualquer outro filtro, assim como que opções da linha de comandos estão disponíveis?") em ficheiros compatíveis com os PPDs, ele conseguia ter todo o poder do &CUPS; por cima dos "controladores" de impressoras tradicionais. Isto foi-se desenvolvendo para um conceito mais abrangente, conhecido por "Foomatic". O Foomatic extende as capacidades dos outros escalonadores que não o &CUPS; (LPR/LPD, LPRng, PDQ, PPR) até um certo nível ("roubando" alguns conceitos do &CUPS;). A Base de Dados do Linuxprinting não se limita apenas ao Linux -- as pessoas que corram outros SOs baseados no &UNIX; (como o *BSD ou o &MacOS; X) irão encontrar informações valiosas e 'software' para eles também. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-foomatic"
->Foomatic</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-linuxprintingdatabase"
->base de dados do Linuxprinting</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-directtcpipprinting">
- <glossterm
->Impressão Directa por TCP/IP</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Este é um método que utiliza com frequência o porto 9100 para se ligar à impressora. Funciona com muitas das impressoras modernas na rede e tem algumas vantagens sobre o LPR/LPD, dado que é mais rápido e fornece alguns "dados de resposta" da impressora para a máquina que emitiu a tarefa.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-appsocketprotocol"
->Protocolo AppSocket</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-hpjetdirectprotocol"
->Protocolo &HP; JetDirect</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-drivers">
- <glossterm
->Controladores, Controladores de Impressoras</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O termo "controlador de impressoras", usado no mesmo sentido da plataforma do &Microsoft; &Windows;, não é aplicado de todo para uma plataforma Linux ou &UNIX;. A funcionalidade de um "controlador" é fornecida no &UNIX; pelos diferentes componentes modulares que funcionam em conjunto. No núcleo estão os "filtros" que convertem um dado formato e que esperam pela sua impressão, para um formato que seja aceite pela impressora de destino. O filtro de saída é enviado para a impressora através de uma infra-estrutura ou "backend". </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-filter"
->Filtro</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ppd"
->PPDs</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-easysoftwareproducts">
- <glossterm
->Easy Software Products</glossterm>
- <glossdef
-><para
->A companhia de Mike Sweet, a qual contribuiu com alguns produtos de 'software' substanciais para a comunidade de Software Livre; entre eles, encontra-se a versão inicial do <ulink url="http://gimp-print.sf.net/"
->Gimp-Print,</ulink
->, a <ulink url="http://www.easysw.com/epm/"
->ferramenta de pacotes de 'software' EPM</ulink
-> e o <ulink url="http://www.easysw.com/htmldoc/"
->HTMLDOC</ulink
-> (usado pelo "Linux Documentation Project" para criar as versões em PDF dos HOWTOs) -- mas mais importante: o <ulink url="http://www.cups.org/"
->&CUPS;</ulink
-> (o 'Common &UNIX; Printing System'). A ESP financia-se a si própria vendendo uma versão comercial do &CUPS;, chamada <ulink url="http://www.easysw.com/"
->ESP PrintPro,</ulink
-> que inclui alguns melhoramentos profissionais. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-cups"
->&CUPS;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-espprintpro"
->ESP PrintPro</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-esp"
->ESP</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-gimpprint"
->Gimp-Print</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-encryption">
- <glossterm
->Cifra</glossterm>
- <glossdef
-><para
->A cifra de dados confidenciais é um assunto de toda a importância se os transferir pela Internet ou mesmo pelas intranets. A impressão através dos protocolos tradicionais não é cifrada de todo -- é muito fácil interceptar e escutar, por exemplo, os dados em &PostScript; ou em PCL transferidos pela rede. Por isso, no desenho do IPP foi pensada a adaptação de um 'plugin' simples para mecanismos de cifra (que podem ser disponibilizados da mesma forma que a norma de cifra para o tráfego de HTTP: o SSL e o TLS.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-authentication"
->Autenticação</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-cups"
->&CUPS;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ipp"
->IPP</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ssl"
->SSL</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-tls"
->TLS</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-epson">
- <glossterm
-><acronym
->Epson</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->As impressoras de jacto-de-tinta da Epson encontram-se entre os modelos melhor suportados pelos controladores de software livre, dado que a companhia não tenta esconder os seus documentos de especificações técnicas dos seus dispositivos aos programadores. A qualidade de impressão excelente obtida com o Gimp-Print na série Stylus das impressoras pode ser atribuída a essa abertura. Eles também contrataram a Easy Software Products para manter uma versão melhorada do Ghostscript (o "ESP GhostScript") para o suporte melhorado do seu suporte de impressão. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-ghostscript"
->ESP Ghostscript</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-escapesequence">
- <glossterm
->Sequências de Escape</glossterm>
- <glossdef
-><para
->As primeiras impressoras imprimiam somente dados em ASCII. Para iniciar uma nova linha ou para ejectar uma página, eles incluiam sequências de comandos especiais, que continham na maioria das vezes um carácter [ESC] antecedente. A &HP; englobou este conceito através das suas edições da linguagem PCL até hoje, quando desenvolveram uma PDL (Page Description Language) completa desde o seu humilde início. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-pcl"
->PCL</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-pdl"
->PDL</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-escp">
- <glossterm
-><acronym
->ESC/P</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->E</emphasis
->pson <emphasis
->S</emphasis
->tandard <emphasis
->C</emphasis
->odes for <emphasis
->P</emphasis
->rinters. A linguagem ESC/P da Epson está ao lado do &PostScript; e do PCL como uma das linguagens mais conhecidas.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-pcl"
->PCL</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-postscript"
->&PostScript;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-hpgl"
->hpgl</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-esp">
- <glossterm
-><acronym
->ESP</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->E</emphasis
->asy <emphasis
->S</emphasis
->oftware <emphasis
->P</emphasis
->roducts; a companhia que desenvolveu o &CUPS; (o "Common &UNIX; Printing System"). </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-easysoftwareproducts"
->Easy Software Products</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-cups"
->&CUPS;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-espprintpro"
->ESP PrintPro</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-espghostscript">
- <glossterm
-><acronym
->ESP</acronym
-> Ghostscript</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Uma versão do Ghostscript que é mantida pela Easy Software Products. Inclui controladores do Gimp-Print pré-compilados para muitas impressoras de jacto de tinta (mais alguns brindes). O ESP Ghostscript funciona melhor com a série de modelos Epson Stylus para uma qualidade fotográfica em muitos casos. O ESP Ghostscript é 'software' sob a GPL. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-easysoftwareproducts"
->Easy Software Products</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-cups"
->&CUPS;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-espprintpro"
->ESP PrintPro</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-espprintpro">
- <glossterm
-><acronym
->ESP</acronym
-> PrintPro</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Este melhoramento profissional do &CUPS; (o "Common &UNIX; Printing System") é vendido pelos criadores do &CUPS; completo, com mais de 2 300 controladores de impressoras para as várias plataformas &UNIX; comerciais. O <ulink url="http://www.easysw.com/printpro/"
->ESP PrintPro</ulink
-> é suposto funcionar "autonomamente" com pouca ou mesmo nenhuma configuração por parte dos utilizadores ou administradores. A ESP também vende contratos de suporte para o &CUPS; e para o PrintPro. Estas vendas ajudam a alimentar os programadores que desenvolvem a versão gratuita do &CUPS;. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-cups"
->&CUPS;</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-filter">
- <glossterm
->Filtro</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Os filtros, no geral, são programas que recebem alguns dados à entrada, manipulam-nos e passam-nos como resultado. Os filtros podem alterar ou não os dados. Os filtros, no contexto da impressão, são programas que convertem um dado ficheiro (destinado à impressão, mas não adequado no formato em que se encontra) para um formato fácil de imprimir. Algumas das vezes, têm de se criar "cadeias de filtros" para atingir o objectivo, passando o resultado de um filtro como entrada para o próximo. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-ghostscript"
->Ghostscript</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-rip"
->RIP</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-foomatic">
- <glossterm
->Foomatic</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O Foomatic começou como o nome da interface para um conjunto de diferentes ferramentas disponíveis em <ulink url="http://www.linuxprinting.org/"
->Linuxprinting.org</ulink
->. Estas ferramentas tentam tornar a utilização do ghostscript tradicional e dos outros filtros de impressão mais fácil para os utilizadores e para extender as capacidades dos filtros adicionando mais opções da linha de comandos ou explicando os dados de execução dos controladores. As diferentes encarnações do Foomatic são o &CUPS;-O-Matic, o PPD-O-Matic, o PDQ-O-Matic, o LPD-O-Matic, o PPR-O-Matic, o MF-O-Matic e o Direct-O-Matic. Todas estas permitem a geração de ficheiros de configuração 'online' apropriados, bastando para isso seleccionar o modelo adequado e o controlador sugerido (ou alternativo) para essa máquina. Mais recentemente, o Foomatic começou a virar-se para um sistema de "meta-escalonamento", que permite a configuração do sub-sistema de impressão subjacente através de um conjunto unificado de comandos. (Contudo, isto é muito mais complicado do que a interface &GUI; do TDEPrint, a qual faz algo de semelhante em relação aos diferentes sub-sistemas de impressão). </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-cups-o-matic"
->&CUPS;-O-Matic</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-PPD-O-Matic"
->PPD-O-Matic</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-cupsomatic"
->cupsomatic</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-ghostscript">
- <glossterm
->Ghostscript</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O Ghostscipt é um RIP de &PostScript; em 'software', desenvolvido originalmente por L. Peter Deutsch. Existe sempre uma versão <acronym
->GPL</acronym
-> do ghostcript disponível para a utilização e distribuição gratuita (a maioria já com um ano) enquanto que a versão actual é vendida comercialmente com outra licença. O Ghostscript é usado em grande escala no mundo do Linux e do &UNIX; para transformar o &PostScript; em dados de imagens adequados para enviar para os dispositivo não-&PostScript;.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-postscript"
->&PostScript;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-rip"
->RIP</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-gimpprint">
- <glossterm
->Gimp-Print</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Ao contrário do seu nome, o Gimp-Print já não é apenas o 'plugin' a usar para imprimir no famoso programa Gimp -- o seu código de base também serve para ser compilado num... *... conjunto de PPDs e filtros associados que se integram transparentemente no &CUPS;, suportando cerca de 130 modelos de impressoras diferentes, oferecendo a qualidade fotográfica do resultado em muitos dos casos; *...um filtro do Ghostscript que pode ser usado com qualquer outro programa que necessite dum RIP por 'software'; *...uma biblioteca que pode ser usada por outras aplicações de 'software' que necessitem de funções de desenho. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-lexmark"
->Controladores Lexmark</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-rip"
->RIP</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ghostscript"
->Ghostscript</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-hp">
- <glossterm
-><acronym
->&HP;</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->H</emphasis
->ewlett-<emphasis
->Packard</emphasis
->; uma das primeiras companhias a distribuir os seus próprios controladores de impressoras do Linux -- Mais recentemente, lançaram o seu pacote "HPIJS" de controladores, incluindo o código-fonte e uma licença gratuita. Isto constitui o primeiro fabricante de impressoras a fazê-lo. O HPIJS suporta a maioria dos modelos de jacto de tinta da HP. </para>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-hpgl">
- <glossterm
-><acronym
->&HP;/GL</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->&HP;</emphasis
-> <emphasis
->G</emphasis
->rafical <emphasis
->L</emphasis
->anguage; uma linguagem de impressão da &HP; usada principalmente para as 'plotters'; muitos programas de CAD (Computer Aided Design) geram ficheiros &HP;/GL para imprimir.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-escp"
->ESC/P</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-pcl"
->PCL</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-postscript"
->&PostScript;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-hpjetdirectprotocol">
- <glossterm
->Protocolo &HP; JetDirect</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Um termo originário da &HP; para descrever a implementação deles para a transferência de dados de impressão para a impressora através de um protocolo "AppSocket" ou "Direct TCP/IP Printing".</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-appsocketprotocol"
->Protocolo AppSocket</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-directtcpipprinting"
->Direct TCP/IP Printing</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-ietf">
- <glossterm
-><acronym
->IETF</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->I</emphasis
->nternet <emphasis
->E</emphasis
->ngineering <emphasis
->T</emphasis
->ask <emphasis
->F</emphasis
->orce; uma associação de peritos da Internet, 'software' e 'hardware' que discutem as novas tecnologias de rede e que chegam muitas vezes a conclusões que são vistas pelas outras pessoas como normas. O "TCP/IP" é o exemplo mais famoso. As normas do IETF, assim como as propostas, discussões, ideias ou tutoriais úteis são postos em forma escrita na famosa série de "RFCs2 que estão disponíveis para o público e que são gravados na maioria dos CDs do Linux ou BSD.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-ipp"
->IPP</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-pwg"
->PWG</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-rfc"
->RFC</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-ipp">
- <glossterm
-><acronym
->IPP</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->I</emphasis
->nternet <emphasis
->P</emphasis
->rinting <emphasis
->P</emphasis
->rotocol; definido numa série de RFCs aceites pelo IETF com o estado de "norma proposta"; foi desenhado pelo PWG. -- o IPP é um desenho completamente novo para a impressão na rede, porém, utiliza um método bastante conhecido e estável para a transferência de dados: o HTTP 1.1! Não "reinventando a roda", e baseando-se ele próprio numa norma existente e robusta da Internet, o IPP é capaz de se integrar com os mecanismos compatíveis com o HTTP na sua plataforma: * Mecanismos de autenticação Basic, Digest ou Certificate; * SSL ou TLS para a cifra dos dados transferidos; * LDAP para os serviços de directoria (para publicar os dados nas impressoras, opções de dispositivos, controladores, custos e tudo o mais na rede; ou para verificar as senhas enquanto desencadeia a autenticação). </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-cups"
->&CUPS;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-pwg"
->PWG</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ietf"
->IETF</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-rfc"
->RFC</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-tls"
->TLS</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-tdeprint">
- <glossterm
-><acronym
->TDEPrint</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->A nova funcionalidade de impressão do &kde; desde a sua versão 2.2 consiste em vários módulos que traduzem as funcionalidades e a configuração dos diferentes sub-sistemas de impressão disponíveis (o &CUPS;, o LPR/LPD do BSD, o RLPR...) para uma representação gráfica agradável no &kde; em janelas, para facilitar a sua utilização. O mais importante para a utilização do dia-a-dia é o "kprinter", o novo comando de impressão gráfico -- Nota: o TDEPrint <emphasis
->não</emphasis
-> implementa o seu próprio mecanismo de escalonamento ou de processamento de &PostScript;; para tal baseia-se no <emphasis
->sub-sistema de impressão</emphasis
-> seleccionado -- contudo, adiciona algumas funcionalidades próprias em cima de todas essas fundações... </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-bsdstyleprinting"
->impressão à BSD</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-cups"
->&CUPS;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-kprinter"
->kprinter</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-tdeprinthandbook"
->Manual do TDEPrint</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-tdeprinthandbook">
- <glossterm
-><acronym
->Manual do TDEPrint...</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->...é o nome do documento de referência que descreve as funções do TDEPrint para os utilizadores e administradores. Pode lê-lo no Konqueror escrevendo "help:/tdeprint" no campo do endereço. O <ulink url="http://printing.kde.org/"
->'site' Web do TDEPrint</ulink
-> é o recurso para as actualizações da documentação, assim como as versões em PDF destinadas a serem impressas. É da autoria e é mantido por Kurt Pfeifle. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-cupsfaq"
->&CUPS;-FAQ</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-kprinter">
- <glossterm
->kprinter</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O <emphasis
->kprinter</emphasis
-> é o novo utilitário poderoso de impressão que é usado nativamente por todas as aplicações do &kde;. Ao contrário de algumas más interpretações, o <emphasis
->kprinter</emphasis
-> <emphasis
->não</emphasis
-> é uma ferramenta apenas para o &CUPS;, dado que suporta vários sub-sistemas de impressão. Pode até mudar para um sub-sistema de impressão "na altura", entre duas tarefas, sem ter de reconfigurar. Claro, devido às funcionalidades poderosas do &CUPS;, o <emphasis
->kprinter</emphasis
-> está em melhor forma quando é usado como interface para o &CUPS;. O <emphasis
->kprinter</emphasis
-> é o sucessor do "qtcups", o qual já não é mais mantido. O kprinter herdou todas as melhores funcionalidades do qtcups e adicionou muitas outras. E MAIS IMPORTANTE: pode usar o <emphasis
->kprinter</emphasis
-> com todas as suas funcionalidades em todas as aplicações não-&kde; que permitam um comando de impressão personalizado, como o gv, AcrobatReader, Netscape, Mozilla, Galeon, StarOffice, OpenOffice e todos os programas do GNOME. O <emphasis
->kprinter</emphasis
-> pode actuar como um utilitário "autónomo", iniciado a partir de um Terminal X ou mini-linha de comandos para imprimir vários ficheiros diferentes de várias pastas, em diferentes formatos, em cada tarefa ou todos de uma vez, sem a necessidade de abrir em primeiro lugar os ficheiros nas aplicações! (Os formatos de ficheiros que são suportados desta forma são o &PostScript;, o PDF, o texto ASCII e International e muitos formatos gráficos conhecidos, como o PNG, TIFF, JPEG, PNM, Sun RASTER &etc;) </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-qtcups"
->QtCUPS</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-lexmark">
- <glossterm
-><acronym
->Lexmark</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->foi uma das primeiras companhias a distribuir os seus próprios controladores de impressoras em Linux para alguns dos seus modelos. Contudo, esses controladores são apenas binários (sem código-fonte disponível), e por isso não podem ser usados para integrar nos outros projectos de impressão gratuitos. </para>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-linuxprintingorg">
- <glossterm
->Linuxprinting.org</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Linuxprinting.org = não só para o Linux; todos os sistemas do tipo &UNIX; como o *BSD e os vários UNIXes comerciais poderão encontrar várias informações úteis de impressão nesse 'site'. Este 'site' é a casa do projecto Foomatic, que tenta desenvolver o "Meta Print Spool and Driver Configuration Toolset" (ser capaz de configurar através de uma única interface comum os diferentes sub-sistemas de impressão e os seus controladores necessários) sem novo esforço de reconfiguração.-- Assim, também mantêm a Base de Dados de Impressoras, uma colecção de informações de controladores e de dispositivos que permite a todos descobrirem a informação mais actual sobre os modelos de impressoras e que gera a configuração 'online' para qualquer combinação escalonador/controlador/dispositivo conhecida e que funcione com algum dos sub-sistemas de impressão conhecidos do &UNIX; e Linux. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-linuxprintingdatabase"
->Base de dados do Linuxprinting</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-linuxprintingdatabase">
- <glossterm
-><acronym
->A base de dados do Linuxprinting.org</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->....Base de Dados que contém as impressoras e controladores adequados para eles... ...uma quantidade de informação e documentação para ser lida... ...fornece também algumas ferramentas e utilitários para facilitar a integração destes controladores num dado sistema... a família de utilitários "Foomatic" vista como o conjunto de ferramentas para tirar partido da base de dados para gerar "na altura" configurações funcionais para o seu modelo de impressora. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-foomatic"
->Foomatic</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-lprlpd">
- <glossterm
->Impressão <acronym
->LPR/LPD</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->LPR == algumas pessoas traduzem para <emphasis
->L</emphasis
->ine <emphasis
->P</emphasis
->rinting <emphasis
->R</emphasis
->equest, outras para: <emphasis
->L</emphasis
->ine <emphasis
->P</emphasis
->rinter <emphasis
->R</emphasis
->emote.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-bsdstyleprinting"
->Impressão tipo-BSD</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-magicfilter">
- <glossterm
->Magicfilter</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Semelhante ao programa APSfilter, o Magicfilter oferece funções de reconhecimento do tipo de ficheiros e, baseando-se nisso, efectua a conversão automática do ficheiro para um formato possível de imprimir, dependendo da impressora de destino.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-apsfilter"
->APSfilter</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-mimetypes">
- <glossterm
->Tipos-&MIME;</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->M</emphasis
->ultipurpose (or Multimedia) <emphasis
->I</emphasis
->nternet <emphasis
->M</emphasis
->ail <emphasis
->E</emphasis
->xtensions; os tipos &MIME; foram usados inicialmente para permitir o transporte de dados binários (como os anexos de email que continham imagens) pelas ligações de email, as quais transmitem normalmente caracteres ASCII: os dados tinham de ser codificados para uma representação ASCII. Este conceito foi extendido mais tarde para descrever um formato de dados de uma forma independente de plataformas e não-ambígua). No &Windows; toda a gente conhece as extensões *.doc para os ficheiros do &Microsoft; Word. Isto é visto de forma ambígua na plataforma &Windows;: as extensões *.doc também são usadas para os ficheiros de texto simples ou para os ficheiros do Adobe Framemaker. E se um ficheiro de Word real vir o seu nome mudado para ter uma extensão diferente, já não pode ser mais aberto pelo programa; o &MIME; traz uma texto de reconhecimento com ele, que descreve o formato do ficheiro com base em <emphasis
->categoria_principal/sub_categoria</emphasis
->. Dentro do IPP, os ficheiros são também descritos pelo esquema de tipos &MIME;. Os tipos &MIME; são registados pelo IANA (Internet Assigning Numbers <emphasis
->Association</emphasis
->) para os manter sem ambiguidades. O &CUPS; tem alguns tipos &MIME; próprios registados, como o <emphasis
->application/vnd.cups-raster</emphasis
-> (para o formato de imagens interno do &CUPS;). </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-cups"
->&CUPS;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-easysoftwareproducts"
->Easy Software Products</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-espprintpro"
->ESP PrintPro</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-gimpprint"
->Gimp-Print</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-pcl">
- <glossterm
-><acronym
->PCL</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->P</emphasis
->rinter <emphasis
->C</emphasis
->ontrol <emphasis
->L</emphasis
->anguage; desenvolvida pela &HP;, a PCL teve início na versão 1 como um conjunto simples de comandos para a impressão em ASCII; agora, nas suas versões PCL6 e PCL-X é capaz de imprimir gráficos e cores -- mas fora do reino do &Microsoft; &Windows; e do &HP-UX; (a versão da &HP; do &UNIX;) não é usado com frequência...</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-escp"
->ESC/P</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-hpgl"
->&HP;/GL</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-pdl"
->PDL</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-postscript"
->&PostScript;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-pdl">
- <glossterm
-><acronym
->PDL</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->P</emphasis
->age <emphasis
->D</emphasis
->escription <emphasis
->L</emphasis
->anguage; as PDLs descrevem de uma forma abstracta a representação gráfica de uma página - Antes de ser de facto transferida como tinta ou 'toner' para o papel, uma PDL necessita de ser "interpretada" em primeiro lugar. No &UNIX;, a PDL mais importante é o &PostScript;. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-escp"
->ESC/P</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-hpgl"
->&HP;/GL</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-pcl"
->PCL</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-postscript"
->&PostScript;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-pixel">
- <glossterm
->Pixel</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->Pic</emphasis
->ture <emphasis
->El</emphasis
->ement; este termo descreve a componente mais pequena de uma imagem (quer impressa no papel ou representa num monitor por raios catódicos ou elementos LDC). Como qualquer imagem ou representação gráfica neste tipos de dispositivos é composta de pixels, os valores de "ppi" (pixel per inch - pixel por polegada) e &dpi; (dots per inch - pontos por polegada) são um parâmetro importante para a qualidade global e para a resolução da imagem.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-filter"
->Filtro</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ghostscript"
->Ghostscript</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-postscript"
->&PostScript;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-raster"
->Imagem</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-pjl">
- <glossterm
-><acronym
->PJL</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->P</emphasis
->rint <emphasis
->J</emphasis
->ob <emphasis
->L</emphasis
->anguage; desenvolvida pela &HP; para controlar e influenciar a configuração por página ou por impressora. Não só pode ser usada para as impressoras PCL próprias da &HP;, mas também para muitas impressoras &PostScript; e para outras impressoras que compreendam comandos PJL enviados para elas dentro de uma tarefa de impressão ou num sinal separado.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-pcl"
->PCL</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-postscript">
- <glossterm
->&PostScript;</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O &PostScript; (abreviado normalmente para "PS") é a norma de facto no mundo do &UNIX; para imprimir ficheiros. Foi desenvolvido pela Adobe e licenciado para os fabricantes de impressoras e para as companhias de 'software'. Como as especificações do &PostScript; foram publicadas pela Adobe, existem também implementações de terceiros dos programas de geração e interpretação de &PostScript; (sendo um dos mais conhecidos o Ghostscript, um interpretador de PS poderoso). </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-escp"
->ESC/P</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-hpgl"
->&HP;/GL</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-pcl"
->PCL</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ppd"
->PPD</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-ppd">
- <glossterm
-><acronym
->PPD</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->P</emphasis
->ostScript <emphasis
->P</emphasis
->rinter <emphasis
->D</emphasis
->escription; os PPDs são ficheiros ASCII que armazenam toda a informação acerca das capacidades especiais de uma impressora,, assim como as definições dos comandos de PostScript ou PJL para chamar uma dada funcionalidade (como a impressão duplex). Tal como a explicação do acrónimo revela, os PPDs foram originalmente só usados nas impressoras &PostScript;. O &CUPS; extendeu o conceito do PPD para todos os tipos de impressoras. Os PPDs para as impressoras &PostScript; são oferecidos pelos fabricantes das impressoras. Podem ser usados pelo &CUPS; e pelo TDEPrint para dar o acesso às funcionalidades completas de qualquer impressora &PostScript;. A Equipa do TDEPrint recomenda-lhe usar um PPD originalmente destinado para ser usado com o &Microsoft; Windows NT. Os PPDs para as impressoras não-PostScript <emphasis
->necessitam</emphasis
-> de um "filtro" acompanhante que processe os ficheiros &PostScript; para um formato facilmente entendido pelo dispositivo de destino não-PostScript. Essas combinações PPD/filtro (ainda) não estão disponíveis pelos fabricantes. Depois da iniciativa dos criadores do &CUPS; de usar os PPDs, a comunidade de Software Livre foi criativa o suficiente para vir imediatamente com o suporte para os modelos de impressoras mais usados actualmente através de PPDs e filtros de Ghostscript clássicos. Mas lembre-se: a qualidade da impressão vai de "resultado de alta-qualidade fotográfica" (usando o Gimp-Print com a maioria das impressoras de jacto de tinta da Epson) para "quase ilegível" (usando os filtros do ghostscript do Foomatic marcados como "paperweight" na base de dados do Linuxprinting.org. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-cups"
->&CUPS;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-linuxprintingorg"
->Linuxprinting.org</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-postscript"
->&PostScript;</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-PPD-O-Matic">
- <glossterm
->PPD-O-Matic</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O PPD-O-Matic é um conjunto de 'scripts' de Perl que correm no servidor Web Linuxprinting.org e que podem ser usados 'online' para gerar PPDs para qualquer impressora conhecida e que consiga imprimir com o ghostscript. Estes PPDs podem ser associados ao &CUPS;/TDEPrint assim como às outras aplicações que usem PPDs como o StarOffice para determinar todos os diferentes parâmetros das tarefas de impressão. Recomenda-se neste momento para a maioria dos casos o uso do "PPD-O-Matic" em vez do anterior &CUPS;-O-Matic. Para gerar um PPD, vá à <ulink url="http://www.linuxprinting.org/printer_list.cgi"
->base de dados de impressoras</ulink
->, seleccione o seu modelo de impressora, siga a ligação para mostrar os filtros de ghostscript disponíveis para essa impressora, seleccione um, carregue em "generate" (gerar) e grave finalmente o ficheiro no seu sistema local. Certifique-se que leu as instruções. Confirme que o seu sistema local tem de facto o ghoscript e o filtro instalados, o que escolheu antes de gerar o PPD. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-postscript"
->&PostScript;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-cups-o-matic"
->&CUPS;-O-Matic</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-linuxprintingorg"
->Linuxprinting.org</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-foomatic"
->Foomatic</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-printcap">
- <glossterm
->printcap</glossterm>
- <glossdef
-><para
->O ficheiro "printcap" contém nos sistemas de impressão do BSD a informação de configuração; o servidor de impressão lê este ficheiro para saber quais as impressoras disponíveis, que filtros devem ser usados para cada uma, onde está localizada a pasta com os pedidos, se existem páginas especiais para serem usadas, entre outras coisas... Algumas aplicações também dependem do acesso de leitura ao ficheiro printcap para obter os nomes das impressoras disponíveis. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-bsdstyleprinting"
->Impressão tipo-BSD</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-printermib">
- <glossterm
->Printer-<acronym
->MIB</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->Printer</emphasis
->-<emphasis
->M</emphasis
->anagement <emphasis
->I</emphasis
->nformation <emphasis
->B</emphasis
->ase; o Printer-MIB define um conjunto de parâmetros que devem ser guardados na impressora para aceder através da rede. Isto é útil se muitas (em alguns casos, milhares) das impressoras de rede são geridas centralmente com a ajuda do SNMP (Simple Network Management Protocol).</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-pwg"
->PWG</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-snmp"
->SNMP</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-pwg">
- <glossterm
-><acronym
->PWG</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->P</emphasis
->rinter <emphasis
->W</emphasis
->orking <emphasis
->G</emphasis
->roup; o PWG é um grupo disperso de representantes da indústria de impressoras que tem desenvolvido nos últimos anos várias normas relacionadas com a impressão pela rede, as quais foram mais tarde aceites pelo IETF como normas RFC, como o "Printer-MIB" e o IPP.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-postscript"
->&PostScript;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ipp"
->IPP</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-printermib"
->Printer-MIB</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-snmp"
->SNMP</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-printtdeioslave">
- <glossterm
->'KIO Slave' print:/</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Pode usar uma sintaxe "print:/..." para aceder rapidamente aos recursos do TDEPrint. Se escrever "print:/manager" como um URL do Konqueror obtém o acesso de administração ao TDEPrint. O Konqueror usa a famosa "KParts" do &kde; para conseguir isso. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-ioslave"
->IO Slave</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-kparts"
->KParts</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-printerdatabase">
- <glossterm
->Base de Dados de Impressoras</glossterm>
- <glossdef
-><para
->.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-linuxprintingdatabase"
->Base de Dados do Linuxprinting</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-qtcups">
- <glossterm
-><acronym
->Qt&CUPS;</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->O Qt&CUPS; e o KUPS foram os predecessores do TDEPrint; agora estão desactualizados e já não são mantidos. O que havia de bom no qtcups foi herdado pelo "kprinter", a nova janela de impressão do KDE (a qual está muito melhorada face ao qtcups); o que gostava no kups encontra-se agora no Gestor do TDEPrint (acessível através do Centro de Controlo do KDE ou através do URL "print:/manager" no Konqueror) -- com mais funcionalidades e menos erros... O seu programador anterior, Michael Goffioul, é agora o programador do TDEPrint -- um rapaz muito bom, produtivo e corrector rápido de erros... </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-kprinter"
->kprinter</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-raster">
- <glossterm
->Imagem Rasterizada</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Cada imagem num meio físico é composta por um padrão de pontos discretos com diferentes cores e (quiçá) tamanhos. Esta denomina-se por "imagem rasterizada". Contrapõe-se à "imagem vectorial" onde o gráfico é descrito em termos de linhas e formas contínuas, formas e preenchimentos, representados por fórmulas matemáticas. As imagens vectoriais normalmente ocupam um espaço em ficheiro menor e podem ser redimensionadas sem qualquer perda de informação e qualidade -- mas não podem ser reproduzidas directamente , porque necessitam sempre de ser "desenhadas" ou "rasterizadas" para a resolução especificada e suportada pelo dispositivo... A rasterização é feita por um RIP (Raster Image Processor), como o Ghostscript ou outra instância de filtragem.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-pixel"
->Pixel</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ghostscript"
->Ghostscript</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-postscript"
->&PostScript;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-filter"
->Filtro</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-rip"
->RIP</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-rip">
- <glossterm
-><acronym
->RIP</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->R</emphasis
->aster <emphasis
->I</emphasis
->mage <emphasis
->P</emphasis
->rocess(or); se for usado no contexto da impressão, o "RIP" significa uma instância de 'hardware' ou 'software' que converte o &PostScript; (ou os outros ficheiros de impressão que são representados numa PDL) num formato de imagem rasterizada de tal forma que seja aceite pelo "motor de marcação" da impressora. As impressoras &PostScript; contêm os seus próprios RIPs de &PostScript;. Um RIP pode ou não estar localizado dentro de uma impressora. Para muitos sistemas &UNIX;, o Ghostscript é o pacote que oferece um "RIP em software", que corre na máquina anfitriã, e que pré-digere o &PostScript; ou outro tipo de dados para os tornar prontos a imprimir no dispositivo (aqui pode sentir uma "ponta de verdade" na mensage "O Ghostscript transforma a sua impressora numa máquina de &PostScript;", o que é óbvio que não é correcto se levado à letra).</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-filter"
->Filtro</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ghostscript"
->Ghostscript</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-postscript"
->&PostScript;</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-pdl"
->PDL</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-raster"
->Imagem</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-rlpr">
- <glossterm
-><acronym
->RLPR</acronym
-> (LPR remoto)</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->R</emphasis
->emote <emphasis
->L</emphasis
->ine <emphasis
->P</emphasis
->rinting <emphasis
->R</emphasis
->equest; este é um sistema de impressão à BSD que não necessita de privilégios de root ou de um ficheiro "printcap" para trabalhar: todos os parâmetros podem ser especificados na linha de comandos. O RLPR é bastante útil para os utilizadores de portáteis que trabalham em ambientes altamente voláteis, dado que pode ser instalado concorrentemente com os outros sub-sistemas de impressão e permite uma forma muito flexível e rápida de instalar uma impressora para aceder directamente através do LPR/LPD. O TDEPrint tem um "Assistente de Adição de Impressoras" para tornar a utilização do RLPR ainda mais simples. O comando kprinter permite mudar para o RLPR "na altura", em qualquer altura.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-tdeprint"
->TDEPrint</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-kprinter"
->kprinter</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-printcap"
->printcap</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-snmp">
- <glossterm
-><acronym
->SNMP</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->S</emphasis
->imple <emphasis
->N</emphasis
->etwork <emphasis
->M</emphasis
->anagement <emphasis
->P</emphasis
->rotocol; o SNMP é largamente usado para controlar todo o tipo de nós de rede (Máquinas, Encaminhadores, 'Switches', 'Gateways', Impressoras...) remotamente.</para>
-<glossseealso otherterm="gloss-pwg"
->PWG</glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-printermib"
->Printer-MIB</glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-ssl">
- <glossterm
->Cifra com <acronym
->SSL(3)</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->S</emphasis
->ecure <emphasis
->S</emphasis
->ocket <emphasis
->L</emphasis
->ayer; o <acronym
->SSL</acronym
-> é um método proprietário de cifra para a transferência de dados por HTTP e que foi desenvolvida pela Netscape e que está a ser neste momento substituída por uma norma do IETF chamada TLS. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-tls"
-><acronym
->TLS</acronym
-></glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-spooling">
- <glossterm
-><acronym
->SPOOL</acronym
->ing</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->S</emphasis
->ynchronous <emphasis
->P</emphasis
->eripherals <emphasis
->O</emphasis
->perations <emphasis
->O</emphasis
->n<emphasis
->L</emphasis
->ine; o <acronym
->SPOOL</acronym
->ing permite às aplicação de impressão (e utilizadores) continuarem o seu trabalho enquanto a tarefa vai sendo tratada por um <acronym
->servidor</acronym
-> do sistema que guarda o ficheiro numa localização temporária até a impressora estar pronta a imprimir. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-daemon"
-><acronym
->Daemon</acronym
-></glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-tls">
- <glossterm
->Cifra com <acronym
->TLS</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->T</emphasis
->ransport <emphasis
->L</emphasis
->ayer <emphasis
->S</emphasis
->ecurity; o <acronym
->TLS</acronym
-> é uma norma de cifra para a transferência de dados através de HTTP 1.1; está definida no RFC 2246; embora seja baseado no desenvolvimento inicial do SSL (da Netscape), não é completamente compatível com ele. </para>
- <glossseealso otherterm="gloss-ssl"
-><acronym
->SSL(3)</acronym
-></glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
-
- <glossentry id="gloss-systemVstyleprinting">
- <glossterm
->Impressão à System V</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Esta é a segunda variante do sistema tradicional de impressão do &UNIX; (em oposição à impressão à BSD). Utiliza um conjunto de comandos diferente (lp, lpadmin,...) do BSD, mas não é fundamentalmente diferente deste. Contudo, a diferença entre os dois é grande o suficiente para tornar os dois incompatíveis entre si de modo que um cliente não consegue por si só imprimir para um servidor de impressão do tipo System V sem algumas modificações adicionais... o IPP é suposto resolver esta fraqueza, entre outras coisas. </para>
-<glossseealso otherterm="gloss-bsdstyleprinting"
-><acronym
->impressão à BSD</acronym
-></glossseealso
-> <glossseealso otherterm="gloss-ipp"
-><acronym
->IPP</acronym
-></glossseealso
-> </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-turboprint">
- <glossterm
->TurboPrint</glossterm>
- <glossdef
-><para
->Uma aplicação 'shareware' que oferece a possibilidade de impressão com qualidade fotográfica para muitas impressoras de jacto de tinta; é útil se não encontrar um controlador para a sua impressora em alternativa; pode ser anexado a um Ghostscript tradicional ou a um sistema &CUPS; moderno.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-gimpprint"
->Gimp-Print</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-xpp">
- <glossterm
-><acronym
->XPP</acronym
-></glossterm>
- <glossdef
-><para
->Abreviatura de <emphasis
->X</emphasis
-> <emphasis
->P</emphasis
->rinting <emphasis
->P</emphasis
->anel; o <acronym
->XPP</acronym
-> foi o primeiro comando de impressão gráfico para o &CUPS;, criado por Till Kamppeter, é de certa forma um modelo para o utilitário "kprinter" do &kde;.</para>
- </glossdef>
- </glossentry>
-<!--
- <glossentry id="gloss-1">
- <glossterm
->xxxx</glossterm>
- <glossdef
-><para
->.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-1"
->xyz</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-3">
- <glossterm
->xxxx</glossterm>
- <glossdef
-><para
->.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-1"
->xyz</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
-
- <glossentry id="gloss-4">
- <glossterm
->xxxx</glossterm>
- <glossdef
-><para
->.</para>
- <glossseealso otherterm="gloss-1"
->xyz</glossseealso>
- </glossdef>
- </glossentry>
--->
- </glossdiv>
-
-
-<!--
-</glossary>
--->
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/quickstart/Makefile.am b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/quickstart/Makefile.am
deleted file mode 100644
index 26d44ce216..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/quickstart/Makefile.am
+++ /dev/null
@@ -1,4 +0,0 @@
-KDE_LANG = pt
-SUBDIRS = $(AUTODIRS)
-KDE_DOCS = khelpcenter/quickstart
-KDE_MANS = AUTO
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/quickstart/index.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/quickstart/index.docbook
deleted file mode 100644
index 086e96b57a..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/quickstart/index.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,1572 +0,0 @@
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE book PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
-"dtd/kdex.dtd" [
- <!ENTITY kappname "&kde; Quick Start Guide">
- <!ENTITY package "tdebase">
- <!ENTITY % addindex "IGNORE">
- <!ENTITY % Portuguese "INCLUDE"
-> <!-- change language only here -->
-]>
-
-<book lang="&language;">
-<bookinfo>
-
-<title
->Uma Introdução ao &kde;</title>
-
-<authorgroup>
-
-<author>
-<surname
->A Equipa do KDE</surname>
-</author>
-<othercredit role="translator"
-><firstname
->Pedro</firstname
-><surname
->Morais</surname
-><affiliation
-><address
-><email
->morais@kde.org</email
-></address
-></affiliation
-><contrib
->Tradução</contrib
-></othercredit
->
-</authorgroup>
-
-<date
->2002-01-18</date>
-<releaseinfo
->3.00.00</releaseinfo>
-
-<copyright>
-<year
->1999</year
-><year
->2000</year
-><year
->2001</year
-><year
->2002</year>
-<holder
->A Equipa do KDE</holder>
-</copyright>
-
-<legalnotice
->&FDLNotice;</legalnotice>
-
-<abstract>
-<para
->Uma introdução ao Ambiente de Trabalho K</para>
-<para
->Guia de Iniciação do &kde;</para
-></abstract>
-
-<keywordset>
-<keyword
->KDE</keyword>
-<keyword
->iniciação</keyword>
-<keyword
->introdução</keyword>
-</keywordset>
-</bookinfo>
-
-<chapter id="introduction">
-<title
->Introdução</title>
-
-<para
->Este documento pretende ser uma breve introdução ao Ambiente de Trabalho K. Vai familiarizá-lo com alguns dos conceitos básicos do &kde;. </para>
-
-<para
->Este guia está longe de cobrir todos os aspecto do &kde;. Apenas descreve algumas das formas mais simples de executar tarefas comuns. </para>
-
-<para
->É assumido que já conhece pelo menos uma interface gráfica, por exemplo o <trademark
->CDE</trademark
->, o <trademark
->Geos</trademark
->, o <trademark
->GEM</trademark
->, o &NeXTSTEP;, o &Mac;, o <trademark
->OS/2</trademark
-> ou o &Microsoft; &Windows;. Como tal não será explicado como utilizar o rato ou o teclado, concentrando-nos em aspectos mais interessantes. </para>
-
-</chapter>
-
-<chapter id="an-overview-of-kde">
-<title
->Uma Breve Descrição do &kde;</title>
-
-<para
->Esta secção destina-se a utilizadores que preferem aprender explorando e procuram apenas uma curta introdução antes de começar. As secções seguintes dão-lhe uma descrição mais detalhada do ambiente, com dicas e atalhos úteis. Se está impaciente e quer começar o mais rápido possível, leia por alto esta secção, vá <quote
->brincar</quote
-> um pouco com o ambiente e volte a este manual, para ler as outras secções, quando achar necessário. </para>
-
-<note>
-<para
->O &kde; dá-lhe um ambiente de trabalho altamente configurável. Este guia assume que está a utilizar o ambiente por omissão. </para>
-</note>
-
-<sect1 id="the-kde-desktop">
-<title
->O Ambiente de Trabalho &kde;</title>
-
-<para
->Uma ambiente de trabalho &kde; normal consiste em várias partes:</para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem>
-<para
->O <interface
->painel</interface
-> no fundo do ecrã, utilizado para iniciar aplicações e mudar entre ecrãs. Para além de outras coisas contém o &kmenu;, um grande &ticon; que mostra um menu de aplicações que são iniciadas quando se lhe carrega em cima. </para>
-</listitem>
-
-<listitem>
-<para
->Uma <interface
->barra de tarefas</interface
->, por omissão incluída no painel, utilizada para mudar entre aplicações e também para as gerir. Carregue numa aplicação na barra de tarefas para saltar para ela. </para>
-</listitem
->
-
-<listitem>
-<para
->O <interface
->ecrã</interface
-> propriamente dito, onde pode colocar ficheiros e pastas utilizadas frequentemente. o &kde; dá-lhe vários ecrãs, cada um deles com as suas próprias janelas. Carregue nos botões numerados no painel para mudar entre ecrãs. </para>
-</listitem>
-</itemizedlist>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="ready-set-go">
-<title
->Partida!</title>
-
-<para
->Eis algumas dicas rápida só para começar.</para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem>
-<para
->Para iniciar uma aplicação, carregue no botão &ticon; no painel (que se chama <link linkend="starter"
->&kmenu;</link
-> e escolha um item do menu. </para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Carregue no ícone do painel semelhante a uma pasta com uma casa em cima para aceder à sua pasta pessoal utilizando o &konqueror;, o utilitário de gestão de ficheiros do &kde;. </para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Escolha <menuchoice
-><guimenu
->Menu K</guimenu
-> <guisubmenu
->Sistema</guisubmenu
-> <guimenuitem
->Konsole</guimenuitem
-></menuchoice
-> para obter uma linha de comandos &UNIX;, ou carregue em <keycombo action="simul"
->&Alt; <keycap
->F2</keycap
-></keycombo
-> para obter uma uma mini-linha de comandos onde pode executar um comando. </para>
-</listitem>
-
-<listitem>
-<para
->Escolha o <menuchoice
-><guisubmenu
->Configuração</guisubmenu
-><guimenuitem
->Centro de Controlo do KDE</guimenuitem
-> </menuchoice
-> no &kmenu; para configurar o &kde;. </para>
-</listitem
->
-
-<listitem>
-<para
->Carregue em <keycombo action="simul"
->&Alt;<keycap
->Tab</keycap
-></keycombo
-> para saltar entre aplicações e <keycombo action="simul"
->&Ctrl;<keycap
->Tab</keycap
-></keycombo
-> para muda de ecrã. </para>
-</listitem
->
-
-<listitem>
-<para
->Utilize o botão direito do rato para aceder aos menus de contexto do painel, fundo do ecrã e da maior parte das aplicações do &kde;. </para>
-</listitem
->
-</itemizedlist>
-
-</sect1>
-</chapter>
-
-<chapter id="launching-applications">
-<title
->Executar Aplicações</title>
-
-<sect1 id="starter">
-<title
->Utilizar o &kmenu; e o Painel</title>
-
-<para
->No fundo do ecrã encontra o painel do ambiente de trabalho, que se chama &kicker;. Pode utilizar o painel para iniciar aplicações. Repare no botão à esquerda com um &ticon; grande. </para>
-
-<para
->Este botão é chamada o &kmenu;. Tem uma pequena seta no topo para indicar que mostra um menu se carregar nele. Faça-o! Este menu dá-lhe um acesso fácil a todas as aplicações do &kde; instaladas no seu computador. </para>
-
-<sect2>
-<title
->Personalizar o &kicker;</title>
-
-<!-- FIXME: To add a button, use the little arrows on kicker, not the TDE menu -->
-<para
->Se utiliza uma aplicação ou ferramenta com frequência, então pode querer ter um acesso mais rápido ao mesmo, como é óbvio. Neste caso, pode adicionar uma única aplicação ou um sub-menu inteiro do menu de Arranque de Aplicações, como um botão de lançamento rápido no painel. Se quiser aceder à aplicação &kfind; directamente através de um botão de lançamento, basta escolher <menuchoice
-><guimenu
->K</guimenu
-> <guisubmenu
->Menu do Painel</guisubmenu
-> <guisubmenu
->Adicionar</guisubmenu
-> <guisubmenu
->Botão</guisubmenu
-> <guimenuitem
->Procurar Ficheiros</guimenuitem
-></menuchoice
-> (Com isto queremos dizer que selecciona primeiro o menu <guimenu
->K</guimenu
->, seleccionando em seguida o <guisubmenu
->Menu do Painel</guisubmenu
-> onde aparece uma pequena seta que indica que irá aparecer um outro menu. Neste menu, escolha a opção <guisubmenu
->Adicionar</guisubmenu
->, seguido de <guisubmenu
->Botão</guisubmenu
-> e, no sub-menu seguinte, <guimenuitem
->Procurar Ficheiros</guimenuitem
->). </para>
-
-<para
->Pode adicionar um menu inteiro desta forma, ou apenas um dos sub-menus do botão &ticon;. Por exemplo, se tem o &koffice; instalado e quiser um acesso rápido a todas as aplicações do &koffice;, sem ter de navegar pelo lançador de aplicações, em vez de seleccionar uma aplicação, carregue na opção do menu <guimenuitem
->Adicionar este menu</guimenuitem
->. Agora quer um acesso rápido a todas as aplicações do &koffice; se ter de pôr um ícone por cada aplicação no painel. </para>
-
-<note>
-<para
->Pode mover todos os itens do painel com o comando <guimenuitem
->mover</guimenuitem
-> do menu de contexto. Basta carregar com o <mousebutton
->terceiro</mousebutton
-> botão do rato (o <mousebutton
->terceiro</mousebutton
-> botão do rato é normalmente o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
->, mas se tiver configurado o seu rato de forma diferente, como no caso dos esquerdinos, poderá também ser o <mousebutton
->esquerdo</mousebutton
->). Irá aparecer um menu onde pode escolher <guimenuitem
->Mover</guimenuitem
->. Agora, mova o rato e veja como o ícone segue enquanto se mantém no painel. Quando estiver bem, basta carregar no <mousebutton
->primeiro</mousebutton
-> botão do rato (por omissão, o <mousebutton
->esquerdo</mousebutton
->). Como poderá ter notado, existe também uma opção <guimenuitem
->Remover</guimenuitem
-> para o caso em que esteja farto de um dado botão no seu ambiente de trabalho. </para
->
-</note>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->Utilizar menus de contexto</title>
-
-<para
->Isto leva-nos a outro tópico interessante: em muitos locais, pode carregar com o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> do rato para mostrar um <interface
->menu de contexto</interface
-> com algumas opções aplicáveis ao item seleccionado. É sempre uma boa ideia experimentar o <mousebutton
->terceiro</mousebutton
-> botão do rato em algo, se não souber o que fazer com ele. Até mesmo o fundo dos ecrãs tem um menu desses! </para>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->Outras características do Painel</title>
-
-<para
->Existem outras coisas interessantes no painel. Uma poderá ser importante se tiver uma resolução baixa para o seu monitor: é a função de <quote
->esconder-e-mostrar</quote
->, activa através da selecção de uma barra texturada do lado esquerdo do painel. </para>
-
-<para
->Talvez não goste que o painel se extenda pela largura total do ecrã. Isto é facilmente alterável! Com o botão direito do rato num espaço vazio do painel, e seleccionando a opção <menuchoice
-><guimenu
->Painel</guimenu
-> <guisubmenu
->Preferências</guisubmenu
-></menuchoice
->. Na janela do &kcontrol; que aparece, pode escolher o <guilabel
->Tamanho do Painel</guilabel
-> na página <guilabel
->Geral</guilabel
->, e usar a barra deslizante nesse local para dimensionar o painel para ocupar menos de 100% da largura. </para>
-
-<para
->Se continua a seguir-nos, e se ainda tem essa janela aberta de qualquer forma, então esteja à vontade para mexer em todas as opções e usar o botão <guibutton
->Aplicar</guibutton
-> para ver o efeito que elas têm. Pode voltar ao estado inicial facilmente, bastando para tal carregar no botão <guibutton
->Usar Predefinições</guibutton
->. </para>
-
-<para
->Já agora, se não tem a certeza sobre o que um dado botão faz no &kde;, basta pôr o cursor do rato sobre ele e esperar um certo tempo: o &kde; tem uma mini-ajuda de contexto incorporada, com o nome de <quote
->dicas das ferramentas</quote
->, que explica a funcionalidade desses controlos em algumas palavras. </para>
-
-
-</sect2>
-</sect1>
-
-<sect1 id="want-command-line-back">
-<title
->Mas eu quero a minha linha de comandos de volta!</title>
-
-<para
->Acalme-se, não há nada a recear. O &kde; não lhe quer roubar a sua muito querida (e por vezes altamente eficiente) linha de comandos. Pode mover os seus ficheiros com o ambiente de trabalho, mas também pode utilizar os comandos &UNIX; a que está habituado. Na verdade, o &kde; coloca o poder da linha de comandos na ponta dos seus dedos, nalguns sítios que talvez ache surpreendentes. </para>
-
-<para
->O &kde; dá-lhe uma janela com a linha de comandos muito sofisticada, chamada &konsole;. Escolha <menuchoice
-><guimenu
->Menu K</guimenu
-> <guisubmenu
->Sistema</guisubmenu
-> <guimenuitem
->Konsole</guimenuitem
-></menuchoice
-> para a executar. Isto pode ser algo que deseje ter no painel; felizmente, já lá está na configuração por omissão! </para>
-
-<para
->De vez em quando, só quer indicar um comando na linha de comandos. Nesses casos, não precisa de abrir um terminal completo. Para tal, basta carregar em <keycombo
->&Alt;<keycap
->F2</keycap
-></keycombo
-> para obter uma pequena linha de comandos onde pode indicar um comando. A janela da linha de comandos desaparecerá depois disso, mas recordará o seu comando. </para>
-
-<para
->Quando abrir esta janela (à qual chamamos <application
->minicli</application
-> já agora) e carregar na <keycap
->seta para cima</keycap
->, poderá navegar em todos os comandos que introduziu anteriormente. Também pode indicar &URL;s no <application
->minicli</application
-> para abrir uma janela do &konqueror; com o &URL; especificado. </para>
-
-<para
->O &konqueror; e o editor &kate; podem ambos mostrar janelas de terminal, as quais se comportam tal como o &konsole;. No &konqueror;, você pode activar isto com a opção do menu <menuchoice
-><guimenu
->Janela</guimenu
-><guimenuitem
->Mostrar a Janela do Terminal</guimenuitem
-></menuchoice
->. O terminal embebido irá aparecer no fundo da sua janela do &konqueror;, e a questão interessante é que esta segue as suas selecções na janela do gestor de ficheiros, mudando de pasta de acordo com as opções. No &kate; pode mostrar um terminal com a opção do menu <menuchoice
-><guimenu
->Janelas</guimenu
-> <guimenuitem
->Mostrar a Consola</guimenuitem
-></menuchoice
->. </para>
-
-<tip>
-<para
->Para mostrar uma página do 'man' do &UNIX;, indique <userinput
-><command
->man:</command
-><parameter
->comando</parameter
-></userinput
-> no <application
->minicli</application
->, em que o <parameter
->comando</parameter
-> é o nome do comando do &UNIX;. </para>
-</tip>
-
-<tip>
-<para
->Para procurar por uma ou mais palavras no motor de busca Google, pode tentar <userinput
-><command
->gg:</command
-><parameter
->palavra ou palavras</parameter
-></userinput
->. Existem muitos mais comandos de atalho como estes, e você adicionar os seus próprios! Dê uma vista de olhos no &kcontrol;, na página <menuchoice
-><guilabel
->Navegação Web</guilabel
-> <guilabel
->Navegação Melhorada</guilabel
-></menuchoice
->. </para>
-</tip>
-
-<para
->Finalmente, há uma forma de ter a sua linha de comandos sempre disponível, o quer que esteja a fazer - adicione-a ao seu painel &kicker;! </para>
-
-<para
->Basta carregar com o botão direito do rato num espaço em branco no painel e escolher <menuchoice
-><guimenu
->Painel</guimenu
-> <guisubmenu
->Adicionar</guisubmenu
-> <guisubmenu
->'Applet'</guisubmenu
-> <guimenuitem
->Lançador de Aplicações</guimenuitem
-></menuchoice
->. Isto irá acoplar uma mini-linha de comandos directamente no seu painel completa e com histórico dos comandos. </para>
-
-<para
->Como pode concluir, a linha de comandos nunca está muito longe enquanto utiliza o &kde;. </para>
-
-</sect1>
-</chapter>
-
-<chapter id="working-with-windows">
-<title
->Trabalhar com Janelas</title>
-
-<para
->Se ainda não o fez, execute uma aplicação utilizando o <link linkend="starter"
->&kmenu;</link
->, por exemplo o <guimenuitem
->Procurar Ficheiros</guimenuitem
->. </para>
-
-<sect1 id="window-what-now">
-<title
->Uma janela! E agora?</title>
-
-<para
->Bem, normalmente as pessoas trabalham <emphasis
->dentro</emphasis
-> das janelas, mas por vezes pode queres manipular as janelas. Eis um resumo rápido de algumas das actividades mais comuns relacionadas com janelas: </para>
-
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
->Mover uma janela</term>
-<listitem>
-<para
->Arraste a barra de título da janela, ou mantenha premida a tecla &Alt; e arraste qualquer ponto da janela. </para>
-</listitem
->
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Mudar o tamanho de uma janela:</term>
-<listitem>
-<para
->Arraste a moldura da janela, ou mantenha premida a tecla &Alt; e arraste com o &RMB; qualquer ponto da janela. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Maximizar uma janela</term>
-<listitem>
-<para
->Carregue no botão de maximizar da barra de título (com as decorações por omissão este tem um quadrado e está ao lado do X) para fazer com que a janelas preencha todo o ecrã, ou se a janela já estiver maximizada, para a fazer regressar ao tamanho original. Se carregar com o botão do meio maximiza a janela verticalmente; com o botão direito horizontalmente. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Minimizar uma janela</term>
-<listitem>
-<para
->Carregue no botão de minimizar na barra de título (ao lado do botão de maximizar) para esconder a janela. Para a recuperar carregue no ícone da janela na barra de tarefas. </para>
-</listitem
->
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Saltar entre janelas</term>
-<listitem>
-<para
->Para além do 'click' com o rato normal para mudar para outra janela, pode usar o <keycombo action="simul"
->&Alt; <keycap
->Tab</keycap
-></keycombo
-> para mudar de janelas. Veja em baixo mais técnicas. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-
-<sect2>
-<title
->Botões da barra de título</title>
-
-<para
->As janelas do &kde; têm alguns botões 'standard' nas suas barras de título que lhe dão um acesso rápido a algumas das operações comuns. A disposição por omissão dos botões assemelha-se a isto: </para>
-
-<itemizedlist>
-<title
->No lado esquerdo:</title>
-<listitem>
-<para
->Um botão de menu. Este normalmente mostra o mini-ícone da aplicação. Carregue nele para obter um menu com operações na janela. Atalho: <keycombo action="simul"
->&Alt;<keycap
->F3</keycap
-></keycombo
-> abre este menu. </para>
-</listitem>
-
-<listitem>
-<para
->O botão de pregar, com a imagem de um... prego. Que raio é isto? Continue a ler! </para>
-</listitem
->
-</itemizedlist>
-
-<itemizedlist>
-<title
->No lado direito:</title>
-<listitem>
-<para
->Um botão para minimizar. </para>
-</listitem>
-
-<listitem>
-<para
->Um botão para maximizar. </para>
-</listitem>
-
-<listitem>
-<para
->Um botão de fechar. Este fecha a janela. Atalho: <keycombo action="simul"
->&Alt;<keycap
->F4</keycap
-></keycombo
->. </para>
-</listitem>
-</itemizedlist>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->Mudar entre janelas</title>
-
-<para
->Agora que sabemos como lidar com as janelas, encorajamo-o a abrir algumas outras janelas com o painel, dado que iremos discutir agora como alternar entre as diferentes janelas. Dado que esta é uma actividade bastante comum, o &kde; oferece diversas formas de o fazer; escolha a sua favorita! </para>
-
-<para
->Muitos dos sistemas de janelas necessitam que carregue com o rato noutra janela para a começar a usar. Este é o comportamento por omissão do &kde;, denominado pr <quote
->Carregar para Obter o Foco</quote
->. Mas também pode configurar o seu ambiente de trabalho de uma forma em que, ao passar com o cursor do rato por cima de uma janela, a seleccione. Este é denominado por <quote
->O Foco Segue o Rato</quote
->. Se seleccionar esta política a usar o <link linkend="configure"
->Centro de Controlo do KDE</link
->, a janela sob o cursor do rato será sempre a janela activa. Não passará necessariamente para a frente, mas pode à mesma carregar na barra do título ou no contorno da janela ou - uma característica do &kde; -, pode usar a tecla &Alt; e carregando no botão <mousebutton
->do meio</mousebutton
-> do rato em qualquer ponto da janela para a elevar. </para>
-
-<para
->Eis outros método para saltar entre janelas: </para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem>
-<para
->Escolha uma janela do menu da <emphasis
->lista de janelas</emphasis
->. Para abrir o menu, carregue no botão do <mousebutton
->meio</mousebutton
-> do rato numa área vazia do ecrã, carregue no ícone com várias janelas no painel ou, finalmente, carregue na seta para cima do lado esquerdo da barra de tarefas do painel. </para>
-</listitem
->
-
-<listitem>
-<para
->Mantenha premida a tecla &Alt; e carregue em <keycap
->Tab</keycap
-> para mudar entre as janelas. </para>
-</listitem
->
-
-<listitem>
-<para
->Utilize a barra de tarefas (veja a seguir). </para>
-</listitem>
-</itemizedlist>
-
-</sect2>
-</sect1>
-
-<sect1 id="using-taskbar">
-<title
->Utilizar a Barra de Tarefas</title>
-
-<para
->A <interface
->barra de tarefas</interface
-> mostra uma lista com pequenos ícones, um para cada janela do ecrã. Na configuração por omissão do &kde; a barra de tarefas esta localizada no próprio painel, mas pode ser colocada na parte de cima ou de baixo do ecrã. </para>
-
-<para
->A barra de tarefas é muito poderosa. Na configuração por omissão, se tiver mais do que uma janela da mesma aplicação aberta, elas serão <quote
->agrupadas</quote
->, de modo a que vê um ícone por aplicação na barra de tarefas.</para>
-
-<para
->Um simples 'click' com o botão <mousebutton
->esquerdo</mousebutton
-> do rato no botão da barra de tarefas irá abrir uma lista com as janelas abertas para essa aplicação, de modo a que possa escolher a janela que quer usar. Ao escolher um desses elementos com o botão <mousebutton
->esquerdo</mousebutton
-> fará aparecer a si a janela seleccionada imediatamente. Carregue num elemento da barra de tarefas com o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> e verá um menu que lhe permite operar em todas as janelas agrupadas sob esse ícone ou em cada janela individual.</para>
-
-<para
->Pode optar por ver todas as janelas em todos os ecrãs virtuais na sua barra de tarefas, independentemente do ecrã onde se encontra no momento, ou ver apenas os ícones para o ecrã actual. Pode também escolher não agrupar os ícones, de modo a que cada janela tenha o seu próprio ícone na barra de tarefas. Estas e muitas outras opções estão disponíveis, bastando para tal carregar com o botão direito na pega da barra de tarefas (a pequena barra texturada do lado esquerdo) e escolhendo <guimenuitem
->Preferências</guimenuitem
->. </para>
-
-<para
->Os ícones na barra de tarefas vão-se redimensionando para arranjar espaço para as aplicações, como tal pode juntar mais aplicações do que possa parecer. Se tornar o painel mais largo, permitirá aos ícones da barra de tarefas usar uma disposição de linhas e colunas, mas estes continuar-se-ão a redimensionar para caberem mais ícones. </para>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="using-v-desktops">
-<title
->Utilizar Ecrãs Virtuais</title>
-
-<para
->Agora, o que era aquilo do <quote
->pregar</quote
->? </para>
-
-<para
->É possível que venha a ter mais janelas abertas do que espaço no seu ecrã. Neste caso tem três alternativas: </para>
-
-<orderedlist>
-<listitem>
-<para
->Deixar todas as janelas abertas (o ecrã fica confuso) </para>
-</listitem>
-
-<listitem>
-<para
->Minimizar aquelas janelas que não precisa de momento e usar a barra de tarefas ou o <keycombo action="simul"
->&Alt; <keycap
->Tab</keycap
-></keycombo
-> para mudar entre elas (continua um pouco confuso e necessita de muito trabalho!) </para>
-</listitem
->
-
-<listitem>
-<para
->Recomendado: fazer o que um verdadeiro sistema operativo faz se não tiver memória física suficiente: utilizar memória virtual, ou neste caso, ecrãs virtuais. </para>
-</listitem>
-</orderedlist>
-
-<para
->A terceira opção é a melhor maneira! O &kde; pode lidar com vários ecrãs diferentes, tendo cada um as suas próprias janelas. A configuração por omissão oferece quatro ecrãs. Pode alternar entre os vários ecrãs virtuais facilmente com um 'click' num dos botões de ecrãs no painel. As combinações <keycombo action="simul"
->&Ctrl;<keycap
->F1...F4</keycap
-></keycombo
-> também o remeterão para o ecrã correspondente imediatamente, assim como o <keycombo action="simul"
->&Ctrl; <keycap
->Tab</keycap
-></keycombo
-> permite circular pelos ecrãs. </para>
-
-<para
->Os ecrãs virtuais são bastante úteis. Mas, em algumas das vezes, pode desejar que uma janela esteja presente em <emphasis
->todos</emphasis
-> os ecrãs. Poderá ser, por exemplo, uma pequena janela de conversação, um relógio, ou algo do género. Neste caso poderá usar o botão de <quote
->fixo</quote
-> o qual irá colar a janela ao fundo, de modo a que apareça em todos os ecrãs virtuais. </para
->
-
-<para
->O botão de fixação pode também ser usado para mover uma janela de um ecrã virtual para outro: coloque o pino de fixação na janela, mude para um ecrã diferente, e solte-o carregando no mesmo botão de novo. Pode obter o mesmo resultado usando o menu de contexto da janela na barra de tarefas (a opção do menu <guimenuitem
->Para o Ecrã Actual</guimenuitem
->) ou a opção <guimenuitem
->Para o Ecrã</guimenuitem
-> no menu de operações da janela. </para>
-
-</sect1>
-</chapter>
-
-<chapter id="managing-your-files">
-<title
->Gerir os seus ficheiros</title>
-
-<!-- NB Deliberate use of 'directory' rather than 'folder', since we're talking -->
-<!-- about directories on disk -->
-<para
->Uma metáfora comum nos ambientes gráficos é a utilização de pastas para representar directorias no seu disco rígido. As pastas contêm ficheiros e outras pastas. A aplicação com o nome &konqueror;, o Gestor de Ficheiros do &kde; utiliza esta metáfora para o ajudar a gerir os seus ficheiros. </para>
-
-<sect1 id="using-konqueror">
-<title
->Utilizar o &konqueror;</title>
-
-<para
->Da primeira vez que inicia o &kde;, irá aparecer uma janela com vários ícones dentro dela. Esta é uma janela do &konqueror; que mostra os ficheiros na sua pasta pessoal (a área onde os seus ficheiros pessoais estão armazenados). A localização da pasta é mostrada por baixo da barra de ferramentas da janela. Se não vir uma desses janelas no momento, carregue no ícone do painel que parece uma pasta com uma imagem duma casa. </para>
-
-<para
->Para abrir um ficheiro ou uma pasta, basta carregar uma vez nele com o botão esquerdo do rato. Pode também escolher a opção <menuchoice
-><guimenu
->Janela</guimenu
-><guimenuitem
->Mostrar o Painel da Navegação</guimenuitem
-></menuchoice
-> no menu para mostrar a hierarquia das pastas para uma navegação mais directa, ou pode também editar a localização mostrada por baixo da barra de ferramentas para saltar para uma pasta específica rapidamente. </para>
-
-<sect2>
-<title
->Abrir Ficheiros</title>
-
-<para
->O &kde; vem com um conjunto de aplicação para ver e editar vários tipos de ficheiros, e quando carrega num ficheiro que contém, por exemplo, um documento ou uma imagem, o &konqueror; irá iniciar a aplicação apropriada para mostrar o ficheiro. Se não souber qual a aplicação a iniciar para abrir o ficheiro seleccionado, o &konqueror; irá perguntar-lhe o nome da aplicação a executar e, depois de a ter seleccionado, irá propor-lhe a recordação da sua escolha para a próxima vez que abrir um desses ficheiros. </para>
-
-<note>
-<para
->O &konqueror; utiliza <link linkend="mime"
->tipo MIME</link
-> para associar ficheiros a aplicações. </para>
-</note
->
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->Arrastar e Largar Ícones</title>
-
-<para
->Para copiar ou mover um ficheiro, arraste o seu ícone para o ecrã, para outra janela do &konqueror; ou para um ícone de uma pasta. Quando libertar o botão, o &konqueror; mostra-lhe um meno onde pode escolher se deseja copiar, mover ou criar um atalho para o ficheiro. </para>
-
-<note>
-<para
->Tenha em atenção que, se optar por criar uma ligação ou 'link', o &kde; cria uma ligação simbólica (não uma verdadeira ligação ou <quote
->hard link</quote
->), como tal, se mover ou apagar o ficheiro original, a ligação será quebrada. </para>
-</note>
-
-<para
->A maioria das aplicações do &kde; também suportam operações de <quote
->arrastar e largar</quote
-> (<quote
->drag and drop</quote
->): pode arrastar um ícone para uma janela de uma aplicação em execução ou para o ícone de uma aplicação que não tenha sido iniciada, para que a aplicação abra o ficheiro. Tente! </para>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->Alterar as Propriedades de Ficheiros</title>
-
-<para
->Para alterar as permissões do ficheiro, tais como o seu nome e as suas permissões, carregue com o botão direito do rato no ícone e escolha as <guimenuitem
->Propriedades</guimenuitem
-> no menu. </para>
-
-</sect2>
-</sect1>
-
-<sect1 id="archives-and-networks">
-<title
->Trabalhar com Arquivos e Redes</title>
-
-<para
->No passado recente, precisava de aplicações especiais para aceder a ficheiros na Internet. Isso acabou! </para>
-
-<para
->O &kde; suporta uma tecnologia chamada <quote
->Network Transparent Access</quote
-> (<acronym
->NTA</acronym
->), a qual lhe permite trabalhar com os ficheiros do outro lado do mundo da mesma forma com que trabalha com os do seu disco rígido.</para>
-
-<para
->Por exemplo, para aceder aos ficheiros de um servidor &FTP;, basta escolher <menuchoice
-><guimenu
->Localização</guimenu
-><guimenuitem
->Abrir Localização</guimenuitem
-></menuchoice
-> no menu de um &konqueror; e indicar o <acronym
->URL</acronym
-> de um servidor &FTP;. Pode arrastar e largar os ficheiros de e para as pastas do servidor tal como se estivessem no seu disco local. Até pode ter a capacidade de abrir os ficheiros no servidor &FTP; sem ter de os copiar para o seu disco local (o &kde; faz isso por si quando necessário). </para>
-
-<note>
-<para
->Tenha em atenção que o &konqueror; utiliza o acesso anónimo de &FTP;, o qual pode restringir o seu acesso aos ficheiros do servidor &FTP;. Se tiver uma conta no servidor, pode fornecer o <abbrev
->ID</abbrev
-> do seu utilizador como parte do <acronym
->URL</acronym
->, tal como o seguinte: <userinput
-><command
->ftp://</command
-><parameter
->utilizador</parameter
->@<parameter
->servidor</parameter
->/<parameter
->pasta</parameter
-></userinput
-> </para>
-
-<para
->O &konqueror; perguntar-lhe-á a sua senha e, se a autenticação for bem sucedida, terá o acesso completo aos seus ficheiros no servidor. </para>
-</note>
-
-<para
->Se está habituado ao utilitário <trademark
-><application
->WinZip</application
-></trademark
-> do &Microsoft; &Windows;, então ficará satisfeito em saber que o &kde; pode ver o conteúdo dos pacotes 'tar', também. Trata esse tipo de pacotes como pastas normais, e pode navegar pelo pacote, abrir os ficheiros, etc. No geral, o acesso aos ficheiros na Internet e nos pacotes deve ser parecido e comportar-se de forma semelhante como no acesso aos ficheiros locais, com a diferença das latências impostas pela rede. </para>
-</sect1>
-
-<sect1 id="using-templates">
-<title
->Utilizar Modelos para aceder a Aplicações e Dispositivos</title>
-
-<para
->No &kde; é fácil pôr ícones no painel ou no ecrã para aceder às suas aplicações. Também é igualmente fácil adicionar ícones para aceder a outros itens de interesse. O &kde; tem modelos de atalhos para: </para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem>
-<para
->Aplicações </para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Impressoras </para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Dispositivos que podem ser montados (&eg; unidades de disquetes) </para>
-</listitem
->
-<listitem>
-<para
->Recursos na Internet (&eg; documentos da <acronym
->WWW</acronym
->, pastas de &FTP;) </para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Documentos de algumas das aplicações o &koffice; do &kde;. </para>
-</listitem>
-</itemizedlist>
-
-<para
->Pode adicionar qualquer um desses itens ao ecrã, carregando com o botão direito no local onde quer o ícone e seleccionando <guisubmenu
->Criar Novo</guisubmenu
-> seguido do item com o qual se deseja associar. </para>
-
-<para
->Praticamente todos os itens do Lançador de Aplicações, no ecrã e no painel refere-se a um ficheiro <literal role="extension"
->.desktop</literal
-> no disco. O ficheiro <literal role="extension"
->.desktop</literal
-> especifica qual o ícone a mostrar, assim como algumas informações sobre o que o ícone representa (uma aplicação, dispositivo ou <acronym
->URL</acronym
->). Pode arrastar qualquer ficheiro <literal role="extension"
->.desktop</literal
-> para o painel para criar um botão de execução rápida. </para>
-
-<!--
-<sect2>
-<title
->Setting up printers</title>
-
-<para>
-You can create icons for your printers so that you can print a file by
-dragging it to a printer icon. Here's how:
-</para>
-
-<procedure>
-<step
-><para
->Open the Templates folder located on the desktop. </para
-></step>
-<step
-><para
->Drag the Program icon in the folder to the desktop. Choose
-<guimenuitem
->Copy</guimenuitem
-> from the menu that appears when you drop the
-icon.</para
-></step>
-<step
-><para
-><mousebutton
->Right</mousebutton
-> click the new icon, and choose
-<guimenuitem
->Properties</guimenuitem
-> from the context menu.</para
-></step>
-<step
-><para
->On the <guilabel
->General</guilabel
-> tab, change the name to
-<filename
->Printer.kdelnk</filename
->.</para
-></step>
-<step
-><para
->On the <guilabel
->Execute</guilabel
-> tab, enter the following in the
-first <guilabel
->Execute</guilabel
-> field:</para>
-<screen
-><command>lpr <option>%f</option></command></screen>
-<note
-><para
->This example assumes that you print using the <command
->lpr</command>
-command. If you use a different command, enter the one you
-use.</para
-></note
-></step>
-<step
-><para
->Still in the <guilabel
->Execute</guilabel
-> tab, click the icon that
-looks like a <guiicon
->cog</guiicon
->, and select the <guiicon
->Printer</guiicon
-> icon from the list that appears.</para
-></step>
-</procedure>
-
-<para
->Now you should be able to drag a file to the Printer icon and have it
-printed on your default printer.</para
->
-</sect2>
-
--->
-
-<sect2>
-<title
->Montar dispositivos</title>
-
-<para
->O &UNIX; permite o acesso a outros dispositivos de armazenamento, que não sejam <hardware
->discos rígidos</hardware
-> através de um processo denominado por <emphasis
->montagem</emphasis
->. O &kde; usa os ficheiros <literal role="extension"
->.desktop</literal
-> para lhe permitir a montagem, desmontagem e acesso simples aos dispositivos de armazenamento secundário como as <hardware
->disquetes</hardware
-> ou os CDs. </para>
-
-<para
->Como exemplo, eis o passos necessário para criar um ícone que dá acesso ao ficheiros numa disquete: </para>
-
-<note>
-<para
->Muitas sistemas obrigam-no a estar ligado como <systemitem class="username"
->root</systemitem
-> para montar a desmontar dispositivos. </para>
-</note>
-
-<procedure>
-<step>
-<para
->Carregue com o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> no ecrã e escolha <menuchoice
-><guisubmenu
->Criar Novo</guisubmenu
-> <guimenuitem
->Unidade de Leitura de Disquetes...</guimenuitem
-></menuchoice
->. </para>
-</step>
-<step>
-<para
->Na página <guilabel
->Geral</guilabel
-> da janela resultante, mude o nome para o que desejar, no campo de texto no topo. </para>
-</step>
-
-<step>
-<para
->Na página <guilabel
->Dispositivo</guilabel
->, indique <filename class="devicefile"
->/dev/fd0</filename
-> (ou a localização do dispositivo de disquetes tal como é identificado no seu sistema) como <guilabel
->Dispositivo</guilabel
->. </para>
-</step>
-<step>
-<para
->Também pode adicionar um <guilabel
->Ponto de Montagem</guilabel
-> aqui. Isto deve ser uma pasta existente mas vazia. Os pontos de montagem mais comuns são o <filename class="directory"
->/mnt/floppy</filename
-> ou o <filename class="directory"
->/floppy</filename
->, mas pode ter disquetes montadas sem problemas na pasta <filename class="directory"
->~/omeudisco</filename
-> se quiser. </para>
-</step
->
-<step>
-<para
->Carregue no <guilabel
->Ícone Desmontado</guilabel
-> e seleccione a imagem de uma disquete sem a luz verde. </para>
-</step>
-<step>
-<para
->Depois de estar satisfeito com as suas escolhas, carregue em <guibutton
->OK</guibutton
-> e concluiu a tarefa! </para>
-</step>
-</procedure>
-
-<para
->Agora, coloque uma disquete formatada convenientemente na 'drive' e carregue no ícone <guiicon
->Disquete</guiicon
-> para que o &kde; monte a disquete e mostre os ficheiros que esta contém. Antes de remover a disquete da 'drive', carregue com o botão direito do rato no ícone e escolha <guimenuitem
->Desmontar</guimenuitem
-> no menu. </para>
-
-</sect2>
-</sect1>
-</chapter>
-
-<chapter id="configure">
-<title
->Configurar o seu ambiente de trabalho</title>
-
-<para
->Se não gostar da forma como o ecrã aparece ou funciona, pode provavelmente alterá-lo. O &kde; é bastante configurável e você pode mudar quase todos os detalhes da aparência e do comportamento do seu ecrã. Ao contrário de muitos outros ambientes de trabalho do &UNIX;, não tem de editar ficheiros de configuração ilegíveis (mas poderá fazê-lo se quiser!) Pode usar o &kcontrol;, um programa especial para configurar o seu ambiente de trabalho. </para>
-
-<sect1 id="using-kde-control">
-<title
->Utilizar o <application
->Centro de Controlo do &kde;</application
-></title>
-
-<para
->Lance o &kcontrol; a partir do <link linkend="starter"
->&kmenu;</link
->. Aparecerá uma janela com duas áreas, a qual mostra uma lista dos módulos na zona esquerda. </para
->
-
-<para
->Abra um módulo, carregando no seu nome; irá aparecer uma lista com os sub-módulos. Em seguida, carregue num dos nomes das categorias dos sub-módulos para editar a sua configuração na área à direita. </para>
-
-<para
->A alteração da configuração é relativamente intuitiva. Está disponível um botão de ajuda em cada painel de configuração para explicar as opções menos óbvias. Cada painel tem botões de <guibutton
->Ajuda</guibutton
->, <guibutton
->Usar Predefinições</guibutton
->, <guibutton
->Aplicar</guibutton
-> e <guibutton
->Reiniciar</guibutton
->, que funcionam da seguinte forma: </para>
-
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
-><guibutton
->Ajuda</guibutton
-></term>
-<listitem>
-<para
->Mostra uma ajuda resumida no painel da esquerda, incluindo um atalho para o manual completo do módulo em questão. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guibutton
->Usar Predefinições</guibutton
-></term>
-<listitem>
-<para
->Altera todas as opções do módulo actual para o valor em que estavam quando o &kde; foi instalado. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guibutton
->Aplicar</guibutton
-></term>
-<listitem>
-<para
->Aplica as definições actuais do módulo aberto. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guibutton
->Reiniciar</guibutton
-></term>
-<listitem>
-<para
->Repõe as opções no seu estado inicial, antes de abrir o módulo. Se já tiver usado o botão <guibutton
->Aplicar</guibutton
->, então este botão irá repor as opções no estado em que elas estavam quando carregou em <guibutton
->Aplicar</guibutton
->. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-
-<note>
-<para
->Se fizer alterações num painel de configuração e passar para um módulo diferente sem carregar em <guibutton
->OK</guibutton
-> ou <guibutton
->Aplicar</guibutton
-> antes disso, o &kcontrol; perguntar-lhe-á se as suas alterações devem ser aplicadas antes de mudar. </para>
-</note>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="configuration-modules">
-<title
->Módulos de Configuração</title>
-
-<para
->Segue-se uma introdução rápida às principais categorias de módulos de configuração: </para>
-
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Navegação de Ficheiros</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->Contém as opções que lhe descrevem como ver o conteúdo do seu sistema local. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Informações</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->Contém os módulos que você não pode usar normalmente para alterar seja o que for. Em vez disso, estes mostram informações úteis sobre o seu computador. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Aparência e Temas</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->Aqui pode encontrar os módulos que têm o efeito mais visível no seu ambiente: as cores, estilos ou decorações de janelas. Praticamente tudo o que vê pode ser personalizado para se adequar aos seus gostos, e as poucas coisas que não estão, poderão vir a estar em breve. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Rede</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->O local onde configurar como o seu computador vê o mundo exterior, assim como o mundo o vê a si. Entre outras coisas, pode configurar as identidades de 'email' centrais que muitas das aplicações do &kde; podem usar, para lhe poupar a necessidade de introduzir a mesma informação em todo o lado; também pode configurar o suporte de 'firewalls' de SOCKS e pode configurar as partilhas de Windows (<acronym
->SMB</acronym
->) ... entre outras coisas. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Periféricos</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->Contém os parâmetros do seu teclado, rato e impressoras. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Personalização</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->Aqui pode configurar as coisas que facilitam a sua vida, desde as funcionalidades de acessibilidade à localização, de modo a que as aplicações do &kde; saibam como gosta de ver os números e as datas formatados, por exemplo. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Alimentação</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->Se o seu computador suportar as funcionalidades de poupança de energia do <acronym
->APM</acronym
->, ou se estiver a usar um portátil, este é o local onde configurá-las. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Som</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->Configura a servidor de som (&artsd;) e outros comportamentos sonoros. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Sistema</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->Aqui pode configurar as funcionalidades restantes do sistema - como as aplicações &konsole; e &tdm; se comportam, configurar a impressão e alterar a data do seu sistema. Pode não ser capaz de alterar algumas dessas opções a menos que esteja ligado como <systemitem class="username"
->root</systemitem
->, mas o &kcontrol; irá indicá-lo se for esse o caso. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Navegação na Web</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->Com a Internet, e especialmente com a Web como uma parte integral do mundo dos computadores nos dias de hoje, existem muitas opções para configurar de modo a melhorar a sua experiência. Encontrá-las-á todas aqui, desde a configuração das folhas de estilo (<quote
->stylesheets</quote
->) personalizadas até aos 'proxies' e à 'cache'. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-
-<para
->Vá em frente! Explore as possibilidades de configuração e descubra toda a flexibilidade do &kde;. </para>
-
-</sect1>
-</chapter>
-
-<chapter id="logging-out">
-<title
->Terminar a sessão</title>
-
-<para
->Esperamos sinceramente que o uso do &kde; lhe dê tanta diversão e prazer que não queira mais sair. Mas se o fizer, basta escolher <menuchoice
-><guimenu
->Menu K</guimenu
-> <guimenuitem
->Sair</guimenuitem
-></menuchoice
->. </para>
-
-<para
->Também existe um botão para sair directamente no painel, que parece com um pequeno botão de desligar. Pode também carregar em <keycombo action="simul"
->&Ctrl; &Alt; <keycap
->Delete</keycap
-></keycombo
-> para sair. </para>
-
-<sect1 id="session-management">
-<title
->Gestão de Sessões</title>
-
-<para
->Quando sair, o &kde; recorda-se das aplicações que tem abertas, assim como onde todas as janelas estavam localizadas, de modo a que as possa abrir da próxima vez que se ligar. Esta funcionalidade é designada como <emphasis
->Gestão de Sessões</emphasis
->. As aplicações do &kde; irão recuperar o seu estado anterior à sua saída. Por exemplo, o &kate; recorda-se dos ficheiros que estava a editar. </para>
-
-<para
->As aplicações não-&kde; não irão memorizar o seu estado ao sair, por isso o &kde; irá avisá-lo para se certificar se gravou todos os dados importantes destas aplicações antes de sair. </para>
-
-<para
->Para ilustrar a gestão de sessões, escolha <menuchoice
-> <guimenu
->Menu K</guimenu
-><guisubmenu
->Aplicações</guisubmenu
-> <guimenuitem
->Editor</guimenuitem
-> </menuchoice
-> para iniciar o &kedit;. Abra um documento de texto para o editar. Em seguida saia e volte a entrar. Irá reparar que o &kate; foi reposto na mesma posição do ecrã, inclusive no ecrã virtual correcto e com o documento que se deixou aberto no &kate; antes de sair. O &kate; irá inclusive recordar-se se tinha alterações por gravar antes de sair e gravá-las-á no ficheiro no qual esteve a trabalhar se escolher <guimenuitem
->Gravar</guimenuitem
-> no menu <guimenu
->Ficheiro</guimenu
->. </para>
-
-</sect1>
-</chapter>
-
-<chapter id="kde-an-exciting-journey">
-<title
->&kde;, uma viagem fabulosa</title>
-
-<para
->Esperamos que tenha gostado desta viagem rápida ao Ambiente de Trabalho K e que este ambiente de trabalho único o ajude a ter o seu trabalho pronto mais depressa e mais confortavelmente do que anteriormente. </para>
-
-<para
->Lembre-se que o projecto do &kde; não é uma associação comercial, mas sim um projecto executado por voluntários em todo o mundo. Gostaríamos de o convidar a juntar-se ao projecto do &kde; e fazer parte desta rede única de pessoas. Se for um programador poderá considerar a hipótese de nos ajudar a criar aplicações para o &kde;. Se for um artista ou tiver experiência no desenho gráfico, pense em criar conjuntos de ícones, esquemas de cores, de sons e logotipos para o &kde;. Se gostar de escrever adoraríamos que se juntasse ao nosso projecto de documentação. </para>
-
-<para
->Como pode ver existem várias formas nas quais pode ajudar. Está cordialmente convidado a juntar-se a esta rede mundial de pessoas dedicadas a tornar o &kde; o melhor ambiente gráfico para todos os computadores. Visite <ulink url="http://www.kde.org"
->www.kde.org</ulink
-> para mais informações. </para>
-
-<para>
-<emphasis
->Bem-vindo abordo deste viagem fabulosa. </emphasis>
-</para>
-<para>
-<literal
->A equipa do &kde;</literal>
-</para>
-</chapter>
-
-<chapter id="advanced-topics">
-<title
->Tópicos Avançados</title>
-
-<sect1 id="mime">
-<title
->Tipos &MIME;</title>
-
-<para
->O &kde; vem com uma vasta quantidade de tipos &MIME; predefinidos, mas pode adicionar os seus próprios tipos &MIME; escolhendo <menuchoice
-><guimenu
->Configuração</guimenu
-> <guisubmenu
->Configurar o Konqueror...</guisubmenu
-> </menuchoice
->, seguida da <guimenuitem
->Associação de Ficheiros</guimenuitem
-> numa janela do &konqueror;. </para>
-
-<para
->O tratamento do &kde; em relação aos tipos &MIME; é muito poderoso e configurável. Por um lado, pode definir uma acção por omissão a efectuar quando carregar num ficheiro no &konqueror;. Para além disso, pode adicionar muitas outras acções, as quais estão disponíveis no menu do botão direito do rato no ficheiro em questão. </para>
-
-<!-- Note: this is copied from the user-guide - eventually these two -->
-<!-- docs will merge, so there's no point adding new text in both, but -->
-<!-- for the moment they have a slightly different audience -->
-<procedure>
-<title
->Para associar um tipo de ficheiros com uma aplicação:</title>
-<step>
-<para
->Certifique-se que a aplicação que quer para iniciar este ficheiro tem uma opção respectiva no &kmenu;. </para>
-</step>
-
-<step>
-<para
->No &konqueror;, procure ou crie um ficheiro com a extensão com que se deseja associar. </para>
-</step
->
-
-<step>
-<para
->Carregue com o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> no ficheiro e escolha <guimenuitem
->Editar o Tipo de Ficheiro</guimenuitem
-> no menu de contexto, ou escolha <menuchoice
-><guimenu
->Editar</guimenu
-><guimenuitem
->Editar o Tipo de Ficheiro</guimenuitem
-></menuchoice
-> no menu do &konqueror;. </para>
-</step>
-
-<step
-> <para
->Adicione as máscaras de ficheiros para a aplicação carregando no botão <guibutton
->Adicionar</guibutton
-> e indicando o padrão do ficheiro que deseja. Lembre-se que o &UNIX; distingue maiúsculas de minúsculas, pode isso tem de indicar as variantes - para o <userinput
->*.mp3</userinput
-> poderá necessitar de adicionar também o <userinput
->*.MP3</userinput
->, por exemplo. Adicione as extensão que quiser desta forma. </para
-> </step>
-
-<step>
-<para
->Adicione uma descrição se assim o desejar. Este passo é opcional. </para>
-</step>
-
-<step>
-<para
->Na secção <guilabel
->Ordem de Preferência das Aplicações</guilabel
->, carregue no botão <guibutton
->Adicionar</guibutton
->. Abrir-se-á uma cópia em miniatura do &kmenu;, onde poderá escolher a aplicação com a qual deseja abrir os ficheiros deste tipo. </para>
-</step>
-
-<step>
-<para
->Algumas das vezes, pode querer usar uma aplicação diferente para este tipo de ficheiros. Por exemplo, pode querer usar o &kate; para abrir os ficheiros de texto que deseja editar, e o &kedit; para os ficheiros de texto nos quais apenas quer dar uma vista de olhos. Pode adicionar mais aplicações da mesma forma que fez no último passo, e pode alterar a ordem de preferências com os botões <guibutton
->Subir</guibutton
-> e <guibutton
->Descer</guibutton
->. </para>
-</step
->
-
-<step>
-<para
->Se está satisfeito com as suas opções, pode carregar no botão <guibutton
->Aplicar</guibutton
-> para gravar as suas alterações sem fechar a janela. Isto dá-lhe a oportunidade de testar na janela do <application
->Konqueror</application
-> se a sua associação de ficheiros está correcta. Pode escolher <guibutton
->OK</guibutton
-> para gravar as suas alterações e fechar a janela ou <guibutton
->Cancelar</guibutton
-> se mudou de ideias e apenas quer fechar a janela. </para>
-</step>
-</procedure>
-
-<para
->Certifique-se que a nova associação funciona abrindo uma directoria contendo um ficheiro do tipo que acabou de seleccionar. Carregue no ficheiro, e o programa para editar o ficheiro deverá ser iniciado. </para>
-
-<note>
-<para
->Os tipos &MIME; são uma forma de descrever o conteúdo dos ficheiros. Pode estar habituado a usar as extensões dos ficheiros para esse fim, e pode saber que nos sistemas &UNIX; a extensão dos ficheiros traz pouca ou nenhuma relação com o conteúdo dos ficheiros. Por outro lado, poderá ser vital - por exemplo, algumas implementações do <command
->gunzip</command
-> não irão trabalhar com ficheiros que não acabem em <literal role="extension"
->.gz</literal
->. </para>
-
-<para
->Os tipos &MIME; tiram, naturalmente, partido dos padrões dos nomes de ficheiro, mas não necessariamente das extensões - pode definir qualquer padrão de ficheiros que deseje. Por exemplo, se quiser abrir sempre todos os ficheiros relacionados com um dado cliente com o &kate;, e se tiver o hábito de nomear os ficheiros com o nome do cliente no início de modo a agrupá-los naturalmente na janela do &konqueror;, então poderá definir um padrão de nomes de ficheiros correspondente a <literal
->^<replaceable
->nomecliente</replaceable
->*</literal
->. Assim, todos os ficheiros que tenham <replaceable
->nomecliente</replaceable
-> no início (o carácter ^significa <quote
->começa por...</quote
->) e independentemente do resto do nome do ficheiro, serão correspondências válidas. </para>
-</note>
-
-</sect1>
-
-</chapter>
-<chapter id="credits">
-<title
->Créditos</title>
-<sect1 id="authors">
-<title
->Autores</title>
-
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
->Matthias Ettrich <email
->ettrich@kde.org</email
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Kalle Dahlheimer <email
->kalle@kde.org</email
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Torben Weiss <email
->weis@kde.org</email
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Bernd Wuebben <email
->wuebben@kde.org</email
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Stephen Schaub <email
->sschaub@bju.edu</email
-> - Editor</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Robert Williams <email
->rwilliams@kde.org</email
-> - Editor</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Lauri Watts <email
->lauri@kde.org</email
-></para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-
-<para
->Tradução de Pedro Morais <email
->morais@kde.org</email
-></para
->
-&underFDL; </sect1>
-</chapter>
-</book>
-
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag: nil
-sgml-shorttag: t
-End:
--->
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/Makefile.am b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/Makefile.am
deleted file mode 100644
index fdccc55a5d..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/Makefile.am
+++ /dev/null
@@ -1,4 +0,0 @@
-KDE_LANG = pt
-SUBDIRS = $(AUTODIRS)
-KDE_DOCS = khelpcenter/userguide
-KDE_MANS = AUTO
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/about-desktop.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/about-desktop.docbook
deleted file mode 100644
index f0f5797002..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/about-desktop.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,575 +0,0 @@
-<chapter id="all-about-your-desktop">
-<title
->Tudo Sobre a Sua Área de Trabalho</title>
-
-<epigraph>
-<attribution
->Capuchinho Vermelho</attribution>
-<para
->Avozinha, que grandes olhos tem!</para>
-</epigraph>
-
-<epigraph>
-<attribution
->O Lobo</attribution>
-<para
->São para te ver melhor!</para>
-</epigraph>
-
-<para
->Quanto mais conseguir ver, mais eficientemente pode usar a sua área de trabalho. O &kde; dá-lhe a oportunidade de fazer a área de trabalho parecer-se e trabalhar mais ao seu gosto, permitindo que trabalhe com mais rapidez e produtividade. Dá-lhe mesmo a oportunidade de ser avisado se um lobo está a tentar come-lo, ou (se for uma avozinha) alerta-lo de quando a Capuchinho Vermelho está a caminho para lhe trazer uns doces. Isso é que é serviço. </para>
-
-<sect1 id="the-autostart-folder">
-<title
->Iniciar Automaticamente as Aplicações</title>
-
-<para
->As aplicações nativas do &kde; deixadas abertas no fim da sessão irão guardar o seu estado e reaparecerão quando se ligar outra vez, mas há programas (como o &Netscape;) que não. Pode usar a pasta <filename
->Arranque</filename
-> para esses programas.</para>
-
-<para
->Para lançar programas quando o &kde; está a iniciar, faça o seguinte:</para>
-
-<procedure>
-<step>
-<para
->Abre a pasta <filename
->Arranque</filename
->. Por omissão, esta pasta está em <filename class="directory"
->$<envar
->HOME</envar
->/.trinity/Autostart</filename
-></para>
-</step>
-<step>
-<para
->Abra uma janela do &konqueror; e navegue até ao programa que quer adicionar. Se não sabe como fazer isto, foi descrito em <xref linkend="the-filemanager-screen"/>.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Arraste e largue o programa desejado da janela do &konqueror; na pasta <filename
->Autostart</filename
->. Quando lhe for perguntado, escolha <guimenuitem
->Ligação</guimenuitem
-> para criar uma ligação simbólica em vez de fazer uma cópia completa, pois isto poupa muito espaço.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Repita os passos acima para todos os programas que quer ver iniciados quando o &kde; é lançado. Lembre-se, não precisa de adicionar aplicações nativas ao &kde;, basta deixá-las abertas quando desligar, e elas irão aparecer outra vez como se nada se tivesse passado, da próxima vez que se ligar ao &kde;.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Reinicie o &kde; se quiser ver a função de auto-arranque em acção.</para>
-</step>
-</procedure>
-
-<para
->Os seus programas deverão ter sido lançados automaticamente quando o &kde; reiniciou.</para>
-
-<para
->Não se esqueça que você só irá necessitar da pasta de Arranque para algumas aplicações. Muitas das aplicações, incluindo quase todas as aplicações nativas do &kde; lidam agora com a gestão de sessões, para que você as possa deixar abertas quando sair e voltar a iniciá-las tal como estavam quando as deixou de uma próxima vez. Você pode deixar uma janela do &konqueror; aberta com o seu 'site' Web favorito, o &kmail; a ver a sua caixa do correio e o &kate; com uma dúzia de ficheiros, sair, voltar a entrar e ficar com o seu ambiente de trabalho tal como o deixou.</para>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="adding-programs">
-<title
->Adicionar Programas e Ícones de Atalhos Ao Seu &kmenu; e Painel</title>
-
-<para
->O &kmenu; do &kde; e o &kicker; não estão limitados à configuração que encontra logo que instala o &kde;. O painel do &kde; está concebido para crescer, e há duas maneiras de o fazer: Adicionar novos programas, e adicionar ícones de atalho.</para>
-
-<sect2 id="menu-items-add">
-<title
->Adicionar entradas ao menu</title>
-
-<para
->O &kde; vem com bastantes aplicações já incluídas no menu. Dependendo do seu sistema operativo e distribuição, isto pode incluir muitas aplicações não-&kde;. O &kde; também inclui uma aplicação que irá procurar no seu disco rígido por mais aplicações e adicioná-las ao menu por si. Tente carregar em <keycombo action="simul"
->&Alt;<keycap
->F2</keycap
-></keycombo
-> e escrever <userinput
->kappfinder</userinput
-> para vê-lo em acção &mdash; a operação é muito simples.</para>
-
-<para
->O &kappfinder; é suficientemente inteligente, mas não conhece todas as aplicações que existem. Ou então, pode haver o caso em que não queira ter todas essas aplicações no menu e apenas queira adicionar um único programa adicional.</para>
-
-<para
->Para adicionar os seus programas favoritos ao menu do &kde;, pode usar o <application
->Editor de Menus do KDE</application
->. Para começar, use o &kmenu; e escolha <menuchoice
-><guimenuitem
->Sistema</guimenuitem
-><guimenuitem
->Editor de Menus</guimenuitem
-></menuchoice
->.</para>
-
-<para
->Uma janela abre-se mostrando o &kmenu; existente à esquerda, e um diálogo de entradas de menu vazio à direita</para>
-
-<para
->Para este exemplo, iremos adicionar uma entrada para o <application
->Gimp</application
-> sob o submenu <guisubmenu
->Gráficos</guisubmenu
->. Se já tiver aí uma entrada para o <application
->Gimp</application
-> e não quiser outra, pode continuar na mesma este exemplo, e simplesmente não carregar em <guibutton
->Aplicar</guibutton
-> quando terminar.</para>
-
-<procedure>
-<step
-><para
->Navegue para baixo na árvore da esquerda para a entrada <guisubmenu
->Gráficos</guisubmenu
->.</para
-></step>
-<step>
-<para
->Carregue uma vez aí com o botão <mousebutton
->esquerdo</mousebutton
-> do rato para expandir o menu.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Carregue no ícone com o nome <guiicon
->Novo Item</guiicon
-> na barra de ferramentas, ou escolha <menuchoice
-><guimenu
->Ficheiro </guimenu
-><guimenuitem
->Novo Item</guimenuitem
-></menuchoice
-> na barra de menu.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Na caixa de diálogo que aparece, escreva o nome que quer dar à sua nova entrada no menu. Para este exemplo, escreva <userinput
->Gimp</userinput
->.</para
-><para
->Então carregue <guibutton
->OK</guibutton
-> no diálogo.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Carregue na nova entrada do menu <guimenuitem
->Gimp</guimenuitem
-> que foi criada para si sob o submenu <guisubmenu
->Gráficos</guisubmenu
->.O diálogo da entrada do menu à direita irá agora mudar para estar quase vazio, com a excepção do nome que deu.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Preencha um <guilabel
->Comentário</guilabel
-> opcional. Pode gostar de pôr por exemplo <userinput
->Um editor de imagens</userinput
->. O texto inserido aqui será mostrado como uma dica de ferramenta no &kmenu;.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Escreva na caixa com nome <guilabel
->Comando</guilabel
->, o comando que escreveria na linha de comando para abrir a sua aplicação. Para este exemplo, escreva <command
->gimp</command
->. Pode também escrever os parâmetros opcionais de linha que desejar. Pode usar isto para fazer uma entrada no menu que abra sempre um documento em particular ou uma imagem, por exemplo. Verifique a documentação da aplicação para mais parâmetros da linha de comandos.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Se quiser que a aplicação opere a partir de uma determinada pasta (por exemplo, para o <application
->Gimp</application
-> começar a sua janela de <guilabel
->Abrir Imagem</guilabel
-> num sítio em particular) escreva esse caminho no campo com o nome <guilabel
->Caminho de Trabalho</guilabel
->. Isto é opcional.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Se pretender mudar o ícone do normal <quote
->desconhecido</quote
->, carregue no <guiicon
->ícone</guiicon
-> à direita do diálogo, para abrir o seleccionador de ícones do &kde;.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Algumas aplicações devem <guilabel
->ser executadas num terminal </guilabel
-> dentro de uma janela (por exemplo <application
->Pine </application
->). Se for o caso, verifique a caixa de visto apropriada.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Se quiser correr uma aplicação como um utilizador diferente, verifique a caixa com nome <guilabel
->Correr como utilizador diferente</guilabel
-> e escreva o nome do utilizador apropriado na caixa de texto.</para>
-</step>
-<step>
-<para
->Se estiver satisfeito com a entrada do menu, seleccione <guibutton
->Aplicar</guibutton
->. Se quiser recomeçar, carregue <guibutton
->Recomeçar</guibutton
->.</para>
-</step>
-</procedure>
-
-<para
->E é tudo. Tem agora uma nova entrada no menu.</para>
-
-</sect2>
-
-<sect2 id="icons-add">
-<title
->Ícones de Atalho</title>
-
-<para
->Embora o &kde; seja muito mais confortável do que o gestor de janelas médio do &UNIX;, toda a gente quer uma solução imediata para iniciar um programa. daqui a pouco, vai aprender a criar ligações e ficheiros na sua área de trabalho, mas isto também tem as suas desvantagens: por vezes todas as suas áreas de trabalho ficam cheias de janelas, e não consegue usar os ícones sem minimizar todas as janelas que os cobrem. Para programas frequentemente usados pode minimizar este problema e acelerar o acesso criando ícones de atalho no painel do &kde;.</para>
-
-<para
->Para criar um atalho no &kicker;, tem algumas escolhas: Arrastar-e-largar, ou através de um menu. </para>
-
-<procedure>
-<title
->Adicionar um ícone de atalho com o menu</title>
-<step
-><para
->Carregue no &kmenu; e escolha <menuchoice
-><guisubmenu
->Menu do Painel</guisubmenu
-><guisubmenu
->Adicionar</guisubmenu
-><guimenuitem
->Aplicação</guimenuitem
-> </menuchoice
->.</para
-></step>
-<step
-><para
->Irá ver o nível mais alto do &kmenu; outra vez. Procure nos menus a entrada para que deseja criar o atalho, tal como <guimenuitem
->A Minha Área</guimenuitem
-> ou o &konqueror;. Carregue no programa que deseja.</para>
-</step>
-</procedure>
-
-<para
->Um novo ícone aparece no painel. Carregue nele, e o programa irá iniciar.</para>
-
-<para
->Adicionar um ícone de atalho com arrastar-e-largar é ainda mais simples - basta arrastart qualquer ícone da sua área de trabalho ou de uma janela do &konqueror;, para um espaço vazio no painel.</para>
-
-<para
->O que acontece quando arrasta um item para o seu painel depende do tipo de item:</para>
-
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
->Se você arrastar uma pasta...</term
-> <listitem
-><para
->Aparece um menu dando-lhe a escolha de <guimenuitem
->Adicionar como um URL do Gestor de Ficheiros</guimenuitem
-> ou <guimenuitem
->Adicionar como Navegador Rápido</guimenuitem
->. Escolher o primeiro cria um ícone que abre uma janela do &konqueror;, iniciada nesta directoria, enquanto que escolher o último vai abrir a pasta como um menu do Painel.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Se arrastar um atalho da área de trabalho...</term>
-<listitem
-><para
->Será copiado para o painel.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Se arrastar um documento...</term>
-<listitem
-><para
->Uma ligação é criada no painel, deixando o original no seu lugar. Carregando no ícone resultante faz aparecer o documento na aplicação predefinida.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-
-<para
->Em qualquer caso, se quiser mover um ícone, carregue nele usando o &RMB; do rato e escolha <guimenuitem
->Mover o <replaceable
->Nome do Botão</replaceable
-></guimenuitem
->. Mova o ícone para a posição que pretende e carregue no &LMB; do rato. Se quiser remover o ícone, carregue nele usando o &RMB; do rato e escolha <guimenuitem
->Remover o <replaceable
->Nome do Botão</replaceable
-></guimenuitem
->.</para>
-
-</sect2>
-</sect1>
-
-<sect1 id="creating-new-files-on-your-desktop">
-<title
->Criar Novos Ficheiros Na Sua Área de Trabalho</title>
-
-<para
->A sua área de trabalho pode ser um local eficiente para trabalhar. De cada vez que arrancar o &kde;, pode ver todos os ficheiros, directorias e URLs que mais utiliza.</para>
-
-<para
->Existem duas maneiras de criar e editar ficheiros na sua área de trabalho. Em qualquer aplicação, pode dizer que quer gravar o seu trabalho na sub-pasta Desktop da sua pasta pessoal. Por exemplo, a minha pasta pessoal é a <filename class="directory"
->/home/ze</filename
->, por isso a minha pasta de Desktop é <filename class="directory"
->/home/se/Desktop</filename
->. Tudo o que gravar aí será posto na sua área de trabalho.</para>
-
-<para
->Se quiser mover ficheiros já existentes para a sua Área de Trabalho, a melhor maneira de fazer isto é usar o &konqueror;. Abra uma janela do gestor de ficheiros e arraste os ficheiros que precisa para a sua área de trabalho. Pode escolher copiar os ficheiros se decidir guardar a partir de agora todas as coisas comuns na área de trabalho, ou pode criar uma ligação simbólica para os ficheiros reais. Tudo o que mudar nos ficheiros ligados será actualizado nos ficheiros originais. Para mais informação em como usar o arrastar &amp; largar e o gestor de ficheiros, veja o capítulo <link linkend="moving-files-with-drag-and-drop"
->Mover ficheiros com arrastar &amp; largar.</link
-></para>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="desktop-links">
-<title
->Colocar Ligações na Sua Área de Trabalho</title>
-
-<para
->Colocar ficheiros na sua área de trabalho pode reduzir os caminhos que tem de usar. No entanto, será agradável se por vezes poder iniciar o &kedit; com o ficheiro que use normalmente já aberto. E quantas vezes fica aborrecido por procurar em listas intermináveis de endereços para procurar um sítio que visita muitas vezes? Não seria agradável se o que precisasse de fazer para ir para esse sítio fosse somente carregar num só ícone?</para>
-<!--
-<sect2 id="using-mimetype">
-<title
->Using Templates</title>
-
-<para
->Templates provide a convenient mechanism for performing tasks
-such as those outlined above. Templates can also be used to associate
-particular file extensions with a specific application. When a file
-ending in a known extension is double-clicked, the application
-associated with that extension is automatically started. In short,
-<emphasis
->templates</emphasis
-> help you get the most out of
-&kde;.</para>
-
-<para
->Example: You want to put an icon for visiting the &kde; web site
-on your desktop.</para>
-
-<procedure>
-<step
-><para
-><mousebutton
->Right</mousebutton
-> click on an empty space
-in the desktop.</para
-></step
-> <step
-><para
->Choose
-<menuchoice
-><guisubmenu
->Create
-New</guisubmenu
-><guisubmenu
->File</guisubmenu
-><guimenuitem
->Link to
-Location (URL)</guimenuitem
-></menuchoice
-> from the context
-menu.</para
-></step
-> <step
-><para
->A dialog box will open where you can
-type in the address you are making a shortcut to.</para
-></step>
-<step
-><para
->A new icon will be created on your desktop.</para
-></step>
-</procedure>
-
-<para
->Your new Internet shortcut can be customized like any other
-shortcut icon. <mousebutton
->Right</mousebutton
-> click on the icon and
-choose <guimenuitem
->Properties</guimenuitem
->, and you can change the
-icon, or the name of the shortcut as you wish.</para>
-
-</sect2>
--->
-
-<sect2>
-<title
->Usar os Tipos &MIME; e as Associações de Ficheiros</title>
-
-<para
->Os tipos &MIME; são muito poderosos. Se forem empregues, o seu sistema pode ser facilmente personalizado de modo a que, ao carregar num ficheiro de um determinado tipo é iniciada a aplicação com a qual esse tipo de ficheiros foi associado. Por exemplo, todos os ficheiros <literal role="extension"
->.mod</literal
-> podiam ser configurados para iniciar o &noatun;, os ficheiros <literal role="extension"
->.html</literal
-> podiam abrir uma janela do &konqueror; com o conteúdo dos mesmos, e um ficheiro <filename
->core</filename
-> podia ser visto com o &khexedit;, bastando para tal carregar no ficheiro <filename
->core</filename
->.</para>
-
-<warning>
-<para
->Ainda que os tipos &MIME; sejam muito poderosos, não estão livres de perigo. Se mexer nos tipos &MIME; como administrador de sistemas (<systemitem class="username"
->root</systemitem
->) pode prejudicar um sistema &kde; de tal modo que não consiga ser reiniciado! Neste exemplo, irá criar o seu próprio estilo &MIME; <emphasis
->pessoal</emphasis
->, o qual só é relevante para si. Só irá afectar os outros utilizadores se o copiar ou mover para <filename class="directory"
->$<envar
->TDEDIR</envar
->/share/mimelnk</filename
->.</para>
-</warning>
-
-<para
->Para associar um tipo de ficheiros com uma aplicação:</para>
-
-<procedure>
-
-<step
-><para
->Certifique-se que a aplicação que quer para iniciar este ficheiro tem uma opção respectiva no &kmenu;.</para
-></step>
-
-<step
-><para
->No &konqueror;, procure ou crie um ficheiro com a extensão com que se deseja associar.</para
-></step>
-
-<step
-><para
->Carregue com o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> no ficheiro, e escolha <guimenuitem
->Editar o Tipo de Ficheiro</guimenuitem
-> do menu de contexto, ou escolha <menuchoice
-><guimenu
->Editar</guimenu
-><guimenuitem
->Editar o Tipo de Ficheiro</guimenuitem
-></menuchoice
-> na barra de menu do &konqueror;.</para
-></step>
-
-<step
-><para
->Adicione máscaras de ficheiros à aplicação carregando no botão <guibutton
->Adicionar</guibutton
->, e escreva o padrão do ficheiro que desejar. Lembre-se que o &UNIX; é sensível ao tamanho dos caracteres, por isso pode ter de adicionar variações - *.mp3 pode precisar também de *.MP3, por exemplo. Adicione deste modo quantas extensões quiser.</para
-></step>
-
-<step
-><para
->Adicione uma descrição se assim o desejar. Este passo é opcional.</para
-></step>
-
-<step
-><para
->Na secção <guilabel
->Ordem de Preferência das Aplicações</guilabel
->, carregue no botão <guibutton
->Adicionar</guibutton
->. Abrir-se-á uma cópia em miniatura do &kmenu;, onde poderá escolher a aplicação com a qual deseja abrir os ficheiros deste tipo.</para
-></step>
-
-<step
-><para
->Algumas das vezes, pode querer usar uma aplicação diferente para este tipo de ficheiros. Por exemplo, pode querer usar o &kate; para abrir os ficheiros de texto que deseja editar, e o &kedit; para os ficheiros de texto nos quais apenas quer dar uma vista de olhos. Pode adicionar mais aplicações da mesma forma que fez no último passo, e pode alterar a ordem de preferências com os botões <guibutton
->Subir</guibutton
-> e <guibutton
->Descer</guibutton
->.</para
-></step>
-
-<step
-><para
->Se não estiver satisfeito com as suas escolhas, pode carregar no botão <guibutton
->Aplicar</guibutton
-> para guardar as alterações sem fechar a caixa de diálogo. Isto dá-lhe a oportunidade de testar na janela do &konqueror; se a sua associação de ficheiros está correcta. Pode escolher <guibutton
->OK</guibutton
-> para gravar as suas alterações e fechar a janela ou <guibutton
->Cancelar</guibutton
-> se tiver mudado de ideias e apenas quer fechar a janela.</para
-></step>
-</procedure>
-
-<para
->Certifique-se que a nova associação funciona abrindo uma directoria contendo um ficheiro do tipo que acabou de seleccionar. Carregue no ficheiro, e o programa para editar o ficheiro deverá ser iniciado.</para>
-
-<note>
-<para
->Os tipos &MIME; são uma forma de descrever o conteúdo dos ficheiros. Pode estar habituado a usar as extensões dos ficheiros para esse fim, e pode saber que nos sistemas &UNIX; a extensão dos ficheiros traz pouca ou nenhuma relação com o conteúdo dos ficheiros. Por outro lado, poderá ser vital - por exemplo, algumas implementações do <command
->gunzip</command
-> não irão trabalhar com ficheiros que não acabem em <literal role="extension"
->.gz</literal
->. </para>
-
-<para
->Os tipos &MIME; tiram partido, naturalmente, dos padrões dos nomes de ficheiros, mas não necessariamente das suas extensões - pode definir qualquer padrão que desejar. Por exemplo, se sempre quis abrir todos os ficheiros relacionado com um cliente em particular com o &kate;, e se tem por hábito de nomear os ficheiros com o nome do cliente no início, estes podem ser agrupados naturalmente na janela do &konqueror;, então poderá definir uma padrão de ficheiros que corresponda a <literal
->^<replaceable
->nomecliente</replaceable
->*</literal
->. Então, serão considerados todos os ficheiros que tenham <replaceable
->nomecliente</replaceable
-> no início (o carácter <literal
->^</literal
-> significa <quote
->começa por...</quote
->), independentemente do resto do nome do ficheiro. </para>
-</note>
-</sect2>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="using-the-trashcan">
-<title
->Usar o Caixote do Lixo</title>
-
-<para
->Em circunstâncias normais, apagar um ficheiro no &UNIX; é algo que não pode ser desfeito. No entanto, com o gestor de ficheiros do &kde;, pode escolher <guimenuitem
->Mover Para o Lixo</guimenuitem
-> em vez de <guimenuitem
->Apagar</guimenuitem
->. Isto move o ficheiro para a directoria <filename
->Trash</filename
->, que por omissão está acessível por um ícone na sua área de trabalho. Na directoria <filename
->Trash</filename
->, pode recuperar os ficheiros apagados. Lembre-se de regularmente limpar o caixote do lixo carregando com o botão direito do rato sobre ele, e depois escolhendo <guimenuitem
->Esvaziar o caixote do lixo</guimenuitem
->, senão pode ficar sem espaço em disco porque os ficheiros ainda precisam de espaço. Note, no entanto, que uma vez esvaziada a directoria <filename
->Trash</filename
->, os ficheiros que aí estavam estão perdidos para sempre.</para>
-
-</sect1>
-</chapter>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:("index.docbook" "book" "chapter")
-End:
--->
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/first-impressions.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/first-impressions.docbook
deleted file mode 100644
index 84f2b04968..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/first-impressions.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,468 +0,0 @@
-<chapter id="first-impressions">
-<title
->Primeiras Impressões </title>
-
-<epigraph>
-<attribution
->Origem desconhecida</attribution>
-<para
->Olha para o mar para ver tudo que vê no mar</para>
-</epigraph>
-
-<para
->As primeiras impressões são tão importantes -- isto não é só verdade para o famoso romance de suspense de Agatha Christie <quote
->A Ratoeira</quote
-> -- mas também para o &kde;. Como dizemos antes, o &kde; é supostamente a interface para o utilizador mais intuitiva e fácil de aprender disponível. De facto, teremos atingido o nosso objectivo quando os utilizadores não precisarem mais deste livro para trabalhar com o &kde;, fazendo com que os percam os seus lugares (não pagos e voluntários) como documentalistas. </para>
-
-<sect1 id="starting-kde">
-<title
->Iniciar o &kde; </title>
-
-<para
->Quando arranca um sistema &UNIX;, uma de duas coisas deve acontecer (isto é, se o sistema trabalhar correctamente; tudo o resto é um terceiro caso não documentado). Ou começa em modo texto e têm uma linha de entrada no sistema ou é-lhe apresentado com uma janela de autenticação gráfica. No primeiro caso, deve ligar-se ao seu sistema e escrever: </para>
-
-<screen
-><command
->startx</command
->
-</screen>
-
-<para
->Se a instalação foi bem sucedida, a área de trabalho do &kde; deve aparecer depois de alguns segundos de inicialização. </para>
-
-<para
->Se uma janela gráfica de entrada é apresentada, então tudo o que é necessário é o seu nome e senha de entrada. Supondo que a instalação do &kde; correu bem, o &kde; deve começar sem ser necessária nenhuma intervenção. </para>
-
-<para
->Se ainda não o fez, recomendamos que mude o seu gestor de apresentação do X de <application
->xdm</application
-> para o &tdm;, que inclui as mesmas funcionalidades, mas com as funcionalidades avançadas do Ambiente de Trabalho K. </para>
-
-<para
->Se o seu sistema está configurado para o autenticar automaticamente, você terá de consultar os manuais do seu sistema operativo ou os fóruns de suporte para saber algumas instruções sobre como fazer com que o &kde; seja a interface gráfica executada.</para>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="desktop-components">
-<title
->Componentes da Área de Trabalho </title>
-
-<para
->Depois de tudo ter arrancado, leve algum tempo a explorar o novo ambiente. Se já trabalhou com o <emphasis
->&Windows;</emphasis
-> ou o <emphasis
->OS/2</emphasis
-> ou ainda o <emphasis
->&MacOS;</emphasis
->, muitas coisas devem-lhe ser familiares. As três partes principais da área de trabalho do &kde; são a própria área de trabalho e o painel.</para>
-
-
-<sect2 id="kde-logout">
-<title
->Painel </title>
-
-<para
->Quando inicia o &kde; pela primeira vez, o painel está situado na base do ecrã. Daí, vai iniciar os seus programas e mudar entre os ecrãs virtuais. </para>
-
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
->Botão do &ticon;</term>
-<listitem
-><para
->O botão &ticon; é um dos mais importantes locais da sua área de trabalho do &kde;. Desde aí, pode começar todas as aplicações do &kde; instaladas. Mais tarde, quando aprender a usar o <link linkend="adding-programs"
->Editor do Menu K</link
->, pode também adicionar programas aqui. Para começar um programa, basta carregar no botão. Vai ver uma lista de diferentes categorias, mais algumas entradas especiais. Sempre que passar com o rato sobre uma dessas entradas que tenha uma seta para a direita, um novo menu aparece. Quando encontrar o programa que quer começar, basta carregar sobre ele com o botão <mousebutton
->esquerdo</mousebutton
-> do rato.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Botões das Áreas de Trabalho Virtuais</term>
-<listitem
-><para
->Quando inicia o &kde; pela primeira vez, repare nos quatro botões com nomes, apropriados, de <guilabel
->1</guilabel
->, <guilabel
->2</guilabel
->, <guilabel
->3</guilabel
-> e <guilabel
->4</guilabel
->. Estes representam os seus <emphasis
->ecrãs</emphasis
->. Basta carregar num deles. Não se preocupe: embora elas tenham <guilabel
->desaparecido</guilabel
->, qualquer janela aberta está ainda activa (basta ver a lista de tarefas!). Usar múltiplos ecrãs é uma das poderosas possibilidades do &kde; e do Sistemas de Janelas X. Em vez de usar uma janela sobre outra, como fará quando usa o &Windows; ou o OS/2, pode dizer <quote
->Bem, na primeira área de trabalho, eu vou escrever o Guia do Utilizador do KDE. Na segunda área de trabalho vou correr o compilador <abbrev
->sgml2latex</abbrev
-> e ver os meus resultados enquanto compilo o meu 'kernel' do linux na terceira área de trabalho, e leio o meu email na quarta.</quote
-> </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->Barra de Ícones</term>
-<listitem>
-<para
->Algumas pessoas são tão preguiçosas que até consideram os dois ou três passos pelo menu de aplicações demasiado (incluindo eu). Para eles, botões adicionais podem ser colocados a seguir aos botões da área de trabalho: por exemplo, atalhos para a sua área de trabalho, para o seu caixote do lixo, para o seu emulador de terminal <application
->Konsole</application
-> e para os documentos que use mais. Para informação em como adicionar ícones à barra de tarefas, leia <link linkend="icons-add"
->Acrescentar ícones à sua barra de tarefas</link
->. </para>
-<para
->O &kde; por omissão instala vários botões mais usados, incluindo ligações para o &khelpcenter;, o &kate; e o &kcontrol;.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->Tempo e data</term>
-<listitem
-><para
->No fundo à direita do painel do &kde;, pode ver sempre o tempo e a data.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->A lista de tarefas</term>
-<listitem>
-<para
->Noutra secção do painel, encontra um botão para cada janela aberta. Basta carregar no botão correspondente à janela que quer abrir. Carregar outra vez minimiza a janela. Um carregar no botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> do rato mostra um menu que permite mover a janela para outra área de trabalho, manipular o seu tamanho, ou fechar a aplicação.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-
-</sect2>
-<sect2>
-<title
->Usar Janelas </title>
-
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
->Menu de Janelas</term>
-<listitem>
-<para
->Carregando no botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> do rato na barra do título da janela (onde vê o nome da aplicação), pode ver um ícone de manipulação da janela. Este é o mesmo menu que vê se carregar com o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> num ícone de aplicação na barra de tarefas. Quando carrega aí, um menu de contexto contendo comandos para manipular as janelas é apresentado. Os comandos disponíveis são:</para>
-
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Mover</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
->Permite mover a janela com o rato. Carregue no botão <mousebutton
->esquerdo</mousebutton
-> do rato quando tem a janela onde quer que ela fique colocada.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Redimensionar</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
->Permite fazer a janela maior ou mais pequena. Mova o seu rato à volta e carregue no botão quando estiver satisfeito com o novo tamanho.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Minimizar</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
->Esconde a janela, deixando somente o ícone na barra de tarefas. Note que o título da janela no ícone é agora mostrado em (parêntesis). Para trazer a janela para a área de trabalho outra vez, carregue no ícone.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Maximizar</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
->Isto irá expandir a janela para o tamanho máximo possível. Note que o &kde; irá tomar o tamanho da sua <emphasis
->área de trabalho virtual</emphasis
->, o que significa que a janela poderá ser maior que o seu ecrã. </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Enrolar</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
-><quote
->Enrola</quote
-> a janela, deixando somente a barra do título visível. Pode obter o mesmo efeito carregando duas vezes sobre a barra do título. Para mostrar outra vez toda a janela, seleccione outra vez <guimenuitem
->Enrolar</guimenuitem
->, ou carregue duas vezes na barra do título.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guisubmenu
->Avançado</guisubmenu
-></term>
-<listitem
-><para
->Aqui você poderá encontrar as opções do menu que lhe permitem manipular a forma como as janelas se colocam umas sobre as outras, entre outras coisas:</para>
-
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Manter Sobre as Outras</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
->Seleccionar isto irá fazer com que a janela fique no topo de todas as aplicações, mesmo quando não tem o foco.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Manter Sob as Outras</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
->Seleccionar isto irá fazer com que a janela fique no topo de todas as aplicações, mesmo quando não tem o foco.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Ecrã Completo</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
->Se seleccionar isto fará com que a janela ocupe todo o ecrã, de forma semelhante à maximização; contudo, não é mostrada nenhuma decoração da janela. Para mudar para as outras aplicações, você poderá usar os atalhos de teclado (por exemplo, o <keycombo action="simul"
->&Alt;&Tab;</keycombo
-> para mudar para outra janela ou o <keycombo action="simul"
->&Ctrl;&Tab;</keycombo
-> para mudar para outro ecrã virtual.</para>
-<para
->Para sair do modo de ecrã completo, você poderá usar o atalho <keycombo action="simul"
->&Alt;<keycap
->F3</keycap
-></keycombo
-> para mostrar o menu de operações da janela e deseleccionar o <menuchoice
-><guisubmenu
->Avançado</guisubmenu
-><guimenuitem
->Ecrã Completo</guimenuitem
-> </menuchoice
->.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Sem Contorno</guimenuitem
-></term>
-<listitem>
-<para
->Remove a decoração da janela, bem como o seu contorno. Isto é útil para as aplicações do tipo <quote
->monitor</quote
->, como o &kpager;, o qual você mantém no ecrã todo o tempo e nunca irá necessitar de estar decorado. Muitas pessoas também gostam de usar isto para o <application
->xterm</application
-> e para as janelas do &konsole;.</para>
-<para
->Para sair do modo sem contorno, você poderá usar o atalho <keycombo action="simul"
->&Alt;<keycap
->F3</keycap
-></keycombo
-> para mostrar o menu de operações da janela e deseleccionar o <menuchoice
-><guisubmenu
->Avançado</guisubmenu
-><guimenuitem
->Sem Contorno</guimenuitem
-> </menuchoice
->.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Gravar a Configuração</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
->Guarda a configuração actual desta janela (a posição, tamanho, se deve ser mantida sempre no topo de todas as outras janelas &etc;.). Esta configuração irá então ser lida da próxima vez que a janela for aberta.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Para o Ecrã</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
->Permite enviar uma janela para outra área de trabalho. Escolha a área de trabalho onde quer colocar a janela. A janela irá desaparecer de imediato. Para voltar a ver a janela, seleccione o <guiicon
->Botão de Área de Trabalho</guiicon
-> apropriado no <application
->Painel</application
-> do &kde;. Seleccionar <guimenuitem
->Todos os Ecrãs</guimenuitem
-> irá fazer com que a janela se "cole" - irá aparecer em todas as áreas de trabalho, por isso poderá ver sempre a janela.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Configurar o Comportamento da Janela...</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
->Permite mudar o aspecto, e em alguns casos a posição, de todas as janelas no &kde;. Isto muda a decoração das várias partes da janela, incluindo os botões da barra de título, mas também incluindo coisas como as caixas de selecção e os botões com diálogos, barras de deslocação, e a própria barra de título. Por omissão, é a <guilabel
->Keramik</guilabel
->.</para>
-<para
->Você poderá depois personalizar quase tudo sobre o gestor de janelas em si, incluindo a forma como as janelas se comportam quando são movidas, o que o click de cada botão do rato fará nas diferentes partes da janela e como decidir que janelas ficarão em primeiro plano.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guimenuitem
->Fechar</guimenuitem
-></term>
-<listitem
-><para
->Isto vai fechar a janela. Por vezes a aplicação permite gravar o seu trabalho, mas em alguns casos (&eg;, aplicações X11 antigas) isto não funciona. Será melhor fechar a aplicação com os seus próprios comandos, usando este ponto do menu somente como último recurso.</para>
-<para
->Se a aplicação em si tiver um problema que não lhe permita fechá-la normalmente, ao usar este item do menu ou no botão de fechar da janela, você terá a possibilidade de <quote
->matar</quote
-> a janela tão ordeiramente quanto possível. Repare que isto poderá deixar à mesma a aplicação em segundo plano mas sem mostrar nenhuma janela. Se permitir que a aplicação seja morta desta forma, poderá deixá-lo voltar ao ecrã, todavia deixando-o verificar numa janela de terminal e limpar todos os processos restantes.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-</listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-
-<variablelist>
-<title
->Botões de Decoração da Janela</title>
-<varlistentry>
-<term
->Botão persistente</term>
-<listitem
-><para
->Este botão parece-se com um sinal de mais (+) na decoração da janela por omissão (Keramik) e poderá parecer com um alfinete nas outras. Realiza a mesma operação que seleccionar <menuchoice
-><guimenu
->Para o Ecrã</guimenu
-><guimenuitem
->Todos os Ecrãs</guimenuitem
-></menuchoice
-> no <guimenu
->Menu de janelas</guimenu
->, mas precisa de menos passos para ser usado.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->Barra de Título</term>
-<listitem
-><para
->A barra de título contendo o nome da janela pode ser pressionada duas vezes de modo a esconder a janela. Use o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> do rato: O <guimenu
->Menu janela</guimenu
-> irá reaparecer, permitindo move-la para outra área de trabalho (isto funciona mas rápido que o método com o botão persistente). Quando um programa não reage mais, pode fecha-lo (o que por vezes dará oportunidade de guardar o seu trabalho). </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->Botões para <guibutton
->Minimizar</guibutton
->, <guibutton
->Maximizar</guibutton
-> e <guibutton
->Fechar</guibutton
-></term>
-<listitem
-><para
->Do lado direito da barra de título, existem dois botões que também podem ser usados para minimizar ou maximizar a janela (isto é mais rápido do que usar o menu de manipulação de janelas). janelas minimizadas podem ser trazidas de volta com um simples carregar na barra de tarefas. </para>
-<para
->No extremo esquerdo da barra de título (com a decoração base da janela) está um botão para fechar a janela.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-
-<para
->Para mover uma janela, coloque o cursor na barra de título e pressione o botão &LMB; do rato. Sem deixar de pressionar o botão do rato, mova a janela para a localização da sua escolha, e então liberte o botão do rato. Se quiser redimensionar a janela, mova o cursor do rato para a fronteira da janela que deseja mudar. Assim que tiver chegado ao local desejado, o cursor irá mudar de uma seta para uma seta com um parêntesis. Carregue no botão &LMB; do rato e arraste o lado em questão para a localização que pretende, e então liberte o botão. Note que pode arrastar lados ou cantos (o que irá ajustar o tamanho em duas dimensões de uma vez.)</para>
-
-<para
->Utilizar a barra de menu de cada janela do &kde; é simples. Basta carregar no que deseja fazer, e será feito.</para>
-
-<para
->Por debaixo da barra de menu, existe um conjunto de símbolos de ferramentas que pode usar para executar comandos. Sempre que se deslocar sobre eles, uma figura activa será realçada. Mas a barra de menu pode fazer ainda mais por si. Reparou na barra realçada na esquerda do menu e nas barras de menu? largue o seu botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> do rato e um menu de contexto irá aparecer, permitindo que coloque a barra de menu no <guimenuitem
->topo</guimenuitem
->, <guimenuitem
->esquerda</guimenuitem
->, <guimenuitem
->direita</guimenuitem
->, ou <guimenuitem
->base</guimenuitem
-> da janela. Pode também esconder a barra de menu seleccionando <guimenuitem
->Raso</guimenuitem
-></para>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->Obter Ajuda </title>
-
-<para
->A ajuda está disponível em praticamente todo o lado: Na área de trabalho, basta usar o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> do rato e escolha <menuchoice
-><guisubmenu
->Ajuda</guisubmenu
-><guimenuitem
->Manual do KDesktop</guimenuitem
-></menuchoice
->. No painel do &kde;, abra o menu de aplicações e escolha <guimenu
->Ajuda</guimenu
->. Qualquer programa do &kde; tem um menu de ajuda.</para>
-
-</sect2>
-</sect1>
-</chapter>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:("index.docbook" "book" "chapter")
-sgml-exposed-tags:nil
-sgml-local-catalogs:nil
-sgml-local-ecat-files:nil
-End:
--->
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/getting-started.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/getting-started.docbook
deleted file mode 100644
index 28024b3724..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/getting-started.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,569 +0,0 @@
-<chapter id="getting-started">
-<title
->Começar </title>
-
-<epigraph>
-<attribution
->Ajuda para um dos desafios mais difíceis no jogo <quote
->The 7th Guest</quote
-></attribution>
-<para
->Usando só o que vê, consegue ir de A para B?</para>
-</epigraph>
-
-<para
->Até agora, pode pensar que o &kde; é pouco mais do que outro gestor de janelas. Descanse, e leia este capítulo, para que façamos a apresentação a si de algumas das funcionalidades que lhe farão ver que o &kde; é muito mais do que um gestor de janelas &mdash; é um ambiente poderoso e completo.</para>
-
-<sect1 id="editing-files">
-<title
->Editar Ficheiros </title>
-
-<para
->Como você não tem só aplicações &kde; instaladas no seu sistema, provavelmente sabe a confusão que é editar ficheiros de configuração em estilo <abbrev
->ASCII</abbrev
->. Mas de facto, existem muitos outros tipos de ficheiros que precisam de ser editados desta forma. Por exemplo, o código original em &XML; para este guia foi escrito no estilo <abbrev
->ASCII</abbrev
->, bem como o código-fonte para os próprios programas do &kde;. Iremos agora mostrar como pode usar o &kwrite; no &kde; para editar ficheiros <abbrev
->ASCII</abbrev
-> sozinho. </para>
-
-<sect2 id="the-filemanager-screen">
-<title
->Abrir uma Janela Contendo a Sua Pasta Pessoal </title>
-
-<para
->Pressione o &ticon; e escolha <guimenuitem
->A Minha Área</guimenuitem
->. Uma janela que mostra a sua pasta pessoal irá aparecer. Para ver uma lista mais detalhada dos ficheiros na sua pasta pessoal, seleccione a opção <guimenuitem
->Mostrar os Ficheiros Escondidos</guimenuitem
-> no menu <guimenu
->Ver</guimenu
->.</para>
-
-<para
->No lado esquerdo da janela, uma vista da árvore da sua estrutura do sistema de ficheiros deverá aparecer, incluindo qualquer <quote
->ficheiro escondido</quote
-> &ndash; ficheiros ou pastas começados por um ponto. </para>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->O Ecrã do Gestor de Ficheiros </title>
-
-<para
->Tentamos fazer o Gestor de Ficheiros o mais fácil possível de usar, e se conhece outros gestores de janelas (incluindo aqueles que estão incorporados em outros Sistemas Operativos) com gestão de ficheiros integrada, muitos dos conceitos seguintes deverão ser-lhe familiares.</para>
-
-<para
->No topo, existe um menu <guimenu
->Localização</guimenu
-> que contém funções para abrir r fechar janelas do gestor de ficheiros. Pode também imprimir o conteúdo actual.</para>
-
-<note
-><para
->Quer visitar a Internet? Basta escolher <menuchoice
-><guimenu
->Localização</guimenu
-><guimenuitem
->Abrir Localização</guimenuitem
-></menuchoice
-> (ou carregar <keycombo
-><keycap
->Ctrl</keycap
-><keycap
->O</keycap
-></keycombo
->) e escrever um &URL;.</para>
-
-<para
->A forma mais simples é, todavia, escrever simplesmente o endereço para o qual quer ir na barra de localização.</para>
-
-<para
->Por exemplo, se quiser visitar a página principal do &kde;, escreva <userinput
->http://www.kde.org</userinput
->. Pode também transferir rapidamente ficheiros via &FTP; usando este método. O &kde; está "Preparado para a Internet", o que significa que pode gravar e descarregar ficheiros não só no seu disco local, mas também em servidores &FTP; e noutros servidores remotos nos quais tenha permissões de escrita. Enquanto que outros sistemas operativos e áreas de trabalho fazem distinção entre sistemas de ficheiros locais e remotos, o &kde; não faz.</para>
-</note>
-
-<para
->O menu <guimenu
->Editar</guimenu
-> disponibiliza funções para seleccionar, copiar e mover ficheiros. Iremos usa-las mais tarde. Tendo já usado o menu <guimenu
->Ver</guimenu
->, provavelmente viu que pode visualizar o conteúdo de várias maneiras. Brinque um pouco e veja o que acontece.</para>
-
-<para
->Irá com certeza descobrir que os <guimenu
->Favoritos</guimenu
-> são extremamente úteis: Agora pode lembrar-se de praticamente qualquer ligação, seja na máquina local ou algures na Internet. A transparência na rede do &kde; funciona de ambas as formas, para que permita ao utilizador tratar os ficheiros e as pastas do seu disco rígido como se fossem favoritos da Internet.</para>
-
-<para
->O menu <guimenu
->Ferramentas</guimenu
-> ajuda a descobrir os afamados ficheiros-que-pus-num-sítio-que-não-me-lembro.</para>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->Navegar Através de Pastas </title>
-
-<para
->Iremos pegar agora num dos seus ficheiros de configuração e editá-lo. Primeiro, precisamos de mudar de pasta no Gestor de Ficheiros.</para>
-
-<para
->O &konqueror; iniciou-se com a sua pasta pessoal como o topo da <quote
->árvore</quote
->. Para os objectivos do dia-a-dia, é aqui que irá estar a trabalhar mais vezes, por isso é uma opção prática. Porém, algumas das vezes poderá querer ter uma ideia mais global, por isso o resto do seu sistema de ficheiros não está muito longe de facto.</para>
-
-<para
->Pode ver imediatamente a pasta <filename class="directory"
->/</filename
->, ou seja, a pasta de <quote
->base</quote
-> de várias formas: carregando no pequeno ícone de <guiicon
->pasta</guiicon
-> ao lado da barra de navegação para mudar para uma árvore do sistema de ficheiros completo; use o botão <guiicon
->Cima</guiicon
-> na barra de ferramentas por cima para ir para o topo do sistema de ficheiros à direita, ou então pode escrever <userinput
->/</userinput
-> na barra de localização.</para>
-
-<para
->Com o objectivo de seguir este guia, carregue no pequeno ícone da pasta azul na área de navegação, de modo a que esta área mude para uma vista completa do sistema de ficheiros. Repare que parte da árvore está expandida, e que a sua pasta pessoal ainda se encontra seleccionada. Agora pode ver onde a sua pasta pessoal se encaixa na hierarquia completa; os ficheiros da sua pasta pessoal ainda se encontram visíveis na área à direita.</para>
-
-<para
->Desloque para baixo a vista da árvore de pastas no lado esquerdo da janela até encontrar a pasta <filename
->/etc</filename
->. Carregue duas vezes em <filename
->/etc</filename
->. Irá ver uma lista de ficheiros na janela da direita.</para>
-
-</sect2>
-
-<sect2 id="opening-a-file">
-<title
->Abrir um ficheiro </title>
-
-<para
->Alguns dos ficheiros que vê aqui fazem parte da base do seu sistema operativo, por isso para fazer modificações permanentes neles necessitam que você seja o <systemitem class="username"
->root</systemitem
-> ou o super-utilizador. Vamos praticar num ficheiro que não irá prejudicar nada se acontecer um erro, e que se chama <filename
->motd</filename
->.</para>
-
-<para
->Mova para baixo até encontrar o ficheiro <filename
->motd</filename
-> e carregue nele com o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> do rato. No <guimenu
->menu de contexto</guimenu
->, seleccione <guimenuitem
->Abrir Com</guimenuitem
->. Uma nova janela irá aparecer. Escolha o &kwrite; e 'voila'!</para>
-
-<para
->Existem várias formas de abrir um ficheiro, e esta é apenas uma delas. O &kwrite; é um editor com uma interface simples e talvez familiar. Também podia ter navegado pela pequena árvore na janela para a secção <guilabel
->Editores</guilabel
->, e ter escolhido outro editor, ou simplesmente ter feito duplo-click no ficheiro para o abrir no editor por omissão.</para>
-
-<para
->Entretanto, tem o ficheiro <filename
->/etc/motd</filename
-> aberto no &kwrite; e pronto para fazer algumas alterações.</para>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->O Ecrã de Edição </title>
-
-<para
->Quanto mais trabalhar com o &kde;, mais irá sentir que a maioria dos ecrãs e aplicações têm um aspecto semelhante. O menu <guimenu
->Ficheiro</guimenu
-> do &kwrite; é um bom exemplo disto. Quase todos os programas do &kde; têm o mesmo menu, permitindo criar novos ficheiros, abrir ficheiros existentes no seu sistema de ficheiros local ou (brevemente) mesmo da rede, guarda-los (brevemente mesmo na rede!), imprimi-los ou envia-los a alguém por correio.</para>
-
-<para
->O menu <guimenu
->Editar</guimenu
-> também pode ser encontrado em muitas aplicações KDE, permitindo que se faça a selecção e cópia informação entre programas. Pode também procurar e substituir texto. Usando o Menu <guimenu
->Configuração</guimenu
->, pode personalizar o editor de muitos e diferentes modos. Por exemplo, pode aumentar o tamanho do tipo de letra para melhor se adequar à resolução do seu monitor -- e aos seus olhos. Claro que, como em qualquer outra aplicação do &kde;, pode encontrar o Menu <guimenu
->Ajuda</guimenu
->, oferecendo ajuda no momento em que precisa dela. </para>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->Usar o Editor </title>
-
-<para
->Muitos ficheiros <filename
->motd</filename
-> têm coisas inúteis tais como <quote
->Não se esqueça de fazer cópias de segurança dos seus dados</quote
-> ou <quote
->não chateie o gestor do sistema</quote
->. Aborrecido. Vamos mudar o texto de modo que os utilizadores quando se liguem ao sistema tenham a informação realmente importante. Pode navegar através do texto usando as teclas das setas, e marcar secções do texto com <keycombo
-><keycap
->Shift</keycap
-> <keycap
->Setas</keycap
-> </keycombo
->ou usando o rato com o botão <mousebutton
->esquerdo</mousebutton
-> pressionado. Use o Menu <guimenu
->Editar</guimenu
-> para cortar e colar texto. Escreva o que quiser, ou use o seguinte (óptimo) exemplo: </para>
-
-<screen
-><userinput
->Bem-vindo!
-
-Esta máquina tem neste momento o KDE instalado, fornecendo-lhe uma
-interface espectacular, fácil de usar e um aspecto gráfico consistente
-para todas as suas aplicações. Para mais informações em como ter o KDE a
-correr na sua conta, por favor envie um email ao administrador.</userinput
-></screen>
-
-</sect2>
-
-<sect2 id="saving-files">
-<title
->Guardar o Seu Trabalho </title>
-
-<para
->Agora que alterou o ficheiro <filename
->motd</filename
->, está na altura de o gravar, tornando as alterações efectivas. Para o fazer, tanto pode usar o menu <guimenu
->Ficheiro</guimenu
-> ou o ícone <guiicon
->Gravar</guiicon
-> na barra de ferramentas.</para>
-
-<para
->Nesta altura, cai na realidade. Necessita de ter permissões de <systemitem class="username"
->root</systemitem
-> para gravar as alterações no ficheiro. O &kde; resolve isto pedindo a si a senha de <systemitem class="username"
->root</systemitem
->.</para>
-
-<para
->Provavelmente não irá querer gravar este ficheiro, por isso poderá carregar em <guibutton
->Cancelar</guibutton
-> na janela da senha e em <guibutton
->Cancelar</guibutton
-> de novo na janela de gravação.</para>
-
-<para
->Finalmente, acabe o seu trabalho fechando a janela do editor e gestor de janelas. Pode fazer isto carregando no botão <guibutton
->X</guibutton
-> no topo superior esquerdo da janela, usando o menu janela na barra de título, ou escolhendo <menuchoice
-><guimenu
->Ficheiro</guimenu
-> <guimenuitem
->Sair</guimenuitem
-></menuchoice
->. Simples e elegante, não é? </para>
-
-</sect2>
-
-<sect2 id="creating-new-files">
-<title
->Criar Ficheiros Novos</title>
-
-<para
->Como em tudo no &kde;, existem diversas formas de criar um novo ficheiro. Pode abrir o gestor de ficheiros, carregar com o botão <mousebutton
->direito</mousebutton
-> num espaço em branco da pasta que está a ver e escolher <menuchoice
-><guisubmenu
->Criar Novo</guisubmenu
-><guisubmenu
->Ficheiro</guisubmenu
-><guimenuitem
->Ficheiro de Texto...</guimenuitem
-></menuchoice
->. Irá aparecer um novo ficheiro em branco, o qual poderá ser aberto como se fosse um outro qualquer. Pode até fazê-lo no próprio ecrã.</para>
-
-<para
->Na maior parte dos casos, já se encontra numa aplicação e quer iniciar um novo ficheiro. A maioria das aplicações do &kde; têm uma opção do menu <menuchoice
-><guimenu
->Ficheiro</guimenu
-><guimenuitem
->Novo</guimenuitem
-></menuchoice
->, acompanhado de um ícone para o complementar. Aparecerá então um novo documento em branco no qual poderá começar a trabalhar.</para>
-
-<para
->Qualquer uma destas abordagens tem vantagens, por isso utilize a que lhe é mais prática na altura.</para>
-
-</sect2>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="moving-files-with-drag-and-drop">
-<title
->Mover Ficheiros com Arrastar e Largar </title>
-
-<para
->Como viu nas secções anteriores, trabalhar com ficheiros é tão fácil como 1-2-3. No entanto, quando quer copiar e mover ficheiros, o processo de copiar-e-colar pode ser um pouco aborrecido. Não se preocupe &ndash; uma função chamada <quote
->arrastar e largar</quote
-> permite copiar e mover ficheiros fácil e rapidamente. </para>
-
-<sect2>
-<title
->Abrir Duas Janelas Do Gestor de Ficheiros </title>
-
-<para
->Antes de começar, vai precisar de abrir duas janelas do gestor de ficheiros. A maneira mais simples de o fazer é carregar com o botão central do rato no extremo direito da barra de ícones. Se não vir a árvore de ficheiros na nova janela, active-a (<menuchoice
-><guimenu
->Janela</guimenu
-><guimenuitem
->Painel de Navegação</guimenuitem
-> </menuchoice
->).</para>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->Arrastar um Ficheiro de Uma Janela Para Outra </title>
-
-<para
->Na primeira janela, abra a directoria <filename
->/etc</filename
-> e percorra-a até encontrar o ficheiro <filename
->motd</filename
-> que modificamos na secção anterior.</para>
-
-<para
->Na segunda janela, abra a sua pasta pessoal.</para>
-
-<para
->Carregue no ficheiro <filename
->motd</filename
->. Continue a pressionar o botão <mousebutton
->esquerdo</mousebutton
-> do rato e arraste o seu ficheiro para a sua pasta de base. Largue o botão <mousebutton
->esquerdo</mousebutton
-> do rato (a isto chama-se <emphasis
->largar</emphasis
-> o ficheiro). Serão apresentadas três opções: <guimenuitem
->copiar</guimenuitem
->, <guimenuitem
->mover</guimenuitem
-> e <guimenuitem
->ligar</guimenuitem
->. <guimenuitem
->Ligar</guimenuitem
-> irá criar uma ligação simbólica ao ficheiro, enquanto que <guimenuitem
->copiar</guimenuitem
-> e <guimenuitem
->mover</guimenuitem
-> fazem exactamente o que dizem. Seleccione <guimenuitem
->copiar</guimenuitem
->. Deverá ter agora uma cópia do ficheiro <filename
->motd</filename
-> na sua pasta de base. </para>
-
-</sect2>
-</sect1>
-
-<sect1 id="using-command-line-and-terminals">
-<title
->Usar Terminais e Linhas de Comando </title>
-
-<para
->Até aqui, só trabalhou com as ferramentas e programas que o &kde; fornece. Sem dúvida, vai querer usar outros programas &UNIX; também. Existem duas maneiras de executa-los: A linha de comandos rápidos e o terminal.</para>
-
-<sect2>
-<title
->Linha de Comandos Rápidos </title>
-
-<para
->Pressionando <keycombo action="simul"
->&Alt; <keycap
->F2</keycap
-></keycombo
-> surge uma pequena janela onde pode escrever um comando a executar. Por favor note que não verá nenhum texto gerado por um programa executado desta forma! Este método só é recomendado para iniciar programas para o &X-Window; ou para executar ferramentas onde não precisa de ver ou escrever nada. Para outros programas, precisa ainda de usar o terminal.</para>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->O Emulador de Terminal do &UNIX; </title>
-
-<para
->Começando no menu de aplicações, escolha <menuchoice
-><guisubmenu
->Sistema</guisubmenu
-><guimenuitem
->Terminal</guimenuitem
-> </menuchoice
->. Uma janela de terminal será aberta. Aqui pode usar os comandos normais do ambiente &UNIX;: <command
->ls</command
->, <command
->cat</command
->, <command
->less</command
->, e por diante. Usando o menu <guimenu
->Configuração</guimenu
->, pode personalizar o emulador de terminal para responder às suas necessidades. </para>
-
-</sect2>
-</sect1>
-
-<sect1 id="finding-your-lost-files">
-<title
->Descobrir os Seus Ficheiros Perdidos </title>
-
-<para
->Toda a gente encontrou de certeza o seguinte problema: Inicia o <command
->ftp</command
->, liga-se a um óptimo sítio como o ftp.kde.org e começa a descarregar ficheiros. É já bastante tarde e desliga o seu computador depois de completar a transferência. Na manhã seguinte, está ao teclado outra vez, e começa a perguntar-se em que pasta colocou os ficheiros que descarregou recentemente. Usar o utilitário &kfind; do &kde; faz com que encontrar esses ficheiros perdidos seja um instante.</para>
-
-<sect2>
-<title
->Iniciar o &kfind;</title>
-
-<para
->Iniciar o &kfind; é simples: Escolha <guimenuitem
->Encontrar Ficheiros</guimenuitem
-> no &kmenu;. O &kfind; usa um tipo de interface que provavelmente ainda não conhece: páginas ou secções. Quando o &kfind; começa, vê que <guilabel
->Nome &amp; Localização</guilabel
-> está seleccionado. Quando carrega em <guilabel
->Intervalo de Datas</guilabel
->, o conteúdo do registo muda. Como nunca executou uma pesquisa antes, muitos dos ícones na barra de ferramentas e muitas das entradas no menu estão inactivas. Iremos mudar isso agora.</para>
-
-</sect2>
-
-<sect2>
-<title
->Descobrir um Ficheiro Conhecendo Partes do Seu Nome </title>
-
-<para
->Desde que saiba uma parte do nome do ficheiro, procurá-lo é fácil. Seleccione a barra <guilabel
->Nome/Localização</guilabel
->, e escreva o nome do ficheiro. Os caracteres genéricos podem ser usados conforme a necessidade. Como teste, escreva <userinput
->*.tar.gz</userinput
->. Por omissão, a procura faz-se desde a sua pasta de base, mas pode seleccionar outra pasta inicial que desejar carregando em <guilabel
->Veja em</guilabel
-> ou <guibutton
->Escolher...</guibutton
->. Para começar a pesquisa, carregue no ícone (que parece uma lupa sobre uma folha de papel) na esquerda da barra de ferramentas. Depois de alguns momentos, uma lista de ficheiros irá aparecer na janela de resultados da pesquisa. Se não aparecerem, começou a pesquisa na pasta errada, fez um erro de ortografia no campo do nome, ou nenhum ficheiro terminado com uma extensão <filename
->.tar.gz</filename
-> está presente na sua máquina.</para>
-
-</sect2>
-
-<sect2 id="finding-with-complex-criteria">
-<title
->Encontrar um Ficheiro com um Critério Mais Complexo </title>
-
-<para
->Existem muitas categorias que pode usar para fazer a sua pesquisa mais precisa. <emphasis
->Quanto mais souber sobre o ficheiro, melhores serão as suas hipóteses de encontrá-lo</emphasis
->.</para>
-
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Gama de Datas</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->Aqui, pode especificar que quer somente ver ficheiros que foram tocados a última vez num dado período de tempo. Pode também especificar que só quer ver ficheiros que foram tocados desde um um número de meses ou dias atrás.</para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Tipo de Ficheiro</guilabel
-> na página <guilabel
->Conteúdo</guilabel
->.</term>
-<listitem
-><para
->Se sabe que o ficheiro é de um tipo especial (<abbrev
->por ex.</abbrev
->, um arquivo tar/gzip ou uma imagem jpeg), pode dizer ao &kfind; para procurar somente este tipo de ficheiro.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->Contendo texto</guilabel
-> na barra <guilabel
->Avançado</guilabel
-></term>
-<listitem>
-<para
->Pode indicar texto que o ficheiro contenha. </para>
-</listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><guilabel
->O tamanho é</guilabel
->, na página <guilabel
->Propriedades</guilabel
-></term>
-<listitem
-><para
->Se souber o tamanho do ficheiro, pode também limitar a pesquisa nesse aspecto. </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-
-<para
->&kfind; tem muitas mais opções para refinar pesquisas, explore-as todas!</para>
-
-</sect2>
-</sect1>
-
-<sect1 id="using-multiple-desktops">
-<title
->Usar Várias Áreas de Trabalho </title>
-
-<para
->Usar várias áreas de trabalho ajuda a organizar o seu trabalho. Pode colocar os seus programas em diferentes áreas de trabalho, e nomear as áreas de trabalho de modo que saiba o que faz lá. Isto aumenta e optimiza a sua área de trabalho. Isto também o ajuda quando estiver a navegar a rede em vez de fazer o seu trabalho e o seu chefe entrar. Mas, claro, isto será raramente &ndash; pelo menos no trabalho onde você trabalha ;). </para>
-
-<para
->Pode mudar entre áreas de trabalho carregando nos botões das áreas de trabalho no &kicker;. Se os quiser renomear, pode carregar duplamente neles. </para>
-
-<para
->Pode usar janelas em várias áreas de trabalho. Se quiser ter uma janela presente em todo lado, carregue no botão persistente no topo esquerdo da janela. Para enviar uma janela para outra área de trabalho, carregue na barra de título com o botão direito do rato, escolha <guimenuitem
->Para o ecrã</guimenuitem
->, e seleccione a área onde quer colocar a janela. </para>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="quitting-kde">
-<title
->Sair do &kde;</title>
-
-<para
->Para deixar de trabalhar com o &kde;, pode usar a entrada <guimenuitem
->Desligar</guimenuitem
-> no &kmenu;. Será-lhe perguntado se quer mesmo sair do &kde;. Sair irá fechar todas as janelas e voltará à consola ou ao gestor de visualização. Para informação sobre como os programas podem guardar o seu trabalho durante o desligar, por favor leia <link linkend="kde-logout"
->as notas de como desligar.</link
-> </para>
-
-</sect1>
-</chapter>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:("index.docbook" "book" "chapter")
-End:
---> \ No newline at end of file
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/history.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/history.docbook
deleted file mode 100644
index 5981cee1b0..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/history.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,192 +0,0 @@
-<chapter id="history">
-<title
->Uma Breve Visita Guiada à História do &kde;</title>
-
-<epigraph>
-<attribution
->O <abbrev
->CEO</abbrev
-> de uma grande empresa de oftware, no início da década de 80...</attribution
->
-<para
->640kB devem ser suficientes para toda a gente </para>
-</epigraph>
-
-<sect1 id="before-kde">
-<title
->Antes do &kde;</title>
-
-<para
->Desde os princípios do desenvolvimento do &UNIX;, existe um grande problema: Existem núcleos estáveis, e bom, poderoso software. Infelizmente, somente uma pequena parte das pessoas podiam usar o &UNIX;, porque era escrito principalmente para os estudantes e profissionais que tivessem estudado o sistema durante muito tempo. Por exemplo, o método normal de ler as notícias da USENET era:</para>
-
-<screen
-><userinput
-><command
->find</command
-> <filename
->/var/spool/news</filename
-> <parameter
->-name '[0-9]*' -exec cat {} \;</parameter
-> | <command
->more</command
-></userinput
->
-</screen>
-
-<para
->Ainda que rápido e relativamente eficiente, não se podia dizer que fosse amigável. Actualmente, existem disponíveis muitos e bons interfaces disponíveis, como o <application
->tin</application
-> e o &knode;, que possibilitam a facilidade de uso, interfaces gráficas de utilizador intuitivas (<acronym
->GUI</acronym
->s). Infelizmente, aos <acronym
->GUI</acronym
->s falta-lhes um aspecto comum. Bibliotecas comerciais para programadores como o <application
->Motif</application
-> prometem uma solução para isto, mas essas bibliotecas continuam a ser demasiado caras e demasiado lentas. </para>
-
-<para
->A configuração de programas é também muitas vezes difícil. Enquanto que compilar é normalmente feito com linhas de comando do tipo <userinput
-><command
->./configure</command
-> &amp;&amp; <command
->make</command
-> &amp;&amp; <command
->make <option
->install</option
-></command
-></userinput
-> somente um punhado de programas pode ser configurado com menus e scripts. Em muitos casos, você mesmo deve editar ficheiros de texto de configuração. Muitas vezes acontece uma frase mal colocada estraga todo o ficheiro, obrigando-o a reiniciar o processo de configuração. Sempre que precise de mudar as suas características ou reconfigurar um programa, toda a confusão surge outra vez.</para>
-
-<para
->Tudo isto contribui para o facto do &Linux; e outros &UNIX;'s não alcançarem uma tão vasta audiência. Ao mesmo tempo, muitas pessoas não estão satisfeitas com o seu sistema operativo actual, principalmente por causa da falta de estabilidade e produtividade desses sistemas operativos. Outras pessoas detestam comprar um computador novo de cada vez que uma nova versão do programa de que não podem dispensar sai, porque precisa de mais <acronym
->RAM</acronym
-> e mais espaço em disco. Muitas vezes a nova versão fornece novas funcionalidades de que muito poucas pessoas realmente precisam. </para>
-
-<para
-><emphasis
->O &kde; é diferente.</emphasis
-> Embora nós não tentamos substituir a shell &UNIX; padrão, estamos a trabalhar numa ferramenta que fará o &UNIX; mais fácil. Também queremos atrair mais utilizadores para o ambiente &UNIX;. Coisas simples serão mais simples e coisas complexas ainda serão possíveis. E também, uma interface única será fornecida em vez das dúzias actualmente necessárias. </para>
-
-</sect1>
-
-
-<sect1 id="what-kde-can-do-for-you">
-<title
->O Que o &kde; Pode Fazer por Si</title>
-
-<para
->O &kde; está desenhado para toda a gente.</para>
-
-<para
->Aqueles que são novos no &UNIX; ou os que não têm interesse em aprender a usar as novas tecnologia e os comandos que não encontram nos seus sistemas operativos anteriores não necessitam de enfrentar o drama da linha de comandos a menos que queiram. Mesmo assim, existe muita coisa que o &kde; oferece de valioso para os utilizadores experientes do &UNIX;, com ferramentas gráficas que tornam simples as tarefas anteriormente complicadas, tendo à mesma a linha de comandos a um click de distância.</para>
-
-<para
->Independentemente do seu nível de experiência com o &UNIX; ou com qualquer outro sistema operativo, o &kde; garante-lhe:</para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem>
-<para
->Um ambiente de trabalho agradável e fácil de utilizar.</para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Um gestor de ficheiros poderoso, fácil de usar </para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Um gestor de ficheiros poderoso e também fácil de utilizar.</para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Um configuração simples, centralizada</para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Uma lista abrangente de aplicações, de modo a que possa ser produtivo ao fim de alguns minutos depois de se ligar pela primeira vez no &kde;.</para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Uma ajuda 'online' para o apoiar em todas as situações.</para>
-</listitem>
-<listitem>
-<para
->Consistência na interface. Os menus encontram-se no mesmo local entre as várias aplicações, os atalhos de teclado comportam-se da mesma forma, os ícones da barra de ferramentas, uma vez aprendidos, funcionam sempre da mesma forma.</para>
-</listitem>
-</itemizedlist>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="background-of-kde">
-<title
->O Historial do &kde;</title>
-
-<para
->Em Outubro de 1996, o programador alemão do <application
->LyX</application
-> Matthias Ettrich iniciou o desenvolvimento do &kde; com uma notícia na USENET. Pouco depois, um grupo de programadores interessados começou a planear e programar partes do novo projecto. Um ano depois, o gestor de janelas e ficheiros, o emulador de terminal, o sistema de ajuda e a ferramenta de exibição da configuração foram lançadas para testes Alpha e Beta e provaram ser relativamente estáveis. </para>
-
-<para
->Em Julho de 1998, o &kde; 1.0 foi lançado. Era a versão estável para os próximos seis meses, enquanto que os programadores continuaram a trabalhar na melhoria do &kde; sem problemas de estabilidade. Em Janeiro de 1999, os seus melhoramentos foram consolidados e integrados para produzir o &kde; 1.1, a nova versão estável, padrão. </para>
-
-<para
->O desenvolvimento continuou a partir daí com o &kde; 2.0, uma reescrita quase completa do ambiente, sendo lançada a 23 de Outubro de 2000. A versão 2.x teve seis versões menores durante o período de um ano, trazendo cada uma mais funcionalidades e estabilidade.</para>
-
-<para
->Na altura em que isto foi escrito, o &kde; 3.2 encontra-se em preparação para ser lançado, trazendo uma grande gama de melhoramentos sobre a série 2.0. Ainda que a interface gráfica não tenha mudado tão drasticamente como aconteceu ao passar do &kde; 1 para o &kde; 2, houve muitos melhoramentos, como um sistema de impressão completamente novo, um suporte bastante melhorado de <acronym
->SSL</acronym
-> (para transacções seguras na Internet) ou o suporte completo das línguas que se escrevem da direita para a esquerda (como o Árabe ou o Hebreu) tiveram a sua oportunidade no ambiente. Poderá encontrar mais informações sobre este desenvolvimento em &kde-http;. </para>
-
-<para
->Os programadores e utilizadores interessados comunicam via várias listas de correio tal como descrito na secção <link linkend="mailing-lists"
->Listas de correio</link
->. Se quiser ajudar, por favor faça-o! Continuamos à procura de ajudantes.</para>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="getting-kde">
-<title
->Como Obter Novos Componentes</title>
-
-<para
->O 'site' Web principal do &kde; é o &kde-http;. Aqui podes encontrar toda a informação importante relacionada com o &kde;, incluindo os anúncios, correcções de erros, informações dos programadores e muito mais.</para>
-
-<para
->Para as actualizações do 'software', visita o nosso 'site' &FTP;, o &kde-ftp;, ou utiliza um 'site' alternativo se existir perto de ti. Podes encontrar uma lista actualizada dos vários 'sites' alternativos em <ulink url="http://www.kde.org/ftpmirrors.html"
->http://www.kde.org/ftpmirrors.html</ulink
->.</para>
-
-<para
->Nos servidores &FTP; a pasta <filename
->unstable</filename
-> contém sempre software muito recente, mas muitas vezes é não testado e pode nem sequer compilar. Se estiver à procura de componentes fiáveis, por favor utilize a pasta <filename
->stable</filename
->, onde colocamos versões Beta e de actualização. </para>
-
-<para
->Se estiver interessado no desenvolvimento de aplicações próprias do &kde;, deve visitar o <ulink url="http://developer.kde.org/"
->http://developer.kde.org/</ulink
-> onde irá encontrar uma boa fonte de informação, incluindo tutoriais, guias da <acronym
->API</acronym
-> das bibliotecas do &kde;, entre outras coisas. Deve também visitar o servidor da Troll Tech (<ulink url="http://www.trolltech.com/"
->http://www.trolltech.com</ulink
->) que contém uma grande quantidade de informação sobre as bibliotecas &Qt; usadas pelo KDE. Para trabalho de desenvolvimento, também é aconselhável juntar-se à <link linkend="mailing-lists"
->lista de correio dos programadores</link
->.</para>
-
-</sect1>
-
-</chapter>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:("index.docbook" "book" "chapter")
-End:
---> \ No newline at end of file
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/index.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/index.docbook
deleted file mode 100644
index 50e9fb3030..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/index.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,116 +0,0 @@
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE book PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
-"dtd/kdex.dtd" [
- <!ENTITY kappname "&kde; User's Guide">
- <!ENTITY introduction SYSTEM "intro.docbook">
- <!ENTITY history SYSTEM "history.docbook">
- <!ENTITY installation SYSTEM "installation.docbook">
- <!ENTITY first-impressions SYSTEM "first-impressions.docbook">
- <!ENTITY getstarted SYSTEM "getting-started.docbook">
- <!ENTITY about-desktop SYSTEM "about-desktop.docbook">
- <!ENTITY shortcuts SYSTEM "shortcuts.docbook">
- <!ENTITY ug-faq SYSTEM "ug-faq.docbook">
- <!ENTITY more-help SYSTEM "more-help.docbook">
- <!ENTITY staff SYSTEM "staff.docbook">
- <!ENTITY notices-and-trademarks SYSTEM "notices-trademarks.docbook">
- <!ENTITY % addindex "IGNORE">
- <!ENTITY % Portuguese "INCLUDE"
-> <!-- change language only here -->
-]>
-
-<book lang="&language;">
-<bookinfo>
-<title
->K Desktop Environment</title>
-<authorgroup>
-<author>
-<surname
->A Equipa do KDE</surname>
-</author>
-<othercredit role="translator"
-><firstname
->Pedro</firstname
-><surname
->Medas</surname
-><affiliation
-><address
-><email
->pmedas@aeiou.pt</email
-></address
-></affiliation
-><contrib
->Tradução</contrib
-></othercredit
->
-</authorgroup>
-
-<date
->2003-10-19</date>
-<releaseinfo
->3.2</releaseinfo>
-
-<copyright>
-<year
->2000</year
-><year
->2001</year
-><year
->2002</year
-><year
->2003</year>
-<holder
->A Equipa do KDE</holder>
-</copyright>
-
-<legalnotice
->&GPLNotice;</legalnotice>
-
-<!-- Please note: This is NOT the final KDE Users Guide, which is not complete.
-This is a quick rewrite of the KDE 1.1x user guide, because it was badly out of
-date, and so that KDE wasn't released without a users guide entirely. -->
-
-<abstract
-><para
->Este é o Guia do Utilizador do &kde;, a documentação completa do Ambiente de Trabalho KDE, do ponto de vista do utilizador. O Ambiente de Trabalho KDE é uma colecção de ferramentas que farão a sua vida com o &UNIX; mais fácil e agradável. </para
-></abstract>
-
-<keywordset>
-<keyword
->KDE</keyword>
-<keyword
->utilizador</keyword>
-<keyword
->guia</keyword>
-</keywordset>
-</bookinfo>
-
-&introduction;
-&history;
-<!-- &installation; -->
-&first-impressions;
-&getstarted;
-&about-desktop;
-&shortcuts;
-&ug-faq;
-&more-help;
-&staff;
-&notices-and-trademarks;
-</book>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:nil
-sgml-exposed-tags:nil
-sgml-local-catalogs:nil
-sgml-local-ecat-files:nil
-End:
--->
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/installation.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/installation.docbook
deleted file mode 100644
index 8d0be84be9..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/installation.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,731 +0,0 @@
-<chapter id="installation">
-<title
->Instalação </title>
-
-<epigraph>
-<attribution
->Linus Torvalds, depois de ter encontrado um dos seus sistemas de ficheiros destruídos por um novo kernel experimental</attribution>
-<para
->Fscks que estoiram têm tendência a fazer-me ficar nervoso</para>
-</epigraph>
-
-<para
->Não se preocupe! Embora o uso de algum software Beta possa causar alguma aflição, não é normal que a instalação do KDE destrua o seu disco rígido. De facto, este capítulo é planeado para guia-lo através do processo de instalação de modo que possa dar uma olhada o mais rápida possível à sua nova área de trabalho (e sem muita aflição). Como em todas as instalações de um novo Gestor de Janelas, é aconselhável fazer cópias de segurança dos ficheiros de configuração específicos do X11 antes de começar a instalação. Se não sabe a localização exacta deles, tente todos os ficheiros escondidos (<filename
->.*</filename
->) na sua pasta pessoal e na pasta <filename
->/usr/X11/lib/X11/xdm</filename
->. </para
->
-
-<sect1 id="requirements">
-<title
->Requisitos </title>
-
-<para
->Antes de instalar o KDE, certifique-se que o seu sistema preenche os seguintes requisitos: </para>
-
-<itemizedlist>
-
-<listitem
-><para
->Um sistema UNIX compatível POSIX. Nos UNIXs que se sabe trabalharem com o KDE estão o: Linux, FreeBSD, Solaris, HP-UX, e MkLinux. Estamos a trabalhar para tornar o KDE disponível brevemente em mais plataformas. </para
-></listitem>
-
-<listitem
-><para
->Algum espaço livre na partição do disco duro onde <filename
->/opt/kde</filename
-> vai ser criado. Recomendamos que você reserve cerca de 50MB se o seu sistema suporte bibliotecas partilhadas, e consideravelmente mais se não. Se precisar ou quiser construir o KDE desde a árvore de fontes, por favor lembre-se de reservar cerca de 100MB em <filename
->/usr/src</filename
->.</para
-></listitem>
-
-<listitem
-><para
->Um sistema X11 a correr com ou sem <application
->xdm</application
->. Se ainda não instalou o Sistema de Janelas X, primeiro verifique o seu modo de instalação do UNIX para uma versão instalável. Se não conseguir encontrar nenhuma versão que trabalhe, visite <ulink url="http://www.xfree86.org"
->O sítio na rede do XFree86</ulink
-> para mais informação em como obter e instalar o Sistema de Janelas X, ou contacte o seu vendedor de apoio UNIX. </para
-></listitem>
-
-<listitem
-><para
->As bibliotecas Qt, versão 3.2 ou superior. Pode obtê-las no <ulink url="ftp://ftp.trolltech.com/qt"
->Servidor FTP da Troll Tech</ulink
-> em formato tgz. </para>
-</listitem>
-</itemizedlist>
-
-<warning
-><para
->Um aviso antes de começar: Antes de actualizar a sua versão anterior do &kde;, recomendamos que faça o seguinte:</para>
-
-<screen
-><command
->cd <filename
->/opt/kde</filename
-></command
->
-<command
->tar <option
->cfvz <replaceable
->~/KDE-old-version-backup.tar.gz</replaceable
-> * </option
-></command
->
-</screen>
-</warning>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="linux-installing-rpms">
-<title
->Linux: Instalar RPMs para o RedHat, Caldera e SuSE.</title>
-
-<para
->O uso de RPMs é a maneira mais fácil de instalar o KDE. Basta visitar o seu 'mirror' favorito do KDE e aceder à pasta <filename
->/pub/kde/stable/distribution/rpm</filename
->. Aí, pode ver pastas para diferentes sistemas operativos. Actualmente, as arquitecturas i386, alpha e sparc são suportadas. Os pacotes RPM podem também ser encontrados em servidores com ficheiros da Red Hat, como o sunsite.unc.edu ou ftp.redhat.com. </para>
-
-<para
->O sistema básico consiste dos ficheiros <filename
->kde-<replaceable
->componente</replaceable
->.<replaceable
->arquitectura</replaceable
->.rpm</filename
-> Precisa pelo menos do tdesupport, do tdelibs e do tdebase. Depois de obter a instalação básica, sinta-se à vontade para descarregar quaisquer outros RPMs que pense virem a dar jeito. </para>
-
-<para
->A seguir, começar a instalar com o pacote básico. Se está a instalar o KDE pela primeira vez, use </para>
-
-<screen
-><userinput
-><command
->rpm</command
-> <option
->-i</option
-> <filename
->tdesupport.arch.rpm</filename
-></userinput>
-<userinput
-><command
->rpm</command
-> <option
->-i</option
-> <filename
->tdelibs.arch.rpm</filename
-></userinput>
-<userinput
-><command
->rpm</command
-> <option
->-i</option
-> <filename
->tdebase.arch.rpm</filename
-></userinput
->
-</screen>
-
-<important
-><para
->É importante que estes componentes sejam instalados na ordem indicada, e que sejam instalados antes de qualquer outro componente do KDE.</para
-></important>
-
-<para
->Se está a actualizar uma versão anterior, tente <screen
-><userinput
-><command
->rpm</command
-> <option
->-Uvh</option
-> <filename
->kde-<replaceable
->componente</replaceable
->.<replaceable
->arch</replaceable
->.rpm</filename
-></userinput
->
-</screen>
-</para>
-
-<para
->Mais uma vez, a ordem dada acima deve ser mantida, e estes componentes instalados antes de qualquer outros componentes do KDE.</para>
-
-<para
->Isto irá desempacotar a distribuição básica e instala-la por padrão em <filename
->/opt/kde</filename
->.</para>
-
-<para
->Se a instalação dos pacotes básicos for concluída com sucesso, pode instalar os pacotes restantes (use <option
->-Uvh</option
-> em vez de <option
->-i</option
-> mais uma vez para actualizar uma versão existente) da mesma maneira. </para>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="installing-debian">
-<title
->Linux: instalar <acronym
->DEB</acronym
->s para o debian</title>
-
-<para
->A instalação num sistema Debian é também bastante directa. Só irá encontrar pacotes KDE 2.0 para o Debian 2.2 (Potato) e 3.0 (Woody). Descreve-se aqui como instalar pacotes para o Debian 2.2., a versão estável, já que o Debian 3.0 está ainda em desenvolvimento. No entanto, a instalação de ambas as versões é quase idêntica. A maior diferença é o KDE ser oficialmente incluído no Debian 3.0 e não precisa de indicar nenhum local especial para encontrar os pacotes deb para o KDE.</para>
-
-<para
->O primeiro passo é dizer ao seu sistema onde pode encontrar os pacotes deb para o KDE. Uma lista de locais para os pacotes Debian é mantida no seu disco duro em <filename
->/etc/apt/sources.list</filename
->. Deve acrescentar a esse ficheiro a seguinte linha: <userinput
->http://kde.tdyc.com/ stable kde2</userinput
-></para>
-
-
-<para
->Em seguida tem que actualizar a sua base de dados local de pacotes para que o seu sistema saiba que existem novos pacotes disponíveis. Escreva o seguinte comando:</para>
-
-<screen
-><userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->update</option
-></userinput
->
-</screen>
-
-<para
->Finalmente deve instalar os componentes básicos do KDE. Isto é feito escrevendo:</para>
-
-<screen
-><userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install tdebase</option
-></userinput
->
-</screen>
-
-<para
->Se quiser instalar outros componentes de tentar algumas, ou todas estas opções:</para>
-
-<screen
-><userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdenetwork</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdeadmin</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdetoys</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdeutils</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdemultimedia</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdegraphics</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdepim</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdegames</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-koffice</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install tdebase-docs</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install tdm</option
-></userinput
->
-</screen>
-
-<para
->Pode também estar interessado em instalar apoio para sua língua.</para>
-
-<screen
-><userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install
-tde-i18n-<replaceable
->xx</replaceable
-></option
-></userinput
->
- </screen>
-<para
->onde <replaceable
->xx</replaceable
-> tem de ser substituído pelo código do país.</para>
-
-<para
->Os ficheiros de controle de algumas aplicações do KDE irão ser colocados em <filename class="directory"
->/etc/kde2</filename
->, os executáveis irão para <filename class="directory"
->/usr/bin</filename
-> e a maioria dos ficheiros auxiliares para <filename class="directory"
->/usr/share</filename
-> sob diferentes pastas. </para>
-
-<para
->Se está a actualizar uma versão anterior do KDE deve realizar os seguintes passos. Primeiro, actualize o ficheiro <filename
->/etc/apt/sources.list</filename
-> mudando a linha com a localização dos pacotes KDE com a linha: <userinput
->http://kde.tdyc.com/ stable kde2</userinput
->. Segundo actualize a sua base de dados de pacotes:</para>
-
-<screen
-><userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->update</option
-></userinput
->
-</screen>
-
-<para
->Finalmente instale o sistema básico do KDE:</para>
-
-<screen
-><userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install tdebase</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->dist-upgrade</option
-></userinput
->
-</screen>
-
-<para
->Se quiser instalar mais componentes do KDE tente algumas, ou todas estas opções.</para>
-
-<screen
-><userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdenetwork</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdeadmin</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdetoys</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdeutils</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdemultimedia</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdegraphics</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdepim</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-tdegames</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install task-koffice</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install tdebase-docs</option
-></userinput>
-<userinput
-><command
->apt-get</command
-> <option
->install tdm</option
-></userinput
->
-</screen>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="source-distribution">
-<title
->Utilizar o Código Fonte para Instalar em Cima de Outros Sistemas </title>
-
-<para
->Se a sua distribuição Linux não veio com um ficheiro no formato RPM ou DEB, ou não está sequer a usar o Linux, deve compilar o KDE você mesmo. No futuro, estamos a planear em fornecer uma distribuição binária que inclua os seus próprios programas de instalação. </para>
-
-<para
->De forma a compilar e instalar o KDE correctamente, deve ter os seguintes elementos instalados no seu disco duro: </para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
->Um compilador ANSI-C, <abbrev
->por ex.</abbrev
-> o compilador <abbrev
->GNU</abbrev
-> C. </para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Um compilador ANSI-C, <abbrev
->por ex.</abbrev
-> o compilador <abbrev
->GNU</abbrev
-> C. </para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->O utilitário <application
->make</application
->. </para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Qt versão de desenvolvimento 2.2 ou superior.</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->A versão de desenvolvimento do X11 (os ficheiros include estão muitas vezes em falta) </para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-
-<para
->Assim que tiver todas as aplicações de ajuda necessárias, vá ao seu espelho KDE favorito e obtenha os seguintes ficheiros da pasta <filename
->/pub/kde/stable/<replaceable
->versão mais recente</replaceable
-></filename
->:</para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
-><filename
->tdesupport-<replaceable
->versão</replaceable
->.tar.gz</filename
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><filename
->tdelibs-<replaceable
->version</replaceable
->.tar.gz</filename>
-</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><filename
->tdebase-<replaceable
->version</replaceable
->.tar.gz</filename
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->qualquer outro pacote que deseje instalar. Aconselhamos a obter pelo menos o tdeutils. </para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-
-<para
->Em todos os casos acima, <replaceable
->versão</replaceable
-> aparece em vez do número da actual versão. Assim que tiver descarregado todos os ficheiros necessários, coloque esses ficheiros em <filename
->/usr/src</filename
->. Este processo deve ter a seguinte estrutura de pastas:</para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
-><filename
->/usr/src/tdesupport</filename
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><filename
->/usr/src/tdelibs</filename
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><filename
->/usr/src/tdebase</filename
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
-><filename
->/usr/src/...</filename
-> (todos os outros pacotes)</para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-
-<para
->Tenha a certeza querem permissão de escrita para <filename
->/opt/kde</filename
->.</para>
-
-<para
->A seguir deve compilar e instalar os pacotes usando o seguinte: </para>
-
-<procedure>
-<step
-><para
-><command
->cd</command
-> para o pasta do pacote que quer instalar (veja acima)</para
-></step>
-<step
-><para
-><command
->./configure</command
-> (com as opções que quer aplicar)</para
-></step>
-<step
-><para
-><command
->make</command
-></para
-></step>
-<step
-><para
-><command
->make install</command
-></para
-></step>
-</procedure>
-
-<para
->Use os passos acima a todo o pacote que queira instalar.</para>
-
-<note
-><para
->Estas instruções podem ser usadas para quase todos os pacotes de fontes disponíveis, não só pacotes KDE. </para
-></note>
-
-<para
->Todos o 'scripts' de configuração têm várias opções disponíveis. Algumas são comuns entre pacotes enquanto que outras são específicas a um pacote em particular. O seguinte é parte do resultado de <command
->configure <option
->--help</option
-></command
-> em tdelibs:</para>
-
-<screen
-><computeroutput>
- Installation directories:
- --prefix=PREFIX install architecture-independent files in PREFIX
- [/usr/local/kde-cvs]
-...
-Optional Features:
- --disable-FEATURE do not include FEATURE (same as --enable-FEATURE=no)
- --enable-FEATURE[=ARG] include FEATURE [ARG=yes]
- --disable-fast-perl disable fast Makefile generation (needs perl)
- --enable-debug=ARG enables debug symbols (yes|no|full) default=no
- --disable-debug disables debug output and debug symbols default=no
- --enable-strict compiles with strict compiler options (may not work!)
- --disable-warnings disables compilation with -Wall and similar
-...
-</computeroutput
->
-</screen>
-
-<para
->Várias opções não são necessárias e são só úteis para contornar problemas conhecidos (<abbrev
->por ex.</abbrev
-> <option
->--disable-FEATURE</option
->). Como algumas são opções importantes, por exemplo <emphasis
->--with-shadow</emphasis
->, deve verificar sempre as opções disponíveis.</para>
-
-<para
->Uma opção importante é <option
->--prefix</option
->. Esta opção indica o caminho onde o configure deve instalar (para o tdesupport e o tdelibs) ou onde procurar bibliotecas (para os outros pacotes). Por omissão, configure irá procurar em <filename
->/usr/local/kde</filename
->. Se quiser instalar o &kde; em <filename
->/opt/kde</filename
->, tem que usar <command
->configure <option
->--prefix /opt/kde</option
-></command
->.</para>
-
-<para
->Se instalou as bibliotecas do &Qt; num local fora do normal, por exemplo em <filename
->$HOME/src/qt</filename
->, deve usar <command
->configure <option
->--with-qt-dir=$HOME/src/qt</option
-></command
->. Por omissão o configure procura o &Qt; nos locais mais comuns antes de desistir.</para>
-
-<para
->Se tem problemas que não consegue resolver, mande uma cópia do ficheiro <filename
->config.log</filename
-> para o endereço no ficheiro <filename
->README</filename
-> do pacote em causa.</para>
-
-<para
->Deve instalar o KDE na seguinte ordem: arts, tdelibs, depois os pacotes das aplicações (por exemplo tdebase). Todos os pacotes das aplicações somente devem depender de tdelibs, para que possa compila-los ao mesmo tempo (se tiver uma máquina poderosa).</para>
-
-<para
->Se quer tirar proveito dos sistemas multiprocessamento, tente <command
->make <option
-> -j <replaceable
->Número de processadores</replaceable
-></option
-></command
-> em vez de <command
->make</command
->. </para>
-
-<sect2>
-<title
->Notas Específicas por Plataforma de Construção </title>
-
-<sect3>
-<title
->Linux </title>
-
-<para
->Para o &Linux;, a maioria dos utilitários necessários para construir o KDE podem ser encontrados ou em <ulink url="ftp://sunsite.unc.edu/pub/Linux/GCC"
->ftp://sunsite.unc.edu/pub/Linux/GCC</ulink
-> ou em <ulink url="ftp://sunsite.unc.edu/pub/GNU"
->ftp://sunsite.unc.edu/pub/GNU</ulink
->. As bibliotecas Qt podem ser encontradas em <ulink url="ftp://ftp.troll.no/pub/qt/linux"
->ftp://ftp.troll.no/pub/qt/linux</ulink
->, disponível em fontes ou formato RPM para Linux. Ambos contém instruções detalhadas de como instalá-los. Ficheiros include para os programas X11 devem estar disponíveis em <ulink url="ftp://ftp.xfree86.org"
->ftp://ftp.xfree86.org</ulink
-> na secção xdevel. </para>
-
-</sect3>
-</sect2>
-</sect1>
-
-<sect1 id="suse-install">
-<title
->Mudanças necessárias aos seus ficheiros de configuração </title>
-<para
->Depois de colocar os binários KDE nas suas pastas de destino existem alguns ajustes necessários aos seus 'scripts' de iniciação. </para>
-<para
->O procedimento seguinte foi testado no SuSE Linux 5.0 e deve ser também compatível com os outros UNIXs populares. <emphasis
->Faça sempre cópias de segurança dos ficheiros de configuração antes de alterá-los!</emphasis
-> Adicione o seguinte ao final do seu /etc/profile: </para>
-<para
->
-<screen
->export PATH=$PATH:/opt/kde/bin
-export TDEDIR=/opt/kde
-</screen>
- </para>
-<para
->Em seguida, edite o ficheiro .xinitrc na sua pasta pessoal. Procure a linha que chama o gestor de janelas e substitua-a por <literal
->starttde</literal
->.</para>
-<para
->Agora que está tudo o necessário para correr o KDE está instalado, pode ir para o capítulo 4 onde irá começar o KDE pela primeira vez. Se alguma coisa correr mal, pode precisar de compilar o KDE. Leia<emphasis
-> <link linkend="source-distribution"
->Usar a Compilação do Código Para Instalar por Cima de Outros Sistemas</link
-> </emphasis
->para mais informação. </para>
-<para
->Fizemos a instalação o mais robusta possível, por isso não deve encontrar problemas sérios a não ser que a sua configuração seja muito estranha. Se tiver dificuldades sinta-se á vontade para usar <link linkend="mailing-lists"
->as listas de correio do KDE</link
-> </para>
-</sect1>
-</chapter>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:("index.docbook" "book" "chapter")
-End:
--->
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/intro.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/intro.docbook
deleted file mode 100644
index 313c3e81cf..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/intro.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,34 +0,0 @@
-<chapter id="introduction">
-<title
->Introdução</title>
-
-<para
->Bem-vindo ao Manual do Utilizador do Ambiente de Trabalho K.</para>
-
-<para
->Este livro pretende ser uma introdução ao &kde; como um todo, com uma descrição da interface com o utilizador, alguns exemplos práticos de como usar o &kde; para o trabalho diário, e algumas discas de como personalizar o ambiente de trabalho.</para>
-
-<para
-> Também está incluída uma tabela de atalhos e algumas dicas e truques para o ajudar a começar a trabalhar mais depressa e de forma mais eficiente.</para>
-
-<para
->Este livro não é um guia como utilizar as aplicações individuais, já que estas têm cada uma o seu próprio Manual do Utilizador. No entanto, o &kde; é um ambiente integrado &mdash; o que aprender neste manual e ao explorar a interface do &kde; é consistente e aplica-se a todas as aplicações do &kde;.</para>
-
-<para
->Este manual também explora a filosofia e a história por detrás do &kde;, e termina com como encontrar mais informações, se necessitar.</para>
-
-</chapter>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:("index.docbook" "book" "chapter")
-End:
---> \ No newline at end of file
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/koffice-apps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/koffice-apps.docbook
deleted file mode 100644
index 69e699b63b..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/koffice-apps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,92 +0,0 @@
-<chapter id="office-apps">
-<title
->Aplicações de Escritório</title>
-
-<para
->Pode obter as seguintes aplicações nas distribuições do &koffice;.</para>
-
-<para
->Aplicações estáveis estão relativamente livres de erros e vêm em formatos binário e fonte.</para>
-
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/"
->ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/stable</ulink
-></para>
-
-<para
->Versões instáveis mudam diariamente e estão somente em formato fonte, o que significa que tem de compilar para obter uma versão funcional. Lembre-se que estas são versões instáveis e podem nem compilar. Se tiver um problema com uma versão instável transmita o problema e este será muito provavelmente resolvido numa futura versão.</para>
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current/"
->ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current</ulink
-></para>
-
-<variablelist
-> <varlistentry
-> <term
->&kword;</term
-> <listitem
-> <para
->Um poderoso processador de texto, baseados em molduras, capaz de produzir documentos profissionais.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kspread;</term
-> <listitem
-> <para
->Uma poderosa folha de cálculo.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kpresenter;</term
-> <listitem
-> <para
->Uma aplicação para realizar apresentações profissionais.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kivio;</term
-> <listitem
-> <para
->Uma aplicação para criação de diagramas.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kontour;</term
-> <listitem
-> <para
->Uma aplicação para ilustrações vectoriais.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kugar;</term
-> <listitem
-> <para
->Uma ferramenta para gerar relatórios com qualidade empresarial.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kchart;</term
-> <listitem
-> <para
->Uma ferramenta integrada para criar gráficos.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&koshell;</term
-> <listitem
-> <para
->Uma ferramenta para o auxiliar na criação de documentos multi-aplicação.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> </variablelist>
-
-</chapter>
-
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/more-help.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/more-help.docbook
deleted file mode 100644
index afc0577e4b..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/more-help.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,68 +0,0 @@
-<chapter id="more-help">
-<title
->Mais Ajuda</title>
-
-<sect1 id="mailing-lists">
-<title
->Outras Fontes de Ajuda </title>
-
-<para
->Procure em &kde-http; a informação mais actualizada acerca do &kde; na web. Pode também subscrever as nossas listas de correio. </para>
-
-<para
->Pode subscrevê-las nas páginas listadas em seguida:</para>
-
-<simplelist>
-
-<member
->Anuncio do &kde; - <ulink url="http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde-announce"
-> http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde-announce</ulink
-></member>
-
-<member
->Lista de utilizadores do &kde; - <ulink url="http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde"
-> http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde</ulink
-></member>
-
-<member
->Lista de programadores do KDE - <ulink url="http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde-devel"
-> http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde-devel</ulink
-></member>
-
-<member
->Discussões acerca da aparência e comportamento do KDE - <ulink url="http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde-look"
-> http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde-look </ulink
-></member>
-
-<member
->Questões de licenciamento do KDE - <ulink url="http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde-licensing"
-> http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde-licensing </ulink
-></member>
-
-<member
->Lista de autores de documentação do KDE - <ulink url="http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde-doc-english"
-> http://mail.kde.org/mailman/listinfo/kde-doc-english </ulink
-></member>
-</simplelist>
-
-<para
->Muitas aplicações e sub-projectos do &kde; mantêm listas próprias mais específicas. Pode encontrar uma lista completa de arquivos em <ulink url="http://lists.kde.org/"
->http://lists.kde.org/</ulink
->.</para>
-
-</sect1>
-</chapter>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:("index.docbook" "book" "chapter")
-End:
--->
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/notices-trademarks.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/notices-trademarks.docbook
deleted file mode 100644
index 270cc27f7c..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/notices-trademarks.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,110 +0,0 @@
-<appendix id="legal-notices-and-trademarks">
-<title
->Avisos Legais</title>
-<sect1 id="legal-status">
-<title
->Licença</title>
-
-<para
->O &kde; é software open source, e a totalidade do &kde; está disponível sob uma licenças livres, tal como a GPL.</para>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="trademarks-list">
-<title
->Marcas Registadas</title>
-
-<!-- <para
->&kde; and <quote
->K Desktop Environment</quote
-> are registered
-trademarks of KDE e.V.</para
-> -->
-
-<para
->Todas as marcas registadas que se encontram mencionadas no servidor Web ou na documentação do &kde; são reconhecidas como pertencentes aos seus respectivos donos e incluem, embora não se limitem às mesmas:</para>
-
-<simplelist>
-<member
->&AIX; é uma marca registada da IBM Corporation</member>
-<member
->O &CSS;, &XHTML;, &XSL; e &XML; são marcas registadas de legislação comum do Massachusetts Institute of Technology, Institut National de Recherche en Informatique et en Automatique, ou Keio University por parte do World Wide Web Consortium.</member>
-<member
->O &Handspring; e o &Visor; são marcas registadas da Handspring, Inc. e podem ser registadas em certas jurisdições.</member>
-<member
->&Hewlett-Packard;, &HP; &LaserJet;,&HP-UX; PCL, PCL 5 e PCL 6 são marcas registadas nos EUA de Hewlett Packard Company.</member>
-<member
->O &IRIX; é uma marca registada e o &SGI; é uma marca registada pertencente à Silicon Graphics, Inc.</member>
-<member
->O &Java; e todas as marcas e logotipos baseados no Java são marcas registadas da Sun Microsystems, Inc. nos E.U.A. e noutros países.</member>
-<member
->O &Jini; e todas as marcas e logotipos baseados no &Jini; são marcas registadas da Sun Microsystems, Inc. nos E.U.A. e noutros países.</member>
-<member
->&Linux; é uma marca registada de Linus Torvalds</member>
-<member
->&LinuxPPC; é uma marca de LinuxPPC Inc.</member>
-<member
->O &Mac; é uma marca registada da Apple Computer Inc. nos Estados Unidos e noutros países.</member>
-<member
->&Mandrake; e &Linux-Mandrake; são marcas registadas da MandrakeSoft.</member>
-<member
->O &Netscape; é uma marca registada da empresa Netscape Communications Corporation nos Estados Unidos e noutros países.</member>
-<member
->O &NeXTSTEP; é uma marca registada da NeXT Software, Inc., nos E.U.A. e noutros países. </member>
-<member
->&PalmOS;, &HotSync; e &PalmPilot; são marcas registadas da Palm, Inc.</member>
-<member
->O &PostScript; é uma marca registada da Adobe Systems Incorporated.</member>
-<member
->&Qt; é uma marca registada da Trolltech AS</member>
-<member
->O &RedHat; e todas as marcas e logotipos baseados no &RedHat; são marcas registadas da Red Hat, Inc. nos E.U.A. e noutros países. </member>
-<member
->&Sendmail; é uma marca registada de Sendmail Inc.</member>
-<member
->O &Solaris;, a <trademark
->Sun</trademark
-> e o <trademark
->SunOS</trademark
-> são marcas registadas da Sun Microsystems Inc.</member>
-<member
->&SuSE; é uma marca registada de SuSE AG</member>
-<member
->A &ThreeCom; é uma marca registada da 3com corporation nos Estados Unidos e noutros países.</member>
-<member
->O &Motif;, o &UNIX; e o dispositivo <quote
->X</quote
-> são marcas registadas do The Open Group nos Estados Unidos e noutros países</member>
-<member
->A &Microsoft; e o &Windows; são marcas registadas da Microsoft Corporation</member>
-<member
->O XFree86 é um registo pendente de marca registada pelo The XFree86 Project, Inc.</member>
-</simplelist>
-
-<!-- Others that needs to be covered above:
-
-&MacOS;
-&Netscape;
-&PMX;
-&TrueType;
-&X-Window;
-Xing,
-Yamaha
--->
-
-</sect1>
-</appendix>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:("index.docbook" "book" "appendix")
-End:
---> \ No newline at end of file
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/shortcuts.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/shortcuts.docbook
deleted file mode 100644
index 061f062ce0..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/shortcuts.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,355 +0,0 @@
-<chapter id="shortcuts">
-<title
->Dicas &amp; Truques Para o Seu Trabalho Diário </title>
-
-<epigraph>
-<attribution
->Bolinhos da Sorte</attribution>
-<para
->Qualquer um faz omoletes com ovos. O truque está em fazer uma sem nenhum.</para>
-</epigraph>
-
-<para
->Quase toda a gente pode usar o &kde;; foi para isso que os criadores o fizeram. Não existem parâmetros complicados para perceber, e existem poucos ficheiros de configuração que tem de editar em <acronym
->ASCII</acronym
->. No entanto, existem maneiras de fazer o seu trabalho de um modo mais elegante, poupando tempo para as coisas realmente importantes, como o &ksirtet;.</para>
-
-<sect1 id="shortcut-table">
-<title
->Tabela de Atalhos </title>
-
-<variablelist>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Alt;<keycap
->Tab</keycap
-> </keycombo
-> ou <keycombo
->&Alt;&Shift;<keycap
->Tab</keycap
-></keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Circula pelas janelas </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Ctrl;<keycap
->Tab</keycap
-></keycombo
-> ou <keycombo
->&Ctrl;&Shift;<keycap
->Tab</keycap
-> </keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Circula pelas áreas de trabalho </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Alt;<keycap
->F2</keycap
-> </keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Mini linha de comando</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Alt;<keycap
->F3</keycap
-></keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Menu de Janela </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Alt;<keycap
->F4</keycap
-> </keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Fecha a janela corrente </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Ctrl;<keycap
->F{1..8}</keycap
-></keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Muda para a área de trabalho específica </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Ctrl;&Alt;<keycap
->Esc</keycap
-> </keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Destruidor de janelas (qualquer janela onde carregue será destruída). Volte a pressionar estas teclas para cancelar o cursor assassino. </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Ctrl;&Alt;<keycap
->Backspace</keycap
-> </keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Sai do &kde; (sem gravar!) Use isto como último recurso </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Ctrl;&Alt;<keycap
->+ do Teclado Numérico</keycap
-></keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Passa para a próxima resolução de ecrã. Necessita de configurar esta opção na configuração do &X-Server; para que isto funcione. </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Ctrl;&Alt;<keycap
->- do Teclado Numérico</keycap
-> </keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Passa para a resolução de ecrã anterior. Necessita de configurar esta opção na configuração do &X-Server; para que isto funcione.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="mouse-techniques">
-<title
->Técnicas de Rato </title>
-
-<para
->Repare que esta é apenas a configuração por omissão, e que a pode personalizar ao seu gosto.</para>
-
-<variablelist>
-
-<varlistentry>
-<term
->Carregar na margem ou na barra de título</term>
-<listitem>
-<variablelist>
-
-<varlistentry>
-<term
-><mousebutton
->Esquerda</mousebutton
-></term>
-<listitem
-><para
->Activa e sobressai a janela.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><mousebutton
->Meio</mousebutton
-></term>
-<listitem
-><para
->Oculta a janela</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><mousebutton
->Direito</mousebutton
-></term>
-<listitem
-><para
->Mostra o <guimenu
->Menu de Janela</guimenu
-> se a janela estiver activa, senão activa a janela.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-</listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Carregar duas vezes no título da janela</term>
-<listitem
-><para
->Enrola a janela (apenas a barra de título fica visível).</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Arrastar a barra de título</term>
-<listitem
-><para
->Move a janela.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Arrastar os cantos ou os lados</term>
-<listitem
-><para
->Redimensiona a janela.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Alt;<mousebutton
->Botão Esquerdo</mousebutton
-></keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Move a janela.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Alt;<mousebutton
->Botão do Meio</mousebutton
-></keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Levanta a janela.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
-><keycombo
->&Alt;<mousebutton
->Botão Direito</mousebutton
-></keycombo
-></term>
-<listitem
-><para
->Altera o tamanho da janela na direcção que movimentar o rato.</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Carregue no ícone no topo esquerdo</term>
-<listitem
-><para
->Fecha a aplicação</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
->Carregue no botão Persistente</term>
-<listitem
-><para
->Muda o Estado de Persistência </para
-></listitem>
-</varlistentry>
-
-<varlistentry>
-<term
->Carregar em Maximizar</term>
-<listitem>
-<variablelist>
-<varlistentry>
-<term
-><mousebutton
->Esquerda</mousebutton
-></term>
-<listitem
-><para
->Maximiza a janela</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><mousebutton
->Meio</mousebutton
-></term>
-<listitem
-><para
->Maximizar só verticalmente</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-<varlistentry>
-<term
-><mousebutton
->Direito</mousebutton
-></term>
-<listitem
-><para
->Maximizar horizontalmente</para
-></listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-</listitem>
-</varlistentry>
-</variablelist>
-
-</sect1>
-
-</chapter>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:("index.docbook" "book" "chapter")
-End:
---> \ No newline at end of file
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/staff.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/staff.docbook
deleted file mode 100644
index dce688c824..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/staff.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,151 +0,0 @@
-<chapter id="docu-staff">
-<title
->Epilogo </title>
-
-<epigraph>
-<attribution
->O fim da Evita</attribution>
-<para
->Ele teve os seus momentos, tinha algum estilo, o melhor espectáculo em cena era a multidão, em frente à Casa Rosada gritando 'Eva Peron'; mas tudo isso já se foi...</para
-></epigraph>
-
-<para
->Esperamos que tenha considerado esta documentação útil, informativa e talvez mesmo interessante. O seguinte não é necessário para o entendimento do Trinity Desktop Environment, mas talvez o queira ler. </para>
-
-<sect1 id="the-k-documentation-staff">
-<title
->O Pessoal da Documentação K </title>
-
-<para
->Este Guia do Utilizador foi actualizado para a versão 3.0, e é actualmente mantido por Lauri Watts <email
->lauri@kde.org</email
-></para>
-
-<para
->Outros que contribuíram para este guia.</para>
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
->Pablo de Vicente <email
->vicente@oan.es</email
->, que actualizou a secção no que respeita à instalação em Debian para o KDE 2.0</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Andreas Buschka <email
->andi@circe.tops.net</email
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Robert D. Williams <email
->rwilliam@kde.org</email
-></para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Poul Gerhard</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->John Waalkes</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Vernon Wells</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Kay Lutz</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Stephan Kulow</para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-</sect1>
-
-<sect1 id="we-still-need-people">
-<title
->Ainda precisamos de pessoas! </title>
-
-<para
->O KDE é um projecto enorme, e qualquer programador KDE já se apercebeu disso. Todos nós estamos a esforçar-nos bastante para criar um interface para o utilizador que seja fácil de usar e que talvez também tenha o potencial para fazer com que o UNIX fique pronto para o PC de secretária. Você também tem a possibilidade de participar neste projecto, e ficaríamos muito gratos se o fizesse. Programadores e utilizadores interessados comunicam via várias listas de correio descritas em <xref linkend="mailing-lists"/>. Se quiser ajudar, por favor faça-o! Continuamos à procura de ajuda nos seguintes departamentos: </para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
->Desenvolvimento (Bibliotecas e Aplicações)</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Documentação</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Gráficos</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Testes-Beta</para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->e também todos os outros :-) </para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="legal-notices">
-<title
->Notificação legal </title>
-
-<para
->Este documento contém material com direitos de cópia de Andreas Buschka, Gerhard Poul e Robert David Williams. Todas as marcas registadas e nomes registados mencionados são propriedade dos seus donos legais. </para>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="sources-of-information-used-during-the-creat">
-<title
->Fontes de informação usadas durante a criação deste livro </title>
-
-<para
->Durante a criação desta documentação, os autores usaram as seguintes fontes de informação: </para>
-
-<itemizedlist>
-<listitem
-><para
->As listas de correio KDE </para
-></listitem>
-<listitem
-><para
->Vários <filename
->README</filename
-> e ficheiros de ajuda <abbrev
->HTML</abbrev
-> que vêm com os componentes KDE </para
-></listitem>
-</itemizedlist>
-
-</sect1>
-
-<sect1 id="license">
-<title
->Licença</title>
-&underGPL; </sect1>
-</chapter>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:("index.docbook" "book" "chapter")
-End:
---> \ No newline at end of file
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeadmin-apps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeadmin-apps.docbook
deleted file mode 100644
index 2900c73143..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeadmin-apps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,81 +0,0 @@
-<chapter id="tdeadmin-applications">
-<title
->aplicações tdeadmin</title>
-
-<para
->Pode ter as seguintes aplicações nas distribuições tdeadmin.</para>
-
-<para
->Aplicações estáveis estão relativamente livres de erros e vêm em formatos binário e fonte.</para>
-
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/"
->ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/stable</ulink
-></para>
-
-<para
->Versões instáveis mudam diariamente e estão somente em formato fonte, o que significa que tem de compilar para obter uma versão funcional. Lembre-se que estas são versões instáveis e podem nem compilar. Se tiver um problema com uma versão instável transmita o problema e este será muito provavelmente resolvido numa futura versão.</para
-> <para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current/"
->ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current</ulink
-></para>
-
-<variablelist
-> <varlistentry
-> <term
->&kcron;</term
-> <listitem
-><para
->O &kde; coloca uma face amigável para o utilizador nas capacidades de escalonamento de tarefas do <application
->Cron</application
-></para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kuser;</term
-> <listitem
-><para
->Um gestor gráfico de utilizador (precisa de privilégios de <systemitem class="username"
->root</systemitem
-> para funcionar)</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kpackage;</term
-> <listitem
-><para
->Mantenha o seu sistema actualizado com o gestor de pacotes do &kde;.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kdat;</term
-> <listitem
-><para
->Um utilitário de cópias de segurança para donos de leitores de fitas</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ksysv;</term
-> <listitem
-><para
->Um editor SysV-Init, para manter os arranques do seu computador organizados.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kwuftpd;</term
-> <listitem
-><para
->Uma interface gráfica para configurar o servidor de &FTP; <application
->wuftpd</application
->.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> </variablelist>
-
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdebase-apps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdebase-apps.docbook
deleted file mode 100644
index 7b95ee9d5e..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdebase-apps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,167 +0,0 @@
-<chapter id="tdebase-applications">
-<title
->aplicações tdebase</title>
-
-<para
->Pode ter as seguintes aplicações nas distribuições tdebase.</para>
-
-<para
->Aplicações estáveis estão relativamente livres de erros e vêm em formatos binário e fonte.</para>
-
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/"
->ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/stable</ulink
-></para>
-
-<para
->Versões instáveis mudam diariamente e estão somente em formato fonte, o que significa que tem de compilar para obter uma versão funcional. Lembre-se que estas são versões instáveis e podem nem compilar. Se tiver um problema com uma versão instável transmita o problema e este será muito provavelmente resolvido numa futura versão.</para>
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current/"
->ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current</ulink
-></para>
-
-<variablelist
-> <varlistentry
-> <term
->&twin;</term
-> <listitem
-><para
->O gestor de janelas do &kde;</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&konqueror;</term
-> <listitem
-><para
->Navegue na rede, no seu disco duro ou num servidor &FTP; com a mesma facilidade.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kicker;</term
-> <listitem
-><para
->O painel do &kde;, que incorpora a barra de ferramentas, a mudança de ecrãs virtuais, relógio e o &kmenu;.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&konsole;</term
-> <listitem
-><para
->Um emulador de terminal X muito configurável.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kate;</term
-> <listitem
-><para
->Um editor de texto poderoso, com realce de sintaxe, gestão de projectos e muito mais.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kwrite;</term
-> <listitem
-><para
->Um editor de texto mais leve, mas mesmo assim com realce de sintaxe e muitas funcionalidades.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&klipper;</term
-> <listitem
-><para
->Um utilitário quadro de mensagens com uma diferença - pode configurar diferentes acções baseadas nas coisas que copia.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
-><application
->KDesktop</application
-></term
-> <listitem
-><para
->A própria área de trabalho</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&khelpcenter;</term
-> <listitem
-><para
->Centro de ajuda do &kde;, incluindo a possibilidade de navegar as páginas man e info.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&tdm;</term
-> <listitem
-><para
->Gestor de autenticação do &kde;</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kcontrol;</term
-> <listitem
-><para
->O Painel de Controle. Quase tudo o que pode configurar no &kde; pode ser configurado daqui - e quase tudo no &kde; pode ser configurado ao seu gosto.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kwrite;</term
-> <listitem
-><para
->Um editor de texto bastante configurável, com sublinhado sintáctico.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kappfinder;</term
-> <listitem
-><para
->Um utilitário para adicionar aplicações não-&kde; ao seu &kmenu;, para que não tenha de o fazer manualmente.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&tdescreensaver;</term
-> <listitem
-><para
->Toda a gente gosta de um protector de ecrã, e o &kde; traz um bom sortido destes.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ksysguard;</term
-> <listitem
-><para
->Um monitor de sistema com suporte para redes, incorpora a funcionalidade acrescida do <application
->top</application
-></para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ktip;</term
-> <listitem
-><para
->Kandalf o feiticeiro está disponível com muitas dicas, e informação interessante.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kmenuedit;</term
-> <listitem
-><para
->Rearranje ou adicione ao seu &kmenu; com este utilitário.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> </variablelist>
-
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeedu-apps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeedu-apps.docbook
deleted file mode 100644
index 1477d6d7c7..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeedu-apps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,86 +0,0 @@
-<chapter id="edutainment-apps">
-<title
->aplicações tdeedu</title>
-
-<para
->Pode obter as seguintes aplicações nas distribuições do tdeedu.</para>
-
-<para
->Aplicações estáveis estão relativamente livres de erros e vêm em formatos binário e fonte.</para>
-
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/"
->ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/stable</ulink
-></para>
-
-<para
->Versões instáveis mudam diariamente e estão somente em formato fonte, o que significa que tem de compilar para obter uma versão funcional. Lembre-se que estas são versões instáveis e podem nem compilar. Se tiver um problema com uma versão instável transmita o problema e este será muito provavelmente resolvido numa futura versão.</para>
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current/"
->ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current</ulink
-></para>
-
-<variablelist
-> <varlistentry
-> <term
->&klettres;</term
-> <listitem
-> <para
-> As crianças pequenas podem aprender o alfabeto, usando sugestões sonoras e/ou visuais. </para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kmessedwords;</term
-> <listitem
-> <para
-> Um jogo simples de treino da mente, no qual tens de <quote
->adivinhar</quote
-> qual a palavra que foi dada no programa. </para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ktouch;</term
-> <listitem
-> <para
-> Um programa para te ensinar a escrever à máquina. </para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&keduca;</term
-> <listitem
-> <para
-> Um projecto educativo para permitir a criação e revisão de exames e testes baseados em questionários. </para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kstars;</term
-> <listitem
-> <para
->Põe um planetário no teu ecrã. O &kstars; contém uma grande quantidade de material de referência e inclui a possibilidade de obter fotografias dos itens que vês no céu.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kgeo;</term
-> <listitem
-> <para
->Até a geometria é engraçada com o &kgeo;.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kvoctrain;</term
-> <listitem
-> <para
->Aprender outra língua é mais fácil com o &kvoctrain; para praticar e expandir o teu vocabulário.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> </variablelist>
-
-</chapter>
-
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdegames-apps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdegames-apps.docbook
deleted file mode 100644
index 6b65f79f09..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdegames-apps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,203 +0,0 @@
-<chapter id="entertainment-applications">
-<title
->Aplicações de Entretenimento</title>
-
-<para
->Pode ter as seguintes aplicações nas suas distribuições tdegames.</para>
-
-<para
->Aplicações estáveis estão relativamente livres de erros e vêm em formatos binário e fonte.</para>
-
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/"
->ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/stable</ulink
-></para>
-<para
->Versões instáveis mudam diariamente e estão somente em formato fonte, o que significa que tem de compilar para obter uma versão funcional. Lembre-se que estas são versões instáveis e podem nem compilar. Se tiver um problema com uma versão instável transmita o problema e este será muito provavelmente resolvido numa futura versão.</para
-> <para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current/"
->ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current</ulink
-></para>
-
-<variablelist
-> <varlistentry
-> <term
->&kenolaba;</term
-> <listitem
-><para
->Um jogo de tabuleiro em que pode jogar com o computador ou contra um adversário na sua rede.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kasteroids;</term
-> <listitem
-><para
-> Um pequeno atirador espacial </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&katomic;</term
-> <listitem
-><para
-> Um pequeno interessante jogo puzzle lógico, onde pode construir as suas próprias moléculas. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kblackbox;</term
-> <listitem
-><para
-> Uma versão para o &kde; do clássico jogo blackbox do <application
->Emacs</application
-> </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kbackgammon;</term
-> <listitem
-><para
-> Gamão, à moda do &kde;. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kjumpingcube;</term
-> <listitem
-><para
-> Um jogo táctico para um ou mais jogadores que é mais díficil do que parece. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kmahjongg;</term
-> <listitem
-><para
-> O clássico jogo de peças pares. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kmines;</term
-> <listitem
-><para
-> Descubra as minas sem faze-las explodir. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&konquest;</term
-> <listitem
-><para
-> Expanda o seu império interestelar ao longo da galáxia e claro, esmague os seus rivais no processo. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kpat;</term
-> <listitem
-><para
-> Nenum computador está completo sem Paciências. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kpoker;</term
-> <listitem
-><para
-> Uma versão &kde; destas máquina viciantes. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kreversi;</term
-> <listitem
-><para
-> Uma versão &kde; do jogo clássico. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ksame;</term
-> <listitem
-><para
-> Um pequeno jogo lógico viciante. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kshisen;</term
-> <listitem
-><para
-> Outro jogo de pares de ladrilhos. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ksirtet;</term
-> <listitem
-><para
-> Jogue ou uma versão do Tetris, ou o muito conhecido (no Japão) jogo Puyo-Puyo. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ksmiletris;</term
-> <listitem
-><para
-> Um ligeiramente diferente do normal clone do Tetris. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ksnake;</term
-> <listitem
-><para
-> O clássico jogo da cobrinha com uma actualização e um aumento de aceleração. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ksokoban;</term
-> <listitem
-><para
-> Empurre esses caixotes para ir onde precisa. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kspaceduel;</term
-> <listitem
-><para
-> Abata o seu inimigo, num jogo de arcada desafiante para dois jogadores. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ktron;</term
-> <listitem
-><para
-> Clássico mantenha-se longe - mantenha-se longe do seu adversário, das paredes, e da sua própria cauda. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ktuberling;</term
-> <listitem
-><para
-> Um para os pequenitos, quem consegue resistir ao homem batata? </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&lskat;</term
-> <listitem
-><para
-> Um jogo de cartas complicado </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> </variablelist>
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdegraphics-apps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdegraphics-apps.docbook
deleted file mode 100644
index af59d0a61f..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdegraphics-apps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,95 +0,0 @@
-<chapter id="graphical-applications">
-<title
->Aplicações Gráficas</title>
-
-<para
->Pode ter as seguintes aplicações nas distribuições do tdegraphics.</para>
-
-<para
->Aplicações estáveis estão relativamente livres de erros e vêm em formatos binário e fonte.</para>
-
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/"
->ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/stable</ulink
-></para>
-
-<para
->Versões instáveis mudam diariamente e estão somente em formato fonte, o que significa que tem de compilar para obter uma versão funcional. Lembre-se que estas são versões instáveis e podem nem compilar. Se tiver um problema com uma versão instável transmita o problema e este será muito provavelmente resolvido numa futura versão.</para>
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current/"
->ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current</ulink
-></para>
-
-<variablelist
-> <varlistentry
-> <term
->&kuickshow;</term
-> <listitem
-> <para
->Um visualizador de imagens rápido e poderoso</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ksnapshot;</term
-> <listitem
-><para
-> Um utilitário para tirar fotos do ecrã. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kfract;</term
-> <listitem
-><para
-> Um pequeno gerador de fractais. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kview;</term
-> <listitem
-><para
-> Um poderoso visualizador de imagens, capaz de lidar com muitos formatos. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kghostview;</term
-> <listitem
-><para
-> Visualizador de &PostScript; do &kde;. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kfax; e <application
->KViewFax</application
-></term
-> <listitem
-><para
-> Utilitários para ver e manipular imagens facsimiladas. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kdvi;</term
-> <listitem
-><para
-> Um visualizador de &DVI;. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kruler;</term
-> <listitem
-> <para
->Uma régua para o ecrã, muito útil se trabalhar com imagens ou páginas <acronym
->HTML</acronym
->.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> </variablelist>
-
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdemultimedia-apps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdemultimedia-apps.docbook
deleted file mode 100644
index d6211af796..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdemultimedia-apps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,88 +0,0 @@
-<chapter id="multimedia-applications">
-<title
->Aplicações Multimedia</title>
-
-<para
->Pode ter as seguintes aplicações nas distribuições tdemultimedia.</para>
-
-<para
->Aplicações estáveis estão relativamente livres de erros e vêm em formatos binário e fonte.</para>
-
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/"
->ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/stable</ulink
-></para>
-
-<para
->Versões instáveis mudam diariamente e estão somente em formato fonte, o que significa que tem de compilar para obter uma versão funcional. Lembre-se que estas são versões instáveis e podem nem compilar. Se tiver um problema com uma versão instável transmita o problema e este será muito provavelmente resolvido numa futura versão.</para>
-
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current/"
->ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current</ulink
-></para>
-
-<variablelist
-> <varlistentry
-> <term
->&kmix;</term
-> <listitem
-><para
->Um painel de misturador de som</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&aktion;</term
-> <listitem
-><para
->Um visualizador para filmes e animações, com apoio para muitos formatos.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&noatun;</term
-> <listitem
-><para
->Um Visualizador Media para ficheiros de som, com suporte para muitos formatos, listas, e até videos.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kaboodle;</term
-> <listitem
-> <para
->Um leitor de media leve e versátil, para o &arts; - sem listas, sem características avançadas para o tornar mais lento, apenas reproduz um único ficheiro.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kscd;</term
-> <listitem
-><para
->Um leitor de &CD;s para o &kde;, com suporte a <acronym
->CDDB</acronym
->.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&tdemid;</term
-> <listitem
-><para
-> Um leitor MIDI que lê as letras das músicas.. a sua própria máquina de Karaoke! </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&tdemidi;</term
-> <listitem
-><para
-> um leitor MIDI com bom som, mas que usa intensivamente <acronym
->CPU</acronym
-> </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> </variablelist>
-
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdenetwork-apps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdenetwork-apps.docbook
deleted file mode 100644
index 2af06a913c..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdenetwork-apps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,86 +0,0 @@
-<chapter id="network-applications">
-<title
->Aplicações de Rede </title>
-
-<para
->Pode encontrar as seguintes aplicações nas distribuições tdenetwork.</para>
-
-<para
->Aplicações estáveis estão relativamente livres de erros e vêm em formatos binário e fonte.</para>
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/"
->ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/stable</ulink
-> </para>
-<para
->Versões instáveis mudam diariamente e estão somente em formato fonte, o que significa que tem de compilar para obter uma versão funcional. Lembre-se que estas são versões instáveis e podem nem compilar. Se tiver um problema com uma versão instável transmita o problema e este será muito provavelmente resolvido numa futura versão.</para>
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current/"
->ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current</ulink
-></para>
-
-<variablelist
-> <varlistentry
-> <term
->&kmail;</term
-> <listitem
-><para
->Um cliente de correio completo, permitindo múltiplos servidores e múltiplas identidades.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&knode;</term
-> <listitem
-><para
->Um poderoso cliente de notícias usenet, com apoio para múltiplos servidores NNTP.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kit;</term
-> <listitem
-><para
->Um cliente do Mensageiro Instantâneo AOL, usando o protocolo <abbrev
->TOC</abbrev
->.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ksirc;</term
-> <listitem
-><para
->Um Cliente de IRC</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&korn;</term
-> <listitem
-><para
->Um acessório Biff. O <application
->Korn</application
-> verifica se tm novo correio e diz-lhe quando tem novo correio para descarregar do(s) seu(s) servidor(es).</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kppp;</term
-> <listitem
-><para
->Um utilitário para ligar à Internet.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&ktalkd;</term
-> <listitem
-><para
-> Os utilizadores da sua rede que utilizam o comando clássico <command
->talk</command
-> podem chamar-lhe a atenção, mesmo quando utiliza o &kde;, utilizando o &ktalk;. </para
-></listitem
-> </varlistentry
-> </variablelist>
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdepim-apps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdepim-apps.docbook
deleted file mode 100644
index c235f48869..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdepim-apps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,50 +0,0 @@
-<chapter id="tdepim-applications">
-<title
->aplicações tdepim</title>
-
-<para
->Pode ter as seguintes aplicações nas distribuições do tdepim.</para>
-
-<para
->Aplicações estáveis estão relativamente livres de erros e vêm em formatos binário e fonte.</para>
-
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/"
->ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/stable</ulink
-></para>
-
-<para
->Versões instáveis mudam diariamente e estão somente em formato fonte, o que significa que tem de compilar para obter uma versão funcional. Lembre-se que estas são versões instáveis e podem nem compilar. Se tiver um problema com uma versão instável transmita o problema e este será muito provavelmente resolvido numa futura versão.</para>
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current/"
->ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current</ulink
-></para>
-
-<variablelist
-> <varlistentry
-> <term
->&korganizer;</term
-> <listitem
-><para
->Organize o seu tempo com este prático calendário, diário e gestor de tarefas.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kpilot;</term
-> <listitem
-><para
->Um utilitário para sincronizar o seu &PalmPilot; com o seu PC.</para
-></listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kalarm; e &kalarmd;</term
-> <listitem
-> <para
->Um servidor que procura eventos na sua agenda, e o cliente que garante que não os esquece. </para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> </variablelist>
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdetoys-apps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdetoys-apps.docbook
deleted file mode 100644
index e398894922..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdetoys-apps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,110 +0,0 @@
-<chapter id="toys-apps">
-<title
->&kde; Toys</title>
-
-<para
->Pode obter as seguintes aplicações nas distribuições do tdetoys.</para>
-
-<para
->Aplicações estáveis estão relativamente livres de erros e vêm em formatos binário e fonte.</para>
-
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/"
->ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/stable</ulink
-></para>
-
-<para
->Versões instáveis mudam diariamente e estão somente em formato fonte, o que significa que tem de compilar para obter uma versão funcional. Lembre-se que estas são versões instáveis e podem nem compilar. Se tiver um problema com uma versão instável transmita o problema e este será muito provavelmente resolvido numa futura versão.</para>
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current/"
->ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current</ulink
-></para>
-
-<variablelist
-> <varlistentry
-> <term
-><application
->fifteenapplet</application
-> e <application
->eyesapplet</application
-></term
-> <listitem
-> <para
->Algumas 'applets' pequenas para pôr o jogo Quinze Peças e alguns olhos assustadores no teu painel.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
-><application
->KAphorism</application
-></term
-> <listitem
-> <para
->Palavras de sabedoria, baseadas na data.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kmoon;</term
-> <listitem
-> <para
-> Ponha a lua no painel, e saiba qual é a sua fase. </para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kodo;</term
-> <listitem
-> <para
->Já pensou quando é que o seu rato se movimenta num dia? Descubra-o!</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kscore;</term
-> <listitem
-> <para
->Os fãs do desporto podem estar a par dos últimos resultados da sua equipa favorita com o &kscore;.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kteatime;</term
-> <listitem
-> <para
->A única aplicação que nenhum programador do &kde; pode passar sem ela; ela lembra-te quando a bebida que abastece o &kde; está pronta a beber.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
-><application
->KWeather</application
-></term
-> <listitem
-> <para
->Actualiza-te para saberes os prognósticos da tua estação meteorológica mais próxima, estejas onde estiveres no mundo. Ou podes então dar uma vista de olhos sobre o próximo destino de férias.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kworldclock;</term
-> <listitem
-> <para
->Veja o tempo a avançar pelo mundo com este 'applet'.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
-><application
->KTux</application
-></term
-> <listitem
-> <para
->O pinguim Tux do &Linux; vai pelo espaço neste protector de ecrã.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> </variablelist>
-
-</chapter>
-
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeutils-apps.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeutils-apps.docbook
deleted file mode 100644
index 9a141c71dd..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/tdeutils-apps.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,144 +0,0 @@
-<chapter id="utility-applications">
-<title
->Aplicações Úteis</title>
-<para
->Pode encontrar as seguintes aplicações nas distribuições tdeutils.</para>
-
-<para
->Aplicações estáveis estão relativamente livres de erros e vêm em formatos binário e fonte.</para>
-
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/"
->ftp.kde.org/pub/kde/stable/latest/distribution/stable</ulink
-></para>
-
-<para
->Versões instáveis mudam diariamente e estão somente em formato fonte, o que significa que tem de compilar para obter uma versão funcional. Lembre-se que estas são versões instáveis e podem nem compilar. Se tiver um problema com uma versão instável transmita o problema e este será muito provavelmente resolvido numa futura versão.</para>
-<para
-><ulink url="ftp://ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current/"
->ftp.kde.org/pub/kde/unstable/CVS/snapshots/current</ulink
-></para>
-
-<variablelist
-> <varlistentry
-> <term
->&kcharselect;</term
-> <listitem
-><para
->Seleccionar de caracteres (mostra todos os caracteres disponíveis numa dada fonte, incluindo aqueles para os quais não tem teclas no seu teclado)</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kdepasswd;</term
-> <listitem
-><para
->Uma interface &kde; para o comando <command
->passwd</command
-> do &UNIX;.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kdessh;</term
-> <listitem
-><para
->Uma interface &kde; para o comando <command
->ssh</command
->. </para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kdf;</term
-> <listitem
-><para
->Uma interface &kde; para o utilitário <application
->df</application
->, com funcionalidades acrescidas.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kfloppy;</term
-> <listitem
-><para
->Um formatador de disquetes</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kedit;</term
-> <listitem
-><para
->Um editor simples, pequeno, tal como o conhecido Bloco de Notas. É adequado para pequenas tarefas de edição, ou como um simples leitor de texto. </para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&karm;</term
-> <listitem
-><para
->Um utilitário para registo do tempo. Pode introduzir uma lista de <quote
->tarefas</quote
->, iniciar o relógio do &karm;, e ele irá contar o número de minutos que gasta na tarefa indicada.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&khexedit;</term
-> <listitem
-><para
->Um Editor Hex completo</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kjots;</term
-> <listitem
-><para
->Um pequeno programa para tomar notas.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&klaptopdaemon;</term
-> <listitem
-><para
->fornece gestão e controle de baterias para portáteis</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&kljettool;</term
-> <listitem
-><para
->Um Painel de controle para a &HP; LaserJet</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&klpq;</term
-> <listitem
-><para
->O &klpq; é a interface para o <application
->lpq</application
->, o <application
->lprm</application
-> e o <application
->lpc</application
->. </para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> <varlistentry
-> <term
->&knotes;</term
-> <listitem
-><para
->Um utilitário para tomar notas utilizável e bem parecido.</para
-> </listitem
-> </varlistentry
-> </variablelist>
-
-</chapter>
-
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/ug-faq.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/ug-faq.docbook
deleted file mode 100644
index 8168887ca4..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/userguide/ug-faq.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,129 +0,0 @@
-<chapter id="frequently-asked-questions">
-<title
->Perguntas Frequentes Sobre o &kde; </title>
-
-<epigraph>
-<attribution
->Desenhos Animados do Batman</attribution>
-<para
->O que és tu?</para>
-<para
->Sou o teu pior pesadelo...</para>
-</epigraph>
-
-<para
->Existem algumas perguntas que são sempre feitas nas listas de correio do &kde;. Para manter o tráfego menos intenso possível (fazendo a lista mais legível), incluimo-las nesta secção. Por isso por favor não as coloque mais nas listas de correio - pense na citação acima! </para>
-
-<!-- pretty short list.. going to watch mailing lists a little, and
-see if there aren't any more questions that ought to be here -->
-
-<qandaset id="faq">
-<qandaentry>
-<question
-><para
->O que significa <quote
->&kde;</quote
->?</para
-></question>
-<answer
-><para
->Originalmente, o <emphasis
->K</emphasis
-> significava <emphasis
->Kool</emphasis
->, mas hoje em dia o K não tem significado e &kde; significa apenas <emphasis
->K Desktop Environment</emphasis
->. O &kde; pretende ser uma colecção de pequenas ferramentas, um gestor de janelas, um gestor de ficheiros e ferramentas que harmonizam isto tudo num conjunto. Foi criado para tornar a sua vida com o &UNIX; mais fácil. </para
-></answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry>
-<question
-><para
->Não consigo compilar o pacote xxx</para
-></question>
-<answer>
-
-<para
->Certifique-se sempre de que tem a versão mais recente das bibliotecas do &kde; instaladas. O software está em constante desenvolvimento, por isso as dependências podem mudar de um dia para o outro se estiver a usar <acronym
->CVS</acronym
->. Para a maior parte dos utilizadores, é muito mais prático utilizar uma versão final.</para>
-
-<para
->Outro problema pode ser que esteja a usar um program feito para uma versão muito antiga do &kde;, que depende de ficheiros include desactualizados. Verifique se o ficheiro <filename
->README</filename
-> explica qual é a versão do &kde; que a aplicação necessita. Se este ficheiro não existir, verifique as datas dos ficheiros. Devem ser mais recentes que as datas da sua versão actual do &kde;.</para>
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry
->
-
-<question
-><para
->Que versão do &kde; é que devo utilizar para ter um ambiente de trabalho estável?</para
-></question>
-<answer
-><para
->É possível obter o &kde; de muitas maneiras. Para obter um sistema &kde; o mais estável possível, deve obter binários pré-compilados em formato de pacote (rpm, deb, tgz) marcados com uma determinada versão (por exemplo, 3.2).</para>
-
-</answer>
-</qandaentry>
-
-<qandaentry
->
-<question
-><para
->Mas ouvi dizer que o meu problema/pedido já <quote
->está no <acronym
->CVS</acronym
-></quote
->. Quero utilizar as novas funcionalidades, porque não utilizar o <acronym
->CVS</acronym
->?</para
-></question>
-
-<answer>
-<para
->O preço da estabilidade é que é necessário esperar por novas versões para obter as novas funcionalidades. De forma oposta, o preço de ser dos primeiros a ver as novas funcionalidades é que a estabilidade fica em risco. O &kde; lança frequentemente novas versões, nas quais a estabilidade recebe uma atenção muito especial. Para a maioria dos utilizadores do &kde;, a não ser que esteja a pensar em ajudar a desenvolvê-lo, não há muitas vantagens em correu a versão de desenvolvimento do &kde;.</para>
-
-<para
->No entanto, há sempre lugar para utilizadores avançados que sabem no que se estão a meter e estão dispostos a comunicar os erros que encontrem. Se esta descrição condiz consigo, não há nenhuma razão para não experimentar as versões de <acronym
->CVS</acronym
->. Esteja preparado para que ocasionalmente as coisas não funcionem, o <acronym
->CVS</acronym
-> dá-lhe o código que está actualmente a ser desenvolvido.</para>
-
-<para
->Estas são versões diárias daquilo onde a equipa de desenvolvimento está a trabalhar, e algumas coisas estão de certeza sem funcionar.</para
->
-
-<warning>
-<para
-><emphasis
->Não dependa de versões do <acronym
->CVS</acronym
-> para manter ambientes de trabalho operacionais.</emphasis
->. Mais cedo ou mais tarde, irá queimar-se!</para>
-</warning>
-
-</answer>
-
-</qandaentry>
-</qandaset>
-
-</chapter>
-<!--
-Local Variables:
-mode: sgml
-sgml-omittag:nil
-sgml-shorttag:t
-sgml-namecase-general:t
-sgml-general-insert-case:lower
-sgml-minimize-attributes:nil
-sgml-always-quote-attributes:t
-sgml-indent-step:0
-sgml-indent-data:nil
-sgml-parent-document:("index.docbook" "book" "chapter")
-End:
---> \ No newline at end of file
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/visualdict/Makefile.am b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/visualdict/Makefile.am
deleted file mode 100644
index 7c58229653..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/visualdict/Makefile.am
+++ /dev/null
@@ -1,4 +0,0 @@
-KDE_LANG = pt
-SUBDIRS = $(AUTODIRS)
-KDE_DOCS = khelpcenter/visualdict
-KDE_MANS = AUTO
diff --git a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/visualdict/index.docbook b/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/visualdict/index.docbook
deleted file mode 100644
index dbdb57e381..0000000000
--- a/tde-i18n-pt/docs/tdebase/khelpcenter/visualdict/index.docbook
+++ /dev/null
@@ -1,354 +0,0 @@
-<?xml version="1.0" ?>
-<!DOCTYPE book PUBLIC "-//KDE//DTD DocBook XML V4.2-Based Variant V1.1//EN"
-"dtd/kdex.dtd" [
- <!ENTITY kappname "Visual Guide to &kde;">
- <!ENTITY % addindex "IGNORE">
- <!ENTITY % Portuguese "INCLUDE"
-> <!-- change language only here -->
-
-
-]>
-
-<book lang="&language;">
-
-<bookinfo>
-<title
->O Guia Visual do &kde;</title>
-<authorgroup>
-<corpauthor
->A Equipa do KDE </corpauthor>
-<othercredit role="translator"
-><firstname
->José</firstname
-><surname
->Pires</surname
-><affiliation
-><address
-><email
->jncp@netcabo.pt</email
-></address
-></affiliation
-><contrib
->Tradução</contrib
-></othercredit
->
-</authorgroup>
-
-<date
->2000-10-04</date>
-<releaseinfo
->2.00.00</releaseinfo>
-
-<copyright>
-<year
->2000</year>
-<holder
->A Equipa do KDE</holder>
-</copyright>
-
-<legalnotice
->&FDLNotice;</legalnotice>
-
-<abstract
-><para
->Um guia visual à interface do &kde;. Esta é uma versão muito preliminar do documento. Eventualmente, esta será uma viagem gráfica ao &kde;.</para
-></abstract>
-
-<keywordset>
-<keyword
->KDE</keyword>
-<keyword
->Visual</keyword>
-<keyword
->Dicionário</keyword>
-<keyword
->Guia</keyword>
-</keywordset>
-
-</bookinfo>
-
-<chapter id="visual-dictionary">
-
-<!-- Translators please note: If you have already translated the visual -->
-<!-- dictionary on the i18n website, please make sure the translations here -->
-<!-- match that file exactly. -->
-
-<title
->Dicionário de termos visuais do &kde;</title>
-
-<para
->Este projecto foi iniciado para ajudar a unificar o vocabulário usado na documentação do &kde;.</para>
-
-<para
->Nós oferecemos isto para si como uma ajuda na aprendizagem da GUI (Graphical User Interface) do &kde;. Este nomes já foram normalizados na documentação do &kde;, por isso irá encontrar os itens da interface referidos da mesma forma.</para>
-
-<tip
-><para
->O termo <emphasis
->Widget</emphasis
-> <emphasis
->(Elemento gráfico)</emphasis
-> refere-se ao bloco básico de criação de uma interface de um programa.</para>
-<para
->Cada elemento opera de uma forma semelhante de cada vez que é usado, mas o efeito que esse elemento tem depende do seu local no programa.</para
-></tip>
-
-<sect1 id="widget-table">
-<title
->Lista de Elementos Comuns da Interface do &kde;</title>
-<para
->De momento, este guia consiste numa tabela com os nomes dos elementos gráficos encontrados com frequência na documentação do &kde; e um exemplo de cada um. </para>
-<para
->A nossa esperança é, eventualmente, fazer disto um documento muito mais completo, o que lhe poderá levar numa viagem visual pelo &kde;.</para>
-
-<informaltable>
-<tgroup cols="2">
-<tbody>
-
-<row>
-<entry
->Botão</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict12.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Opções</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict13.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Selecção de Cores</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict9.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Lista de Selecção</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict2.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Caixa de Diálogo</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict6.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Lista de Selecção</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict1.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Lista de Ícones</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict16.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Lista</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict7.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Barra de Menu</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict4.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Barra de Progresso</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict17.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Opções Exclusivas</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict10.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Barra de Posicionamento</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict18.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Barra Deslizante</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict15.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Campo Incremental/Decremental</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict11.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Barra de Estado</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict20.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Caixa de Texto</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict14.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-
-<row>
-<entry
->Barra de Ferramentas</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict3.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-<row>
-<entry
->Vista em Árvore</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict19.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-
-<row>
-<entry
->Título da Janela</entry>
-<entry>
-<inlinemediaobject>
-<imageobject>
-<imagedata fileref="pict5.png" format="PNG"/>
-</imageobject>
-</inlinemediaobject>
-</entry>
-</row>
-
-</tbody>
-</tgroup>
-</informaltable>
-</sect1>
-</chapter>
-<chapter id="credits">
-<title
->Créditos e Licenças</title>
-<para
->&kappname;</para>
-
-<para
->Documentação pela Equipa de Documentação do KDE.</para>
-&underFDL; </chapter>
-
-</book>
-